NFL

Tom Brady nega clima interno ruim no New England Patriots

Tom Brady, quarterback do New England Patriots

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback Tom Brady, astro do New England Patriots, disse neste sábado (6) que ele não vê uma diferença no ambiente de trabalho entre ele, o técnico Bill Belichick e os demais membros do time antes do início da campanha da equipe nos playoffs.

“Eu vejo isso como vi nos últimos 18 anos: estamos todos lá para fazer um trabalho, e esse é sair para fazer o nosso melhor e ajudar o time a vencer”, declarou Brady em sua entrevista semanal na rádio ‘Westwood One’, que foi ao ar na noite deste sábado. “Isso tem sido muito consistente aqui. Tem sido uma grande razão pela qual nosso time tem tido tanto sucesso, e não vejo nada diferente entrando nesta semana”, prosseguiu o astro.

Na última sexta, a ‘ESPN’ norte-americana publicou uma reportagem detalhando uma tensão dentro da franquia de Foxborough, especificamente envolvendo Brady, Belichick e o proprietário Robert Kraft.

Questionado se há algum tipo diferente de tensão na equipe entrando nesta semana, Brady foi enfático.

“Eu não acho. Acho que, de muitas maneiras, a adversidade que nosso time enfrentou ao longo dos anos só nos fortalece. Tudo é uma ótima oportunidade e temos uma grande oportunidade como time”, frisou. “Nós trabalhamos muito para chegar a esse ponto: ser 13-3, ter a melhor campanha e ter a semana de folga é uma coisa muito difícil de fazer. Então, permitir que qualquer coisa interfira nisso e todo o trabalho duro que todos colocaram nisso e o que conseguimos, tirar isso, seria muito lamentável se deixássemos essa oportunidade escapar”, observou.

O signal caller de 40 anos de idade foi perguntado se ele acha que os Patriots podem ficar rachados.

“Não acho. Só se a gente deixar. Acho que por tanto tempo provamos que ignoramos o barulho, fazemos nosso trabalho, falamos por nós mesmos, e focamos no que precisamos fazer para ajudar o time a vencer”, ressaltou.

Brady admitiu estar ciente das recentes reportagens e, questionado se elas podem ser uma distração, o quarterback dos Patriots deu a sua visão.

“Juntamente com vitórias e grande sucesso vêm muitas coisas. Acho que por muito tempo fizemos um excelente trabalho de ganhar jogos, e isso força as pessoas a serem criativas com o que falam, as coisas que escrever e as coisas que podem especular. Diagnosticar jogadas de futebol americano não atrai a atenção que algumas dessas coisas podem”, falou. “Então, especulando sobre relacionamentos ou quais são meus sentimentos em relação ao meu time, minha organização ou meus jogadores e treinadores, só posso falar por mim. E, de verdade, meus relacionamentos com todos com quem lido, sinto que são tão positivos. Pensar de forma diferente é um absurdo completo. Então, eu amo o fato de estarmos onde estamos como time. Quero que meu foco e energia estejam onde precisam estar, que é no maior jogo do ano. É isso que eu sei que vou realizar pessoalmente, e sei que também será um grande objetivo para nosso time nesta semana também”, continuou.

Brady também foi perguntado sobre seu relacionamento com Kraft e Belichick.

“Eu caracterizo meu relacionamento com o Sr. Kraft basicamente da mesma maneira. Ele é uma grande pessoa, cara. Ele tem sido como um segundo pai para mim de várias maneiras. Eu tenho um grande relacionamento com o Coach Belichick. Trabalhamos juntos por 18 anos. Não tem nenhum técnico para o qual eu preferiria jogar, e eu amei minha experiência aqui. Eu certamente não poderia ser o jogador que sou hoje sem jogar para um treinador tão excelente. Então, vejo essas coisas como todas positivas. Muitas pessoas (…) isso obviamente não vende muitos jornais, mas, para mim, eu tenho tanta gratidão pelo meu tempo aqui, e amei minha experiência. Continuo a amar minha experiência”, explicou.

Brady foi perguntado neste sábado se pretende terminar sua carreira em New England e respondeu que, como ele disse semanas atrás, ele sempre quer ser um Patriot.

“Bem, neste aspecto, eu não mudei de maneira alguma, então sei que carreiras mudam. Eles mudam de lugar. Grandes jogadores mudam, treinadores mudam, donos mudam, é como é. Então, sabe, acho que há uma humildade em entender que não é maior do que nada disso, e eu acredito que certamente não sou. E, você sabe, eu amo este time, amo esta organização, e espero que possamos ir lá e deixar todo mundo orgulhoso de terminar a temporada da maneira certa”, finalizou, em entrevista à ‘Westwood One’.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top