NFL

Vikings chegam a acordo e reestruturam contrato de Adrian Peterson

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Depois de uma offseason muito conturbada para ambas as partes, Adrian Peterson e o Minnesota Vikings renovaram seus votos para uma parceria a longo prazo e, nesta terça-feira (21), a franquia anunciou que as duas partes concordaram em reestruturar os últimos três anos do contrato do jogador.

Segundo informações apuradas por Ian Rapoport, do NFL Media, o novo acordo do running back vale US$ 44 milhões por três anos. O salário de 2015 de Peterson, no valor de US$ 13 milhões, é completamente garantido. O salário de 2016, também de US$ 13 milhões, só será garantido se os Vikings exercerem um bônus de roster no terceiro dia do ano fiscal da liga. O acordo vai forçar a equipe a desembolsar US$ 18 milhões em 2017, com um salário-base de US$ 11,75 milhões além de um bônus de US$ 6 milhões.

Antes de o contrato ser reestruturado, o camisa 28, três vezes All-Pro na carreira, iria faturar salários-base de US$ 12,75 milhões, US$ 14,75 milhões e US$ 16,75 milhões nos próximos três anos.

“Esse acordo é uma vitória tanto para Adrian quanto para os Vikings e é um passo positivo rumo ao projeto de Adrian terminar sua carreira como um Minnesota Viking. Como sempre dissemos, Adrian é uma parte valiosa de nossa organização e esperamos contar com seu retorno aos campos”, declarou Rick Spielman, general manager dos Vikings, em nota oficial.

Adrian Peterson também se pronunciou sobre a reestruturação: “eu aprecio os Vikings por trabalharem juntos no contrato reestruturado, que proporciona segurança adicional para mim, mas também permite que eu tenha oportunidade de provar o meu valor para o time e dentro da NFL. Foi importante para mim continuar a minha carreira em Minnesota e mal posso esperar para estar em campo, na frente dos torcedores dos Vikings”.

Em fevereiro, Rapoport noticiou que Adrian Peterson estima ter perdido quase US$ 10 milhões entre patrocínios e salários na temporada passada, quando ficou afastado. Nesta offseason, quando ele se reapresentou à franquia, o running back enfatizou seu desejo de assegurar seu futuro na equipe. O novo contrato permite isso, além de proporcionar uma parte da grana perdida em 2014.

Vale citar que Peterson tem média de 98 jardas corridas por partida na NFL, sendo superado na história da National Football League apenas pelos Hall of Famers Jim Brown e Barry Sanders, que têm médias de 104,3 e 99,8 jardas neste quesito.

Comments
To Top