NFL

Super Bowl LIV Opening Night: as melhores declarações de Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers

Patrick Mahomes e Jimmy Garoppolo no Super Bowl LIV Opening Night

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Super Bowl LIV começou! Bem, quase isso. O jogo só será neste próximo domingo (2), no Hard Rock Stadium, em Miami, na Flórida. Mas a Super Bowl LIV Opening Night já rolou.

Na segunda-feira que abre a semana do Super Bowl, é tradicional que os jogadores e treinadores dos times finalistas se reúnam para conversar com a imprensa. E foi isso que Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers fizeram.

Desta vez, o evento não foi no estádio da decisão. Em vez do Hard Rock Stadium, a Opening Night foi realizada no Marlins Park, estádio do Miami Marlins, time da Major League Baseball (MLB).

E, para você que deseja ver o que rolou na Super Bowl LIV Opening Night, o Quinto Quarto preparou este compilado com algumas das melhores frases e momentos mais legais da noite.

Vamos lá?

Relembrando Kobe Bryant

Como não poderia deixar de ser, o astro Kobe Bryant foi um dos principais assuntos da noite. Isto depois do trágico falecimento do ídolo do Los Angeles Lakers aos 41 anos de idade, em um acidente de helicóptero que também vitimou sua filha Gianna e outras sete pessoas.

Logo no começo da Super Bowl LIV Opening Night, houve um momento de silêncio em homenagem a Bryant. Uma foto de um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos foi colocada no telão.

Homenagem a Kobe Bryant no painel durante o Super Bowl LIV Opening Night

(Crédito: Twitter/reprodução)

E, aqui, vamos trazer algumas das melhores declarações sobre Kobe na noite…

Patrick Mahomes, quarterback dos Chiefs: “Não tive a sorte de conhecer Kobe. Mas o impacto que ele causou na minha vida foi enorme. A maneira como ele era capaz de encarar todos os dias, quando eu era criança, e a ética de trabalho e a intensidade que ele tinha para ser grande todos os dias. Até hoje, ainda assisto a vídeos no YouTube no dia anterior aos jogos e apenas o ouço falar e como ele coloca tudo em perspectiva de ser grande dentro e fora de campo com suas filhas, seus negócios e, obviamente, seu jogo. É uma coisa trágica. Orações para sua família, mas ele teve um impacto enorme na minha vida, com certeza”.

Andy Reid, técnico dos Chiefs: “É triste. Eu conhecia Kobe da Filadélfia, e uma ótima pessoa, cara. Eu me sinto mal por sua família, triste por sua família. Eles vão se recuperar. São fortes. Eles vão fazer jus à sua força”.

Travis Kelce, tight end dos Chiefs: “Eu tive a oportunidade de conhecer Kobe e ele é uma pessoa inacreditável. Você não consegue dizer o suficiente sobre quem ele era e seu impacto e, com isso, eu me sinto mal pela família Bryant, por todos os envolvidos lá na Costa Oeste. Meu coração está com vocês, bem como com todo mundo aqui nos Estados Unidos”.

Richard Sherman, cornerback dos 49ers: “É lamentável. É realmente triste. Ele era um amigo meu, era um mentor. Ele significava muito para este mundo e causou um impacto positivo. Não há nada que eu possa dizer para realmente quantificar seu impacto sobre mim e os outros. Só sei como ele gostaria que eu reagisse, principalmente neste momento, neste jogo. Eu estava realmente triste ontem, e estava triste pela manhã, estava para baixo. Estava destruído. E, então, eu apenas pensei sobre o que ele me diria. Ele me diria para parar de ser um bebê, aparecer, jogar e fazer isso em sua homenagem e vencer este jogo por ele. E é isso que vamos tentar fazer. Vou lá e tentarei jogar uma bola dominante, como ele gostaria. A ‘Mentalidade de Mamba’ ainda vive”.

George Kittle, tight end dos 49ers: “Sabe que Kobe, além dos meus pais, ele foi o motivo de eu praticar esportes. Apenas a mentalidade dele, a ‘Mentalidade de Mamba’. Eu usava o número 24 no ensino médio, no meu ano de calouro (na faculdade), no segundo ano, por causa dele. Eu usava o tênis de basquete Kobe Bryant por causa de Kobe Bryant. Toda vez que eu amarrava meus tênis de basquete, eu sentia que tinha Kobe comigo. Eu tinha uma pequena parte dele. Eu tinha o jumper dele, eu tinha o fadeaway dele. A quantidade de horas que eu passei treinando aquele fadeaway do canto. Eu nunca consegui acertar, mas tentei e sempre pensei que era Kobe. Ele é um ícone. Ele era um herói meu”.

Emmanuel Sanders, wide receiver dos 49ers: “Eu tenho amor e respeito por Kobe. Sinceramente, meu coração dói por sua família. Meu coração dói por ele. Simplesmente uma situação triste”.

Kansas City Chiefs – Melhores declarações

A entrada dos Chiefs:

Relembre a trajetória dos Chiefs até o Super Bowl LIV

– Patrick Mahomes (quarterback)

Sobre o desejo de dar a Andy Reid seu primeiro título – “Sim, nós queremos fazer isso. Queremos jogar nosso melhor futebol americano. Sabemos que estamos jogando contra um grande adversário, mas vamos tentar vencer o jogo. Conseguir um para o coach Reid. Conseguir um para Kansas City e um para todos”, disse o camisa 15 ao comentarista e ex-jogador Michael Irvin, da ‘NFL Network’.

– Sammy Watkins (wide receiver)

Sobre Andy Reid – “Eu acho que, para Kansas City, cara, é definitivamente algo    importante para todos, e não apenas para Kansas City. Acho que o treinador Reid merece um. Ele é um dos melhores treinadores desta liga. Ele está entre os melhores treinadores que já tive e acho que ele mesmo, no geral, e esta organização merecem um anel. Acho que todos neste time merecem um. Acho que jogamos bem e passamos por todas as provações e tribulações, lesões e coisas assim e jogamos o melhor como um time. Então eu acho que, se alguém merece um, nós merecemos”.

“Eu sei que ele não vai se aposentar, mas acho que (um título do Super Bowl) definitivamente estabeleceria sua carreira no Hall da Fama. Como eu disse, estou aqui há dois anos e essa é, provavelmente, uma das pessoas (mais genuínas) que eu já conheci como treinador. Um treinador que realmente se importa, um treinador com o qual você pode conversar e, provavelmente, foi a melhor decisão da minha vida vir jogar para ele”.

– Tyreek Hill (wide receiver)

Sobre Richard Sherman – “Richard Sherman, eu respeito o seu jogo, cara. Obrigado por dominar todos os recebedores. Você é realmente o G.O.A.T. (Melhor de Todos os Tempos), cara. E eu realmente espero que possamos trocar de camisa no jogo. Muito respeito por você. Mantenha-se saudável, permaneça humilde e continue ralando, cara. Mal posso esperar pelo confronto”.

– LeSean McCoy (running back)

Sobre aposentadoria – “Não, não estou pronto para me aposentar, ainda. Eu ainda posso jogar. Então, não vou me aposentar ainda, mas esse dia está chegando. Esse dia está definitivamente chegando”.

– Andy Reid (head coach)

Sobre o que seu time fazer para ajudá-lo a ficar o mais relaxado possível – “Provavelmente precisamos começar um pouco mais rápido, apesar de ter funcionado bem. Pelo bem do coração e do treinador, gostaríamos de começar um pouco mais rápido”.

San Francisco 49ers – Melhores declarações

A entrada dos Niners:

– Jimmy Garoppolo (quarterback)

Sobre sua jornada até o Super Bowl LIV (e sobre pensar em jogar no Super Bowl enquanto ele estava fora por lesão na temporada 2018) – “Você sempre tem isso em mente. Eu estava pensando nisso outro dia. É bem louco. Cerca de um ano atrás, um estava aprendendo a correr novamente, então é assim que as coisas mudam em um ano, o que poderia acontecer. Este ano foi um turbilhão. Mas foi um ótimo momento. Eu me diverti muito com esse time”.

Sobre o conselho que recebeu de Tom Brady, seu ex-companheiro de time, antes da decisão – “Ele me mandou uma mensagem de texto. Apenas ‘boa sorte’ e tudo mais. Apenas vá lidar com os negócios. Não foi muito complicado ou algo assim. Apenas vença”.

– Richard Sherman (cornerback)

Sobre Patrick Mahomes – “Eu não esperaria que ele fugisse de nada. Eles têm alguns dos jogadores mais dinâmicos da liga, têm muita velocidade. Ele tem muito talento no braço. Ele pode colocar a bola onde quer, quando quer. Ele pode se mover no pocket. Temos que encontrar uma maneira de resolver isso. Eles têm um grande ataque e, obviamente, uma tonelada de jogadores capazes. É por isso que eles estão aqui, é por isso que eles chegaram ao show”, falou Sherman, ao jornalista Deion Sanders, da ‘NFL Network’.

– Tevin Coleman (running back)

Sobre o ombro lesionado – Em entrevista a Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, Coleman disse que está passando “todo o meu tempo” recebendo tratamento e tentando ganhar novamente seu raio de movimento. Por enquanto, como Coleman disse a Stacey Dales, também da ‘NFL Network’, nenhuma decisão foi tomada sobre sua condição para o Super Bowl, frisando que ele nunca havia deslocado o ombro anteriormente.

“Espero que meu ombro volte a ficar bom e dando um passo de cada vez”, disse o running back a Pelissero.

– Katie Sowers (assistente ofensiva dos 49ers)

Sobre fazer história ao ser a primeira mulher na história da NFL a treinar em um Super Bowl – “Sendo a primeira, é histórico. Quero dizer, sempre tem que haver um primeiro a fazer mudanças, mas a coisa mais importante que eu continuo é apenas assegurar que eu não seja a última”, disse a Steve Wyche, da ‘NFL Network’.

Elogios a Kyle Shanahan – “Eu permiti que ele visse quem eu sou. Quais eram os meus sonhos, quais eram meus objetivos e ele realmente acreditava na diversidade dentro da NFL. Ele ficou feliz por me ajudar, pelo que sou muito grata. Ele realmente se tornou um mentor”.

Sobre uma tatuagem dos Chiefs no braço esquerdo (Sowers é natural de Hesston, Kansas) – “Eu absolutamente não (vou esconder a tatuagem). Tenho orgulho de onde vim, mas é San Francisco no domingo”.

– Kyle Shanahan (head coach)

Sobre seu pai Mike Shanahan e o Super Bowl em 1994 – “Eu me lembro que, quando eu queria começar a treinar, queria ser um treinador ofensivo. Joguei no ataque a minha vida toda. E tudo o que ele me disse foi: ‘não estude ataque, estude defesa. O ataque será natural, é melhor você saber o que fazer na defesa’. E esse foi um dos melhores conselhos que ele me deu”, disse a Deion Sanders, da ‘NFL Network’.

E mais alguns tweets da Super Bowl LIV Opening Night

– O momento sensacional de Mahomes com um pequeno repórter:

– Andy Reid e sua tradicional camisa florida enorme:

– Mahomes e Garoppolo lado a lado:

– Um superfã de Andy Reid:

Para quem não entendeu o tweet acima, conferir o vídeo abaixo do técnico dos Chiefs com 13 anos de idade em uma competição de passe:

– E um agradecimento de Tyrann Mathieu, o ‘Texugo do Mel’, à imprensa:

Comments
To Top