NFL

Tom Brady e Bill Belichick escrevem carta pró Ty Law e Richard Seymour no Hall da Fama

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Pro Football Hall of Fame irá anunciar seus novos integrantes no próximo sábado e, se depender do apoio que receberam, o cornerback Ty Law e o defensive lineman Richard Seymour – ambos entre os 15 finalistas – estão em boa posição para conseguir uma vaga na classe de 2019. Isso porque Tom Brady e Bill Belichick, quarterback e head coach do New England Patriots e futuros Hall of Famers, enviaram uma carta ao comitê de seleção a favor deles.

Durante sua carta, o camisa 12 destacou como Law o ajudou em seu começo de carreira. “Olhando para trás, percebo quão sortudo eu era por ter desafiado todo dia para um dos melhores cornerbacks que jogaram esse esporte. Isso me ajudou a trabalhar mais duro para me tornar bem-sucedido nessa liga e, em última instância, me preparar para ser o jogador que sou hoje”.

Brady ainda notou que Law era único por seu estilo de jogo físico, “um tackler persistente e um dos melhores defensores do bump and run” que sempre quis enfrentar os melhores recebedores do adversário. Ele também comentou como o defensive back foi vem na final da AFC da temporada regular de 2003, quando marcou Marvin Harrison, do Indianapolis Colts, e teve três recepções em sua provável melhor partida da carreira. Posteriormente os Patriots venceriam o Super Bowl XXXVI.

Law, que está entre os finalistas pelo terceiro ano, terminou sua carreira com 53 interceptações em 2003 jogos por Jets, Chifs, Broncos e Patriots.

Por sua vez, Seymour, que chega pela primeira vez ao grupo dos finalistas, passou grande parte da sua carreira na equipe de Massachusetts antes de ir aos Raiders. Ele se aposentou com 164 partidas, totalizando 57,5 sacks, 91 tackles para perda de jogar, 39 passes desviados e 496 tackles. Apesar disso, seu impacto não pode ser medido, segundo Bill Belichick.

“Richard Seymour e Vince Wilfork foram os melhores defensive lineman que eu treinei. Richard tem uma rara combinação de tamanho, velocidade, força e atleticismo. Ele é um jogador inteligente que entende os planos de jogo e ajustes em campo. Seu tamanho, força e agilidade permitiam ele encarar qualquer jogador de linha ofensiva de forma ofensiva. Seu jeito físico e variedade mental, assim como habilidade de multiplicar suas técnicas, fez ele dominar tanto por dentro como por fora”.

Comments
To Top