NFL

Tony Romo descarta volta à NFL: “como eu disse antes, acabou para mim”

Tony Romo, ex-quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Não adianta. A dúvida continuará a circular no ar mesmo após qualquer resposta que ele dê. Mas Tony Romo deixou claro mais uma vez que não pretende voltar a jogar na National Football League.

O ex-quarterback do Dallas Cowboys, que se aposentou nesta offseason, agora será comentarista de NFL na ‘CBS’ e ele está abraçando a nova fase de sua vida pós-futebol americano profissional. Porém, nesta quarta-feira (12), em participação no programa NFL Total Access, da ‘NFL Network’, o signal caller foi questionado sobre suas chances de voltar a atuar e brincou.

“Ah, sim, provavelmente uma boa chance. Vamos ver como isso se desenrola. Acho que vocês vão ver – estou brincando”, falou Romo, virando os olhos e dando risada. “Como eu disse antes, acabou para mim”, completou.

Wade Wilson, treinador de quarterbacks dos Cowboys, afirmou em maio que seria “divertido especular” sobre uma volta de Romo ao time de Dallas caso alguma coisa ruim, como uma lesão, ocorresse com o atual titular Dak Prescott.

Mas Romo afastou a ideia de um eventual retorno emergencial ao Dallas Cowboys em vez de continuar como comentarista de TV.

“Estou muito feliz e entusiasmado com a oportunidade que me foi apresentada. Eu tenho o técnico (e veterano narrador da CBS) Jim Nantz me ensinando todos os truques do negócio. Eu estarei atrás dele, mas estou melhorando rapidamente. Estou empolgado com isso. Me dá uma chance de competir e de melhorar. Eu sou apaixonado pelo esporte, espero ensinar um pouco e espero que seja um pouco divertido ao longo do caminho. Vai ser divertido”, ressaltou Tony Romo.

Tony Romo elogia Aaron Rodgers e Tom Brady

Mesmo após as declarações de Aaron Rodgers sobre estar entrando na metade final de sua carreira, Tony Romo acredita que o quarterback do Green Bay Packers pode ainda jogar por uns 10 anos ou mais.

“Eu acho que Aaron é um desses caras que é singularmente talentoso. É um jogador especial em nossa liga há um bom tempo. Ele pode ir até quando quiser”, falou Romo, durante a edição desta quarta do Total Access, da ‘NFL Network’. “Se ele ficar livre de lesões, ele pode estar na metade final, mas desde que ele queira continuar a tomar pancadas, ele poderá jogar até os 45 anos”, prosseguiu.

Em relação a Tom Brady, que também pretende jogar por mais alguns anos, Tony Romo acredita que, assim como Rodgers, o quarterback do New England Patriots também pode cumprir a missão se quiser.

“Quero dizer, ele (Rodgers) tem esse tipo de talento e habilidade. Uma coisa que acontece às vezes com quarterbacks quando eles chegam aos 40 é que suas pernas e seus braços começam a pesar um pouco. Você simplesmente não vê o mesmo efeito na bola. E um pouco disso é que eles simplesmente não querem tomar as mesmas pancadas que estavam acostumados a tomar. O corpo deles simplesmente não quer isso da forma como era antes”, observou. “Eu acho que o que acontece é que Tom Brady está meio que reformulando isso um pouco, e quase permitindo que ele, mentalmente, mude isso. Tom está lançando a bola bem como qualquer outro na NFL. Aaron será capaz de fazer a mesma coisa se quiser”, completou.

Comments
To Top