NFL

Washington Redskins escolhe Chase Young na segunda posição e persegue o casamento perfeito

Chase Young, pass rusher de Ohio State

(Crédito: Twitter/reprodução)

Para quem não entendeu, o título teve um trocadilho infame, já que “chase” em inglês é buscar, perseguir. E realmente acredito que o Washington Redskins tenha acertado em cheio ao escolher Chase Young com a segunda escolha geral do Draft NFL 2020.

Na minha visão, é um dos casamentos mais perfeitos neste ano.

Primeiro, vamos para o motivo mais ‘fofinho’. Young cresceu muito perto de Washington D.C. e fez colegial a poucos quilômetros do FedEx Field, casa dos Redskins. Seria uma espécie de De Volta para Minha Terra, mas sem Domingo Legal.

Agora, vamos ao restante dos fatores realmente importantes.

Primeiro: olha essa camisa curta com esse abdômen sarado (brincadeira, apesar de ser bem lascivo…)

Lá no final de dezembro, quando os Redskins acertaram a contratação de Ron Rivera, eu disse que a chegada do head coach significava muito para a franquia. E, sobretudo, para a defesa do time da capital dos Estados Unidos. Neste mesmo texto, eu citava Chase Young como uma escolha interessante para reforçar o front seven do time.

Rivera é uma mente defensiva brilhante. Ele ajudou a transformar a defesa do Carolina Panthers em um verdadeiro pesadelo para os oponentes por anos e foi o sistema defensivo que ajudou a franquia da Carolina do Norte a chegar ao Super Bowl na temporada 2015.

Nos Redskins, Rivera já tem nomes como Jonathan Allen, Montez Sweat e Daron Payne. Chase Young seria como adicionar uma bomba à linha defensiva.

O jovem de Ohio State chegaria aos Redskins para causar o mesmo impacto que Nick Bosa (San Francisco 49ers em 2019), Bradley Chubb (Denver Broncos em 2018), Myles Garrett (Cleveland Browns em 2017), Joey Bosa (San Diego Chargers em 2016) e DeForest Buckner (49ers em 2016) tiveram em suas equipes. Apenas para citar alguns exemplos de pass rushers selecionados lá em cima em anos recentes.

Young pode ser ainda melhor.

Ele é o melhor prospecto para o Draft NFL 2020. Ponto.

Defensor de elite, que chega para jogar para ontem e vai mudar o front seven dos Redskins. Dotado de um porte físico único, tem força e velocidade de primeira linha. Sabe ser um pass rusher dos melhores, com grande leque de armas para chegar até o quarterback adversário.

Ele é um touro em forma humana. Quer dizer, isso se ele for mesmo humano.

Young é aquele jogador que, se for um draft bust, 11 em cada 10 especialistas de futebol americano vão ficar chocados. Sem exagero. Apenas problemas com lesões ou algo do tipo podem parar esse cara.

Uma máquina de dar tackles e de somar sacks. Defensor atlético.

Ainda precisa melhorar um pouco na contenção do jogo terrestre, mas só um pouquinho.

Chega pronto à liga. E assim como falei para Joe Burrow: bem-vindo à National Football League, Chase Young!

Comments
To Top