NFL

Texans têm sábado agitado e adquirem Laremy Tunsil e Kenny Stills; veja mais transações

Laremy Tunsil, offensive lineman do Miami Dolphins

Em meio aos cortes para finalizar os elencos de 53 jogadores ao redor da NFL, o Houston Texans teve um sábado (31) agitado em termos de negociações. E a equipe texana está finalizando uma troca com o Miami Dolphins para adquirir o left tackle Laremy Tunsil e o wide receiver Kenny Stills.

A informação foi confirmada pela ‘NFL Network’ e pela ‘ESPN’ norte-americana.

Os Texans estão enviando a Miami um pacote que inclui duas escolhas de primeira rodada e uma de segunda rodada de draft como compensação pelos jogadores. E, assim, a franquia da Flórida segue acumulando escolhas de draft.

Por enquanto, os Dolphins devem ter duas escolhas em cada uma das três primeiras rodadas do draft de 2020. O general manager Chris Grier tornou uma prioridade acumular escolhas em 2020 e 2021, enquanto o time se reformula, agora sob o comando do head coach Brian Flores.

Ainda de acordo com o podcast RapSheet + Friends, do jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, os Dolphins tão estão recebendo o special teamer John Bademosi e o offensive lineman Julian Davenport no acordo, enquanto os Texans pegam escolhas de quarta e sexta rodadas de draft.

Tunsil, que foi selecionado na primeira rodada do draft de 2016 pelos Dolphins, com a 13ª escolha geral, foi titular em 44 jogos desde então. O offensive tackle foi uma das peças mais importantes do ataque de Miami desde que foi selecionado e está vindo de uma grande temporada 2018, sendo considerado um dos melhores left tackles jovens de todo o futebol americano.

Deshaun Watson, quarterback dos Texans, certamente deve estar feliz com um grande reforço para uma das posições mais importantes de sua linha ofensiva. No ano passado, o time de Houston cedeu 62 sacks, maior marca por um time que se classificou aos playoffs desde o Detroit Lions de 1999.

Já Stills se junta a um ataque já muito dinâmico liderado por Watson e pelo excepcional wide receiver DeAndre Hopkins.

Stills passou os primeiros dois anos de sua carreira no New Orleans Saints, antes de atuar com a camisa dos Dolphins nas últimas quatro temporadas, período durante o qual ele totalizou 2.566 jardas e 24 touchdowns.

E o sábado esteve longe de parar por aí para os Texans.

A equipe também trocou o pass rusher Jadeveon Clowney com o Seattle Seahawks, depois que o defensor assinou sua franchise tag, após um longo boicote, o que o permitiu ser trocado.

Em troca por Clowney, os Texans estão recebendo uma escolha de terceira rodada do draft de 2020, o defensive end/outside linebacker Barkevious Mingo e o linebacker Jacob Martin, como confirmou a ‘ESPN’.

Atualmente com 26 anos, Clowney foi nomeado para seu terceiro Pro Bowl na temporada passada, fechando 2018 com 47 tackles, nove sacks, um fumble forçado e um fumble recuperado.

Parou por aí com os Texans? Que nada!

A equipe ainda adquiriu o running back Carlos Hyde com o Kansas City Chiefs, em uma troca pelo guard Martinas Rankin. Em outra troca, o time do Texas ainda adquiriu o cornerback Keion Crossen do New England Patriots.

Confira mais transações importantes neste sábado (31) quente ao redor da NFL:

– Em meio à sua disputa contratual com o Los Angeles Chargers, o running back Melvin Gordon recebeu permissão para buscar uma troca. A equipe concedeu o pedido que havia sido feito pelos representantes do atleta. A ‘NFL Network’ foi a primeira a noticiar.

Gordon não se apresentou para o começo do training camp, no final de julho, dizendo aos Chargers, através de seus representantes, que se ele não recebesse um novo acordo, ele permaneceria afastado e exigiria uma troca.

Melvin Gordon deseja um contrato que o torne um dos RBs mais bem pagos da National Football League, ao lado de nomes como Todd Gurley, David Johnson e Le’Veon Bell, que faturam uma média de US$ 13 milhões a US$ 14 milhões anualmente.

Os Chargers chegaram a oferecer um novo contrato que dobra seu salário, levando para cerca de US$ 10 milhões por ano, mas o running back não gostou do acordo.

– O Atlanta Falcons está trazendo de volta o kicker Matt Bryant sob contrato de um ano de duração, depois de cortá-lo em fevereiro.

“Estou pronto para ir atrás de um anel”, falou o kicker à ‘ESPN’.

Atualmente com 44 anos de idade, Bryant treinou com o time na sexta e disse que a atividade “foi boa”.

Os Falcons, que dispensaram Bryant para manter Giorgio Tavecchio, voltaram a repensar a situação na posição de kicker depois que o italiano perdeu quatro field goals em quatro jogos de pré-temporada. A equipe também havia contratado Blair Walsh, mas ele perdeu quatro jogos no treino e teve um bloqueado na partida contra o Jacksonville Jaguars, a última da preseason.

– O Jacksonville Jaguars fechou uma extensão de contrato de quatro anos, com valor de US$ 57 milhões, com o linebacker Myles Jack. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, que apurou os detalhes do acordo, o contrato contém US$ 33 milhões em garantias.

O pacto torna Jack o terceiro linebacker mais bem pago da NFL atrás apenas de Bobby Wagner (Seattle Seahawks) e C.J. Mosley (do New York Jets). E Jack é o mais bem pago entre os que ainda não foram selecionados a um Pro Bowl.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2016, Myles Jack se tornou uma máquina de tackles no miolo da defesa dos Jags, somando 197 tackles nas últimas duas temporadas com 4,5 sacks, quatro passes defendidos e uma interceptação.

– O Tennessee Titans trocou o wide receiver Taywan Taylor com o Cleveland Browns por uma escolha de draft de 2020. O wideout, selecionado na terceira rodada do draft de 2017, somou 37 recepções para 466 jardas e um touchdown.

Comments
To Top