NFL

Tom Brady prefere não entrar em detalhes sobre sua lesão no joelho

Tom Brady, quarterback do New England Patriots

(Crédito: Twitter/reprodução)

O New England Patriots derrotou o Buffalo Bills por 24 a 12 e, graças a uma ajudinha de Nick Foles e do Philadelphia Eagles, o time de Foxborough segue na disputa por uma folga na primeira rodada dos playoffs. Entretanto, a atuação do ataque aéreo neste final de semana foi das piores em muitos anos nos Patriots.

O quarterback Tom Brady lançou para míseras 126 jardas e New England então teve que apostar no jogo terrestre para superar os Bills. Foram 47 corridas para 273 jardas, com o running back calouro Sony Michel liderando as ações com 116 jardas terrestres e um touchdown.

O jogo aéreo é motivo de muita preocupação.

As 126 jardas lançadas por Brady representaram a pior marca do camisa 12 em um jogo desde a semana 17 da temporada 2014, curiosamente também contra os Bills, quando o signal caller atuou apenas metade do jogo e lançou apenas 16 passes.

Neste domingo, Brady também foi preciso em apenas 54,2% de seus 24 lançamentos, sendo a terceira vez nesta temporada que o astro ficou abaixo da marca de 55% de passes completados.

Após o triunfo por 24 a 12, o técnico Bill Belichick notou que o jogo aéreo poderia ter sido melhor, mas preferiu não fazer nenhuma afirmação contundente sobre o rendimento ofensivo do time.

“Bem, eu acho que, no geral, nosso jogo de passe será melhor, poderia ser melhor, mas corremos bem com a bola e compensamos isso”, observou o head coach. “Alguns dias é o jogo de corrida, alguns dias é o jogo de passe. Vamos ver o que acontece na próxima semana, mas tenho muita confiança em nosso quarterback, nossos recebedores, nossa linha ofensiva, nossa proteção. Quando precisamos lançar, esperamos poder lançar se for necessário. Se precisarmos correr, esperamos poder correr”, completou Belichick.

Nesta segunda, em sua tradicional participação na rádio ‘WEEI’, Brady falou (segundo Mike Giardi, da ‘NFL Network’): “houve certamente algumas jogadas que poderíamos ter executado melhor”.

Em partes, o problema do ataque aéreo dos Patriots diz respeito ao problemático corpo de recebedores. Josh Gordon está suspenso e o tight end Rob Gronkowski vem atuando bem abaixo do rendimento. Assim, há poucas opções de receivers que podem realmente se desmarcar.

Além disso, Brady está lidando com um problema no joelho esquerdo e o QB claramente não está sendo ele mesmo.

Apesar de todos os sinais estarem mostrando o contrário, Brady insistiu nesta segunda que ele se sente “ótimo”. O camisa 12 não entrou em detalhes ao ser perguntado especificamente se está lidando com uma entorse no ligamento colateral medial.

“Eu não estou entrando em detalhes sobre lesões. Simplesmente não faz sentido. (…) É futebol americano. Há muitos caras lidando com muitas coisas”, ressaltou Brady, segundo Ryan Hannable da ‘WEEI’.

Comments
To Top