NHL

Chicago Blackhawks vence na segunda prorrogação e sobrevive na série

Crédito: Instagram / Reprodução

Crédito: Instagram / Reprodução

Na última temporada o Chicago Blackhawks venceu o jogo 5 e a conferência oeste. Esse ano o jogo 5 foi diferente para o time da cidade dos ventos, mas não menos importante. Os Blackhawks venceram os Los Angeles Kings por 5 a 4 na segunda prorrogação e conseguiram uma sobrevida na série, que está 3 a 2 para os Kings.

O jogo foi o mais disputado de toda a série, com três alternâncias de placar durante a partida. Brandon Saad foi o destaque dos Blackhawks com um gol e duas assistências, enquanto no lado dos Kings Jonathan Quick teve um jogo abaixo da média sofrendo alguns gols defensáveis .

Chicago precisava da vitória, e jogava em casa, com isso começou o jogo em ritmo forte . Marcou dois gols em três minutos de jogo com Brent Seabrook e Johnny Oduya. Los Angeles equilibrou a partida, e marcou com Jarret Stoll, em desatenção da defesa dos Blackhawks , que voltou a marcar dois minutos depois com Brandon Saad. Os Kings não se abateram e voltaram a marcar com Marian Gaborik. O agitado primeiro período acabou 3 a 2 para Chicago

Se o primeiro tempo foi agitado, o segundo foi mais ainda, com um total 27 tiros ao gol. Apesar do grande número de tentativas de marcar, somente dois gols saíram, e todos eles foram dos Kings. Os times jogavam de maneira consistente, porém sempre esbarrando nas ótimas defesas, e forte marcação na zona neutra. E foi na marcação pressão que nasceu o terceiro gol dos Kings, quando Drew Doughty roubou o puck e tocou para Dustin Brown marcar. O gol foi um balde de água fria na cabeça do time da casa, que martelava a defesa adversária e não conseguia marcar, e ainda viu sua vantagem de dois gols desaparecer. A situação piorou para os Blackhawks quando, dois minutos depois, os Kings voltaram a marcar, Tanner Pearson

O terceiro quarto foi todo do time da casa. Chicago atirou 16 vezes ao gol, e novamente a defesa dos Kings apareceu forte, porém cedeu o gol que os Blackhawks precisavam para levar o jogo para prorrogação, que foi marcado por Ben Smith em rápida transição.

O jogo foi para a prorrogação, e agora o nervosismo era mútuo, com os times querendo liquidar o jogo, porém Chicago era quem estava mais inteiro fisicamente, e foi quem assumiu as rédeas do jogo. Los Angeles era todo defesa, e conseguiu levar o jogo para a segunda prorrogação.

Mas na segunda prorrogação os Blackhawks marcaram o gol que significou sua continuidade na luta pelo bi-campeonato da NHL, com Michal Handzus após linda assistência de Brandon Saad

O jogo 6 da série será no Staples Center em Los Angeles sexta-feira (30) as 22hrs horário de Brasilia

Comments
To Top