NFL

Com atuação tranquila, Wilson joga bem e comanda vitória dos Seahawks sobre os Cardinals

Imagem: Instagram/Reprodução

Não foi um duelo de dar gosto de se assistir, mas o Seattle Seahawks fez um jogo competente e bateu o apático Arizona Cardinals no TNF da semana 10 da NFL, nesta quinta-feira (9), por 22 a 16, no University of Phoenix Stadium, em Glendale.

Os Seahawks contaram com uma boa noite de Russell Wilson (22/32, 238 jardas, 2 TDs), enquanto os Cardinals tiveram em seu quarterback reservar Drew Stanton (24/47, 273, 1 TD) um jogo de muitos passes e poucos acertos.

A defesa do time visitante foi ferrenha durante o jogo, e uma das razões dos muitos passes errados por Arizona. Stanton passou demais no jogo, e grande parte das tentativas acabou comprometida pela boa marcação da secundária de Seattle—Chancellor, Sherman, Wright, McDougald, Coleman e Griffin somaram, ao todo, nove passes desviados durante o jogo.

Stanton, porém, não conseguiu comandar os Cardinals no ataque em praticamente nenhum momento do jogo. Até o último período, quando os Seahawks já venciam por 12 pontos, o quarterback estava abaixo dos 50% de aproveitamento no jogo aéreo, enquanto as tentativas terrestres da equipe da casa não engrenavam. Adrian Peterson, vindo de um belo jogo na última rodada, somente conseguiu 29 jardas em 21 carregadas, apenas cinco a menos do que o total da equipe na noite. Peterson também perdeu um fumble logo na primeira campanha ofensiva dos Cardinals no jogo.

Wilson, por outro lado, fez algumas das suas jogadas assinaturas durante o jogo, mantendo a bola viva até encontrar passes espíritas. Em um lance capital, o QB de Seattle praticamente selou o destino do jogo ao evitar o sack três vezes e encontrar Doug Baldwin (95 jardas) completamente livre no lado esquerdo do campo. O recebedor, líder do time em jardas aéreas, colocou os Seahawks dentro da redzone para, na sequência, Jimmy Graham (27 jardas, 2 TDs) receber o TD livre no meio da end zone.

Com vantagem tranquila no quarto período, Seattle passou a controlar o relógio, enquanto Arizona tentou correr atrás do prejuízo. Boa parte das jardas aéreas de Stanton vieram nas duas últimas campanhas do jogo—um turnover on downs e um touchdown com apenas 20 segundos a serem jogados.

A vitória coloca os Seahawks (6-3) em boa posição na disputada NFC, brigando pela liderança da divisão Oeste, ainda nas mãos do Los Angeles Rams (6-2). Richard Sherman, principal cornerback do time, porém, pode ter se lesionado de forma grave e estar fora da temporada. O jogador de secundária, assim que conseguiu levantar-se do gramado no lance em que se lesionou, saiu mancando de campo e foi vistobalbuciando para os companheiros que rompeu o tendão da Aquiles. Caso a lesão se confirme, o jogador perderá o restante da temporada, a segunda baixa da Legion of Boom já que Earl Thomas segue lesionado e fora de ação.

Os Cardinals (4-5), com a derrota, ficam em situação complicada. Sem Carson Palmer, a equipe tem dependido muito do jogo terrestre nos últimos jogos. E Adrian Peterson simplesmente não foi páreo para a defesa dos Seahawks nessa noite.

Na semana 11 da NFL, os Seahawks têm confronto marcado contra o Atlanta Falcons, em Seattle. Os Cardinals, que vêm alternando derrotas e vitórias na temporada, enfrentam o Houston Texans, no Texas.

Comments
To Top