NFL

Xavien Howard assina contrato histórico com Miami Dolphins; veja mais transações

Xavien Howard, cornerback do Miami Dolphins

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Miami Dolphins mostrou que Xavien Howard é uma peça importantíssima do futuro da franquia e acertou um contrato histórico com o cornerback de cinco anos, com valor de US$ 76,5 milhões, sendo US$ 46 milhões garantidos.

O contrato, que torna Howard o cornerback mais bem pago da National Football League, prevê US$ 51 milhões ao jogador nos três primeiros anos do acordo.

Os detalhes financeiros do acordo foram apurados pelo jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

A renovação faz com que os Dolphins segurem a peça mais importante de sua defesa e ainda mostra que a organização, agora liderada pelo general manager Chris Grier, está disposta a soltar os dólares em cima de seus jovens jogadores no auge.

Atualmente com 25 anos de idade, Howard está vindo de sua primeira temporada como jogador selecionado ao Pro Bowl. Ele foi um dos líderes da NFL em interceptações no ano passado (ao lado de Damontae Kazee e Kyle Fuller), com sete. E isso em apenas 12 jogos disputados.

Nos últimos 17 jogos que disputou, o camisa 25 soma 11 interceptações, marca impressionante, e assim ele se estabeleceu como um dos cornerbacks que mais sabe buscar a bola.

As negociações entre os Dolphins e os agentes de Howard vinham rolando nos últimos meses e, agora, a franquia satisfaz os desejos de um dos jogadores mais respeitados em todo o elenco da equipe de Miami.

E, apesar da grande renovação, o Miami Dolphins ainda tem um enorme potencial para fazer grandes contratações em 2020, tanto na free agency quanto no draft.

O time tem 10 escolhas no draft do ano que vem (12, se considerar escolhas compensatórias projetadas) e pode ter perto de US$ 100 milhões de espaço no teto salarial para gastar no início do ano fiscal de 2020.

No final da temporada 2018, Howard disse que desejava ser o cornerback mais bem pago da NFL. Bem-vindo a este posto, campeão!

Howard se torna o jogador mais bem pago dos Dolphins e ultrapassa o cornerback Josh Norman, do Washington Redskins, que antes era o CB mais bem pago da liga. Ele assinou um contrato de cinco anos, com valor de US$ 75 milhões (US$ 36,5 milhões garantidos) em 2016.

Xavien Howard foi selecionado pelo Miami Dolphins na segunda rodada do draft de 2016, com a 38ª escolha geral, e soma 11 interceptações (uma retornada para touchdown), 31 passes defendidos, 123 tackles combinados, um fumble forçado e um sack em 35 partidas de temporada regular na carreira até agora.

Segundo o site especializado Pro Football Focus, Howard cedeu o menor passer rating aos QBs adversários (62.6) entre todos os cornerbacks da NFL na temporada passada.

É, ele realmente merece ser pago…

Confira mais transações na NFL nesta sexta (10):

– O veterano quarterback Derek Anderson informou ao Buffalo Bills que ele vai se aposentar, após 14 temporadas na National Football League. O anúncio foi feito pelo time de maneira oficial.

Anderson renovou com os Bills depois da temporada passada, mas ele disse ao general manager Brandon Beane antes do draft que não estava seguro sobre continuar atuando em 2019. O executivo da franquia confirmou que o QB está pendurando o capacete.

O veterano de 35 anos de idade serviu como um mentor para o jovem quarterback Josh Allen em 2018 e foi titular de forma emergencial quando Allen se lesionou durante o campeonato.

Anderson já parecia que ia se aposentar há um ano, mas então ele assinou com os Bills em outubro.

“Nós apreciamos o que ele fez. Ele entrou em uma situação difícil. Foi colocado em ação mais rápido do que esperávamos. Ele fez um bom trabalho”, disse Beane em nota oficial. “Obviamente, o que ele trouxe a Josh, eu acho que Josh será capaz de levar essas coisas com ele ao longo de sua carreira”, completou.

Anderson somou 20 vitórias e 29 derrotas como titular em sua carreira profissional, que incluiu passagens por Baltimore Ravens (2005), Cleveland Browns (2005 a 2009), Arizona Cardinals (2010), Carolina Panthers (2011 a 2017) e Bills (2018).

Ele acertou 54,3% de seus passes para 10.878 jardas, 60 touchdowns e 64 interceptações. Sua melhor temporada foi em 2007 com a camisa dos Browns, quando ele acertou 56,5% de seus passes para 3.787 jardas, 29 TDs e 19 INT.

– O linebacker Kendell Beckwith, do Tampa Bay Buccaneers, vai perder a temporada 2019 da NFL depois de ser colocado na lista de reservas/lesões não relacionadas ao futebol americano. E fontes disseram à jornalista Jenna Laine, da ‘ESPN’ norte-americana, nesta sexta que a lesão no tornozelo do atleta pode ameaçar a sequência de sua carreira.

Beckwith também perdeu a temporada passada como resultado de um tornozelo fraturado, contusão que ele sofreu em um acidente de carro em 2018.

– O New England Patriots adicionou mais um recebedor ao seu grupo e fechou com o wide receiver Dontrelle Inman, que assinou contrato de um ano, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Os detalhes financeiros não foram divulgados.

Atualmente com 30 anos de idade, Inman passou duas temporadas na Canadian Football League (CFL) em 2012 e 2013 antes de se juntar aos Chargers em 2014. A franquia californiana então trocou o wideout com o Chicago Bears em outubro de 2017 e ele jogou com a camisa do Indianapolis Colts em 2018.

Em sua carreira na NFL, Inman atuou em 58 jogos, sendo 34 como titular, totalizando 158 recepções para 2.101 jardas e 11 touchdowns. Sua melhor temporada foi em 2016, quando ele foi titular em todos os 16 jogos e teve os melhores números de sua carreira: 58 recepções para 810 jardas e quatro touchdowns.

– O Houston Texans anunciou duas movimentações nesta sexta, tendo colocado o linebacker Duke Ejiofor na injured reserve e dispensando o safety Mike Tyson. Ejiofor foi selecionado pelos Texans na sexta rodada do draft de 2018.

Comments
To Top