NFL

Tampa Bay Buccaneers estende contrato do general manager Jason Licht até 2019

Jason Licht, general manager do Tampa Bay Buccaneers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Tampa Bay Buccaneers acertou uma extensão de contrato de um ano de duração com o general manager Jason Licht, o que deixa o profissional com vínculo com a organização até a temporada 2019 da National Football League.

A informação foi noticiada em primeira mão pelo site ‘JoeBucsFan.com’ e foi confirmada pela jornalista Jenna Laine, da ‘ESPN’ norte-americana.

Com Licht no comando das operações de futebol americano, os Bucs somam 22 vitórias e 42 derrotas até agora.

No início da temporada regular de 2018, o time terá que lidar com a suspensão de três jogos imposta pela liga ao quarterback Jameis Winston, o que tornará a vida da organização da Flórida mais complicada na reta inicial do campeonato.

Em março, durante o encontro anual de proprietários da NFL, Joel Glazer, copresidente dos Buccaneers, mencionou as escolhas de Licht no draft como motivos para otimismo.

“Eu acho que sempre o melhor sinal é quando você seleciona um cara no draft e renova com ele, quando você está renovando com seus próprios jogadores – esse é um bom sinal de que você está draftando bem. Mike Evans, Cameron Brate, alguns outros caras chegando que vamos querer manter – isso mostra a você que (há) um bom núcleo junto. É isso que você quer”, frisou o mandatário.

A melhor temporada dos Bucs com Licht no cargo foi há dois anos, quando Tampa Bay terminou com nove vitórias e sete derrotas sob o comando do técnico Dirk Koetter, então em seu primeiro ano como head coach. Foi a primeira temporada positiva que os Buccaneers tiveram desde 2010.

Os Bucs não se classificam aos playoffs desde a temporada 2007.

A offseason deste ano foi bastante movimentada para Licht, que acertou uma extensão de contrato de cinco anos com o wide receiver Mike Evans, além de uma extensão de seis anos com o tight end Cameron Brate. O GM também trouxe de volta o cornerback Brent Grimes e o quarterback Ryan Fitzpatrick sob contratos de um ano de duração.

Jason Licht não parou por aí, também acertando troca para trazer o defensive end Jason Pierre-Paul, e contratando o defensive tackle Beau Allen, o defensive end Vinny Curry, o defensive tackle Mitch Unrein, o center Ryan Jensen e o kicker Chandler Catanzaro.

Como general manager, Tampa Bay selecionou jogadores no draft que hoje são titulares, tais como Evans, Winston, o tackle Donovan Smith, o guard Ali Marpet, os linebackers Kwon Alexander e Kendell Beckwith, e o cornerback Vernon Hargreaves III.

Há que se destacar também algumas decisões erradas tomadas por Licht, entre elas a contratação de free agents como Michael Johnson, Anthony Collins e Bruce Carter, todos dispensados após apenas uma temporada mesmo depois de fecharem contratos de vários anos com a franquia.

Vale lembrar que Jason Licht também foi o responsável por acertar uma troca para subir no draft e selecionar o kicker Roberto Aguayo em 2016. O kicker teve muitas dificuldades em seu primeiro ano na NFL, acertando apenas 22 chutes de 31, e foi dispensado no ano seguinte.

Comments
To Top