NFL

Wide receiver Corey Coleman é citado em relatório policial

Corey Coleman, wide receiver dos Browns

(Crédito: Instagram/reprodução)

O nome de Corey Coleman, wide receiver do Cleveland Browns, foi incluído em um relatório policial que detalha um suposto assalto que aconteceu na região de Cleveland no início da manhã de 31 de dezembro, mas a polícia disse que ele não é suspeito e seu advogado disse que ele não estava presente na hora do incidente.

A franquia de Ohio disse que estava ciente do incidente e não fez nenhum comentário adicional.

“Meu cliente nega ter participado desse incidente”, disse Kevin Spellacy, advogado de Coleman, em comunicado. “Ele vai cooperar completamente com as autoridades e aguarda ansiosamente para limpar o seu nome”.

O incidente ocorreu no lobby do Pinnacle Condominius, em West Lakeside – onde Coleman vive –, e fez a vítima Adam Sapp ser hospitalizada com um tímpano rompido e uma concussão.

“Eu não vi o vídeo, então estou confiando em alguém que confio”, disse Spellacy. “Eles viram o vídeo, eles conhecem Corey e ele não estava no saguão ou no elevador quando isso aconteceu”.

O advogado ainda acrescentou que o wideout “negar ter feito algo errado”.

Coleman foi a escolha de primeira rodada dos Browns em 2016.

David Mulugheta, agente de Coleman, emitiu uma declaração dizendo: “Corey, embora ciente do incidente, nega as alegações que foram feitas e aguarda ansioso para limpar o seu nome”.

Segundo o relatório, Sapp e Nina Holman estavam andando em direção ao elevador quando quatro homens desceram do elevador. Os dois lados tiveram um confronto verbal e Sapp não se lembra do que ocorreu em seguida, mas o relato afirma que Holman disse que Coleman estava envolvido.

Comments
To Top