NFL

Terrance Williams lamenta gafe gigante na derrota para o New York Giants

Terrance Williams, wide receiver do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Dallas Cowboys sofreu uma dolorosa derrota por 20 a 19 para o arquirrival New York Giants. E o revés se deu em grande parte devido a uma gafe gigante cometida por Terrance Williams nos minutos finais do confronto deste domingo (11).

Em uma situação de terceira descida para 10 jardas da linha de 46 jardas do campo do Dallas Cowboys, com 12 segundos restando no cronômetro, o wide receiver da franquia texana recebeu um passe do lado direito e, em vez de sair pela lateral do campo para parar o relógio, ele cortou para dentro do campo e ganhou mais cinco jardas. O erro crasso custou os segundos finais para os Cowboys, que não tiveram tempo de se alinhar para fazer o ‘spike’ e parar o cronômetro.

Williams, que sabia o que precisava fazer mas acabou errando na hora do lance, lamentou a pane mental que teve durante o jogo.

“Eu não sei, eu estava apenas fazendo o meu melhor para colocar a equipe em uma posição para chutar o field goal. Obviamente, eu deveria apenas ter seguido as regras e saído de campo”, lamentou o atleta, após a partida. “Todo o propósito de eu ter cortado para dentro era conseguir mais jardas. No huddle, era já uma terceira para 13 (sic). Em minha cabeça, eu estava tentando conseguir a primeira descida e pular para fora do campo – apenas não saiu como planejado. Eu estava plenamente consciente sobre o tempo. Foi algo que eu estava apenas pensando. Agora que tenho um tempo para sentar e pensar sobre isso, eu deveria apenas ter saído pela lateral”, prosseguiu.

O camisa 83 ficou visivelmente frustrado com o erro. Enquanto o New York Giants entrava em campo para comemorar a vitória, Terrance Williams ficou caído de joelhos, com a cabeça baixa e com o recebedor olhando para o chão por alguns segundos. O wide receiver Dez Bryant, companheiro de equipe de Williams, então chegou perto da orelha do jogador e sussurrou algo. O técnico Jason Garrett deu um tapinha no ombro do atleta de 26 anos de idade enquanto andava na direção do meio de campo para cumprimentar Ben McAdoo, técnico dos Giants.

“O que ele precisava fazer era simplesmente correr para fora do campo. É uma situação bastante treinada. Nós estivemos muitas vezes nesta situação e o instinto dele o levou a cortar para dentro. Obviamente, sem pedidos de tempo com 12 segundos remanescentes, ele precisa agarrar aquela bola e, imediatamente, sair de campo. Nós iríamos avaliar a situação de lá para saber se iríamos chutar de lá ou então tentar chegar um pouco mais perto”, falou Garrett.

No final, Terrance Williams fechou o jogo com três recepções para 34 jardas, mas o que marcou sua atuação foi a gafe. Apesar disso, ele ressaltou que contou com o apoio de seus parceiros de Cowboys.

“Os treinadores ainda estão comigo. Eu deveria apenas ter seguido o procedimento e saído do campo. Os jogadores e treinadores ainda estão me apoiando 110%. É apenas algo que eu deveria ter seguido as regras”, observou. “É sempre bom quando você tem um grande grupo de caras que virão em sua ajuda e vão levantá-lo quando você estiver para baixo. Eles conversaram comigo e me mantiveram calmo. Ainda é uma decisão ruim para mim, mas é uma daquelas coisas que aconteceram no calor do momento. Olhando para trás, eu nunca vou fazer isso novamente”, frisou.

O linebacker Sean Lee, um dos líderes do elenco, afirmou que Williams fez grandes jogadas pelo Dallas Cowboys no passado e que vai fazê-las no futuro, enquanto que Dez Bryant disse ter falado para Williams manter sua cabeça erguida.

Apesar de outros erros durante a partida que levaram à derrota, será a decisão de Terrance Williams que ficará marcada na derrota para os Giants. E os torcedores, é claro, estão culpando o camisa 83 pelo resultado negativo.

“Isso não me incomoda. Estou acostumado com as pessoas me culpando de qualquer maneira. Não é algo novo. Eu sei o tipo de cara que sou. Eu sei o quanto eu trabalho, e ouvir pessoas diferentes falando de mim não vai me incomodar, porque no final das contas ainda estou aqui fazendo o meu trabalho e estou tentando dar o meu melhor para colocar meu time na melhor posição para ganhar”, declarou. “Então, eu não posso continuar prestando atenção no que as pessoas dizem, porque elas vão falar sobre mim de qualquer forma. Eu apenas foco no que meus treinadores e companheiros de equipe dizem. O resto das pessoas não têm nada a dizer para mim”, finalizou o wide receiver.

Comments
To Top