NFL

Tentando deixar opção sexual de lado, Michael Sam deseja ser visto como “jogador de futebol americano”

(Crédito: Reprodução/NFL.com)

(Crédito: Reprodução/NFL.com)

Buscando tornar-se o primeiro jogador assumidamente gay a atuar na NFL, o defensive end Michael Sam falou com a imprensa neste sábado, em Indianapolis, sede do Scouting Combine e frisou que pretende ser reconhecido por seus méritos esportivos, e não por sua orientação sexual.

“Bem, eu gostaria que vocês somente dissessem: ‘Ei, Michael Sam, como está indo o futebol americano?’. Eu amaria dar uma resposta a essa pergunta. Mas é o que é. Eu só quero que vocês me vejam como Michael Sam, o jogador de futebol americano, em vez de Michael Sam, o jogador gay de futebol americano”, disse o ex-defensive end de Missouri.

E o jogador falou de outros assuntos importantes na coletiva e não fugiu das respostas. Ao ser questionado sobre se acredita que sua orientação sexual vai afetar no draft, Michael Sam frisou que não é um dirigente para saber.

“Eu não sou um general manager. Não tenho controle em relação à minha condição no draft. Só o que posso controlar é me preparar para buscar as melhores pontuações (no combine)”, declarou.

O jogador de linha defensiva também falou sobre o clima nos vestiários que conheceu ao longo de sua carreira.

“Estive em vestiários nos quais todos os tipos de xingamentos foram pronunciados. Não acho que as pessoas levem a sério. É um pouco ingênuo e pouco educado, mas conforme o tempo passa, todos se adaptam”, exaltou.

Por fim, Michael Sam, ao ser questionado sobre a possibilidade de se sentir um pioneiro, foi direto: “me sinto como Michael Sam”.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top