NFL

Tom Benson resolve ação judicial sobre herdeiros dos Saints e dos Pelicans

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Ao que tudo indica, a disputa pelo comando do New Orleans Saints e do New Orleans Pelicans, times da NFL e da NBA da cidade do estado americano da Louisiana, pode ter um fim favorável a Tom Benson, atual proprietário das duas franquias. Em uma batalha judicial contra a filha e os netos, que querem antecipar a herança alegando que o empresário é incapaz de administrar os times, Benson estaria no caminho de um acordo para resolver a questão.

Nesta sexta-feira (17), Tom Benson fez um acordo no processo de relação de confiança da família, antes de o assunto ser julgado daqui a três dias (na segunda-feira). De acordo com um comunicado liberado pelo New Orleans Saints, os termos do acordo serão mantidos confidenciais, mas sabe-se que a intenção do proprietário é transformar Gayle, sua esposa, em sua sucessora na administração dos Saints e dos Pelicans.

Caso a medida dê certo, isso significa ainda que Tom Benson não terá de testemunhar em tribunal aberto na próxima semana e que os registros financeiros de ambas as franquias permanecerão sigilosos, mesmo após um juiz ter negado o pedido para manter os dados confidenciais.

“As partes informaram à National Football League e à National Basketball Association dos termos relacionados com o quadro do acordo”, diz a declaração liberada pelos Saints. “Operações para todas as propriedades de negócios Tom Benson, incluindo o New Orleans Saints, o New Orleans Pelicans, WVUE-FOX 8, concessionárias de automóveis e Benson Tower permanecem funcionando normalmente”, continua o texto.

Aos 88 anos de idade, Tom Benson enfrenta seus antes herdeiros legais na Justiça desde janeiro de 2015, quando anunciou que desejava removê-los como seus sucessores na presidência dos Pelicans e dos Saints. Na época, ele foi autorizado a substituí-los por pessoas de igual valor, o que foi contestado pela filha de Tom Benson Renee LeBlanc e os netos Rita e Ryan.

Os fideicomissários que eram responsáveis pelos fundos contestaram inicialmente as pessoas de igual valor na mudança, mas nesta sexta-feira eles divulgaram um comunicado aprovando o acerto.

“Estamos satisfeitos que um acordo foi alcançado e que estar questões importantes estão perto de uma solução amigável. Como fideicomissários, nossos objetivos o tempo todo foram proteger a integridade das relações de confiança e assegurar ao público que os Saints e os Pelicans continuarão a chamar Nova Orleans de casa. Estamos ansiosos para comemorar um acordo final em consulta com as ligas”, falaram os ‘trustees’.

Tanto a NFL quanto a NBA ainda terão que aprovar o plano revisado de sucessão de Tom Benson, embora não haja mais obstáculos legais que devem impedir isso.

Comments
To Top