NFL

Tampa Bay Buccaneers está dispensando Gerald McCoy após nove temporadas

Gerald McCoy, defensive tackle do Tampa Bay Buccaneers

(Crédito: Twitter/reprodução)

Uma bomba na noite desta segunda-feira (20). E é uma daquelas capazes de agitar o mercado. O Tampa Bay Buccaneers resolveu se livrar do membro mais antigo (e um dos mais importantes) de sua defesa e está dispensando o defensive tackle Gerald McCoy, após nove temporadas do jogador com a franquia.

A informação foi apurada em primeira mão pelo jornalista Rick Stroud, do jornal ‘Tampa Bay Times’, e confirmada pelo jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A franquia confirmou a dispensa de maneira oficial pouco depois.

O defensive lineman de 31 anos de idade tinha três anos remanescentes em seu contrato com a organização da Flórida e ainda tinha US$ 39 milhões para faturar antes do seu corte. Mas nada disso vai ‘pesar’ no salary cap dos Buccaneers.

Mas o que essa dispensa significa? Absolutamente tudo.

McCoy entrou na National Football League em 2010, ao ser selecionado pelos Buccaneers com a terceira escolha geral do draft, e desde então se tornou uma força no interior da linha defensiva do time de Tampa.

Ele somou 54,5 sacks em nove temporadas com os Bucs, número bom para um defensive tackle, e também totalizou 297 tackles combinados, seis fumbles forçados e 21 passes desviados em 123 jogos de temporada regular.

Desde a contratação de Bruce Arians como novo head coach, no começo deste ano, o futuro de McCoy na franquia ficou cercado de nuvens escuras.

Arians sempre deixou implícito em seu discurso público que McCoy não tinha vaga garantida no elenco e a notícia da dispensa mostra que o novo comandante dos Bucs não estava nada afeito à ideia de contar com o camisa 93.

E um jogador deste calibre ficando à disposição no mercado é algo capaz de abalar as estruturas.

Agora, 11 em cada 10 times que estão precisando de ajuda no interior da linha defensiva terão um alvo claro na free agency. E McCoy ainda está com 31 anos de idade, ou seja, ele ainda tem lenha para queimar.

McCoy disputou pelo menos 13 jogos por temporada desde 2012 e só teve uma temporada mais curta em 2011, quando disputou apenas seis compromissos dos Bucs devido às lesões. Naquele ano, ele rompeu o bíceps direito e foi colocado na injured reserve em dezembro.

Em sua carreira, o DT foi selecionado ao Pro Bowl por seis anos consecutivos e também foi três vezes para o primeiro time All-Pro.

Na minha opinião, esse foi um dos maiores erros que os Buccaneers poderiam cometer. Eles se livram de um jogador que ainda está produzindo e que raramente perde muitos jogos por problemas físicos.

McCoy é um verdadeiro tanque de guerra. Um jogador de porte físico invejável (1,93m e mais de 130kg) e com uma fome para conter running backs e quarterbacks.

Um jogador que costuma trabalhar duro e que mostrou nesta offseason que está trabalhando por conta própria, mesmo afastado do time devido aos problemas em relação ao seu futuro na organização.

Agora, os outros 31 times da NFL estarão de olho em um dos profissionais mais reconhecidos da liga.

E ele não demorará muito a encontrar uma nova casa. Como deve ser.

Comments
To Top