NFL

T.J. Ward, dos Broncos, diz que defesa está perto de anos gloriosos; veja manchetes

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– T.J. Ward, do Denver Broncos, diz que defesa no time está perto de seus anos gloriosos: apesar de ter perdido nomes como Malik Jackson e Danny Trevathan, a franquia não pretende entregar os pontos para a próxima temporada. Para Cameron Wolfe , do ‘The Denver Post’, Ward revelou que a equipe defensive dos Broncos será melhor em 2016, citando a estratégia do time de fazer com que os jogadores consigam realizar mais interceptações, errem menos tackles e cometam menos erros ‘mentais’.

– Brian Schottenheimer, treinador dos quarterbacks no Indianapolis Colts, revela planos da franquia para Andrew Luck: astro do time desde 2012, quando foi draftado pelo time, o quarterback perdeu nove jogos da última temporada por lesão, além de ter tido 12 interceptações, mas os Colts confiam nele. “Não iremos mudar a forma como Andrew joga. Andrew irá jogar o jogo dele”, disse Schottenheimer.

– Sobre carreira na NFL, Tom Brady acredita em “qualidade em vez de quantidade”: apesar de querer jogar para o resto da vida, o quarterback do New England Patriots defende que é importante saber ouvir o próprio corpo. “Continue fazendo aquilo que você ama, mas é tratando seu corpo direito que você conseguirá [fazer o que quiser]”, disse o quarterback para a ‘ABC News’.

– Ben Jones, center do Tennessee Titans, se surpreendeu com Derrick Henry: recém-contratado pela franquia (até 2015 Jones jogava no Houston Texans, disse em entrevista que ficou chocado com o porte do running back, uma das escolhas de segunda rodada dos Titans no último draft, anos atrás, quando ele viu o atleta pela primeira vez. “Eu fiquei tipo ‘quem é esse linebacker?’”, contou o jogador sobre seu primeiro encontro com Henry, que ocorreu quando o irmão de Jones, Clay, era preparador físico em Alabama.

– Devon Still e sua filha fecham contrato para representarem marca atlética do Walmart: desde 2014, quando foi diagnosticada, a pequena Leah lutava contra uma leucemia e teve vários momentos de seu tratamento compartilhados pelo pai em suas redes sociais. Agora, os dois posarão juntos para a marca atlética do Walmart. Darren Rovell, da ‘ESPN’ americana, já divulgou até foto da campanha.

– Paul Worrilow, do Atlanta Falcons, revela que aprendeu a lidar melhor com tackles após treinar com lutador de MMA: líder da euipe por três vezes em tackles dados no decorrer da temporada, o linebacker dos Falcons disse que conseguiu praticar bastante em uma academia especializada em MMA. “Eu só cheguei e perguntei lá se alguém ali estaria disposto a treinar comigo”, contou Worrilow para a ‘ESPN’ americana.

– Rishard Matthews, wide receiver do Tennessee Titans, é só elogios para Marcus Mariota: draftado em 2015 pelo time, o quarterback já tem um fã entre seus colegas de time. “Ele é um grande líder”, disse Matthews em entrevista ao site oficial do time. “Ele está fazendo o que precisa para liderar a sua equipe”, continuou o recebedor.

– Ezekiel Elliot diz que se considera um “pateta” e que isso é uma coisa boa: draftado pelo Dallas Cowboys como quarta escolha geral em 2016, o running back revelou que fez loucuras para conseguir se enturmar com a equipe. “Eles me abraçaram meio que como um jogador honorário. Nós os chamados de ‘patetas’ em Ohio State”, disse o jogador.

– Bill Belichick, técnico do New England Patriots, sabe a posição perfeita para Tom Brady jogar lacrosse: como se não bastasse ser o grande astro dos Pats e, de quebra, queridinho da América, Tom Brady ainda pode se arrumar em outro esporte. “Coloque ele no gol. Não precisa se esquivar nem correr”, brincou Belichick, em entrevista à ‘Lacrosse Magazine’, referindo-se à velocidade de Brady, longe de ser o ponto forte do atleta.

Comments
To Top