NFL

Tom Brady nos Buccaneers: pera aí, o que?

Tom Brady, quarterback do New England Patriots

Eu nunca acreditei que isso pudesse acontecer. Não só “nunca”. Nesta tarde, gravando o podcast, eu não acreditei que isso iria acontecer, mesmo que Brady estivesse no mercado e Tampa sempre foi citado como interessado.

Até dediquei mais tempo a pensar como seria Tom Brady no Dallas Cowboys do que ele jogando em Tampa, entrando no Raymond James Stadium enquanto a torcida vai à loucura.

Não estamos falando da maior franquia da NFL. Não estamos falando de um grande mercado. A ESPN foi ácida quando colocou na primeira matéria confirmando essa bomba que Brady pode perder seus próximos 283 jogos como titular e mesmo assim ter um career record melhor que a franquia que ele vai jogar.

Os Bucs são de 1976. Desde lá teve seis vitórias na pós-temporada, três delas em 2002, quando venceram o Super Bowl. Tom Brady sozinho tem cinco vezes mais vitórias nos playoffs, sendo que entrou na liga 23 anos depois que Tampa.

O que é que está acontecendo com o mundo em 2020?

Outro dia eu escrevo sobre como ele vai jogar contra Drew Brees duas vezes. Como Bruce Arians, que lançou um livro sobre sua relação com QBs incríveis, vai colocar Tom Brady na lista que tinha Peyton Manning, Big Ben, Andrew Luck e Jam… deixa pra lá. Sobre como Mike Evans deve ser o homem mais feliz do mundo neste momento.

Agora eu estou em choque.

 

Comments
To Top