NFL

Tribunal federal nega pedido de liminar de emergência de Ezekiel Elliott

Ezekiel Elliott, running back do Dallas Cowboys

(Crédito: Instagram/reprodução)

A Corte de Apelações do Segundo Circuito dos Estados Unidos negou nesta quinta-feira (9) o pedido de Ezekiel Elliott e da NFL Players Association (NFLPA) de uma liminar de emergência no caso Elliott.

A determinação da corte permite que a National Football League reaplique a suspensão de seis jogos ao jogador, segundo Gabe Feldman, analista legal da ‘NFL Network’.

O running back do Dallas Cowboys deve começar a cumprir sua suspensão neste domingo (12), quando a equipe enfrenta o Atlanta Falcons, fora de casa. Caso ele não consiga nenhum outro tipo de recurso para congelar a suspensão, ele também deve perder os jogos contra Philadelphia Eagles, Los Angeles Chargers, Washington Redskins, New York Giants e Oakland Raiders, estando elegível para voltar a atuar no dia 24 de dezembro contra o Seattle Seahawks.

O Segundo Circuito negou o pedido depois de ouvir os argumentos orais tanto da NFLPA quando dos advogados da NFL durante uma audiência realizada em Nova York nesta quinta. Elliott marcou presença no tribunal. A decisão do painel de três juízes permite que a liga aplique a suspensão até que uma decisão seja tomada no caso da NFLPA, segundo Feldman.

A corte disse que a apelação será ouvida em uma audiência acelerada.

A NFLPA pode apelar da decisão desta quinta, mas as chances de sucesso são irrisórias. O sindicato dos jogadores pode buscar uma nova audiência com o painel completo de juízes – também conhecida como audiência en banc – junto ao Segundo Circuito. Contudo, as cortes de apelação raramente acatam pedidos de audiência com painel completo.

A NFLPA também tem a opção de pedir à Suprema Corte dos Estados Unidos para ouvir o caso, mas seria muito difícil que o tribunal de mais alta instância dos EUA aceite isso, como nota Gabe Feldman.

Já houve cinco audiências relacionadas ao caso desde o começo de setembro. Inicialmente, uma juíza de uma Corte Distrital dos Estados Unidos, no Texas, congelou a suspensão antes de ela ser reinstaurada pela Corte de Apelações do Quinto Circuito dos EUA. O processo então foi transferido para a Corte Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York. Uma juíza reinstaurou a elegibilidade de Elliott por dois jogos antes de outro juiz suspender Elliott novamente, levando o sindicato dos jogadores a apelar no Segundo Circuito.

Atualmente com 22 anos de idade, Elliott foi suspenso pela NFL em agosto depois que a liga determinou após investigação que ele teve vários confrontos físicos com sua então namorada no meio de 2016. Ele nunca foi indiciado criminalmente pelas autoridades de Columbus, Ohio, que investigaram as acusações.

O camisa 21 dos Cowboys disputou oito jogos na temporada 2017 até agora e correu 191 vezes para 783 jardas e sete touchdowns, além de ter feito 19 recepções para 210 jardas e dois TDs.

“Isso é maior do que uma suspensão, é maior do que futebol americano”, falou Elliott aos jornalistas na semana passada. “É eles tentando fazer algo que não sou. Não sou um abusador, esse não é quem sou. Isso é meu nome, minha reputação, algo com o qual terei que viver além do futebol americano. Então, todos os dias vale a pena lutar”, completou.

Comments
To Top