NHL

Chicago Blackhawks segura Tampa Bay Lightning e abre 1 a 0 na série

TAMPA BAY LIGHTNING 1 X 2 CHICAGO BLACKHAWKS

A velocidade do Lightning deu resultado nos primeiros 50 minutos da partida número 1 da final da Stanley Cup e os Blackhawks não acharam o rival, muito menos o disco. Mas a experiência falou mais forte e , a partir da segunda metade do terceiro período, a franquia de Chicago encontrou o ritmo, fez 2 a 1 no placar e saiu na briga pela taça.

Teuvo Teravainen e Antoine Vermette marcaram em um intervalo de dois minutos e comandaram a virada de 2 a 1, em partida realizada na Amalie Arena, em Tampa.

Os times voltam a se enfrentar no próximo sábado (06), às 20h15 (horário de Brasília).

Teravainen marcou seu terceiro gol nesta pós-temporada, deixou o placar em 1 a 1 e foi o estopim para a virada do Chicago Blackhawks. Aos 20 anos, Teravainen fez uma temporada regular discreta, mas seu desempenho nos playoffs está de acordo com as expectativas que foram criadas após o Draft de 2012.

Além do gol, Teravainen também deu a assistência da vitória. Coube a Vermette pegar firme no disco e superar Ben Bishop, que pouco pôde fazer nos dois gols dos Blackhawks. Bishop terminou com 19 defesas e não foi decisivo.

Já Corey Crawford foi fundamental. Com um misto de sorte e competência, Crawford (22 defesas) segurou a pressão dos primeiros minutos e, aos poucos, foi crescendo e fechando o gol.

Crawford só não foi capaz de parar o brilhante gol de Alex Killorn. O center do Lightning pegou o disco no ar e, de costas, arriscou para o gol. Crawford não contava com a genialidade de Killorn e nem viu o disco entrando.

Contudo, após sair na frente, a franquia de Tampa recuou, chamando o adversário. E essa não é uma boa tática contra os campeões de Chicago.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top