NFL

Shane Ray deve ficar até oito semanas afastado dos Broncos; veja boletim de lesões

Shane Ray, linebacker do Denver Broncos

(Crédito: Denver Broncos/divulgação)

O linebacker Shane Ray, do Denver Broncos, sofreu uma ruptura no ligamento do punho esquerdo e ficará afastado por um período entre seis e oito semanas. O técnico Vance Joseph afirmou que Ray passará pelo procedimento cirúrgico na manhã deste sábado (29).

“Ele passará pela cirurgia (sábado) às 8h. (…) Estou decepcionado novamente pelo jogador mais do que por nós. Ele trabalhou tão forte e está dando passos para ter um ótimo ano”, declarou o head coach, após a atividade desta sexta.

Ray lesionou o punho no treinamento desta quinta-feira, enquanto tentava fugir de um bloqueio durante o primeiro treino completo do training camp dos Broncos e, posteriormente, ele caiu em cima do punho na atividade desta sexta.

Vance Joseph disse que o defensor estava com uma proteção no local, mas continuou a sentir desconforto após o treino. Um exame então revelou a ruptura no ligamento.

Shane Ray foi titular em oito jogos na temporada 2016 no lugar de DeMarcus Ware, agora aposentado, e a expectativa é a de que o camisa 56 pudesse substituir Ware de maneira integral neste ano.

Em 16 jogos na última temporada, Ray somou 48 tackles combinados e oito sacks, além de um fumble forçado.

Na melhor das hipóteses, que é o período de seis semanas, Ray voltará dias antes da estreia dos Broncos na temporada regular, contra o Los Angeles Chargers, no Monday Night Football, e na previsão menos otimista ele só deve estar pronto para o duelo contra o Buffalo Bills, na semana 3.

Em outra notícia do departamento médico da franquia do Colorado, o running back Devontae Booker passou por cirurgia nesta sexta para reparar uma fratura no punho esquerdo e ficará seis semanas longe das atividades.

Confira outras notícias de lesões desta sexta (28):

– Falando com a imprensa, o general manager Tom Telesco, do Los Angeles Chargers, praticamente descartou a possibilidade de Mike Williams passar por cirurgia nas costas e afirmou que o wide receiver calouro está “respondendo bem” ao tratamento.

“Ele está respondendo bem. O caminho, agora, é reabilitação e fortalecimento. Isso é uma boa notícia, obviamente”, declarou o executivo, segundo a ‘ESPN’ norte-americana. “Ele vai se consultar com nossos médicos neste final de semana e receberá mais um cronograma de onde está. Eu acho que ele está mais tendendo a não trabalhar no começo do camp, o que não é uma surpresa. Mas vamos seguir a partir daí”, completou.

O próprio recebedor afirmou semanas atrás que não deve precisar passar por cirurgia.

– O running back Jeremy Langford perdeu o treino do Chicago Bears nesta sexta devido a uma lesão no tornozelo sofrida na atividade da última quinta. A informação é do jornalista Brad Biggs, do jornal ‘Chicago Tribune’.

Em outra notícia dos Bears, o linebacker Pernell McPhee passou por uma artroscopia para “limpeza” no joelho nesta sexta, segundo o técnico John Fox.

– O tight end Tyler Eifert, do Cincinnati Bengals, disse que foi completamente liberado para o training camp, segundo o jornalista Paul Dehner Jr., do ‘Cincinnati Enquirer’.

Os Bengals colocaram o wide receiver Monty Madaris na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) e o running back Cedric Peerman na lista de lesionados por razões não relacionadas ao futebol americano (NFI list), como anunciou a franquia.

– O defensive back Jimmie Ward, do San Francisco 49ers, foi colocado na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list), como anunciou a franquia californiana.

– O center Max Unger, do New Orleans Saints, afirmou que está “dentro do cronograma” em seu retorno de cirurgia no pé pela qual passou na offseason, segundo o jornalista Joel A. Erickson, do ‘New Orleans Advocate’.

– O wide receiver John Brown, do Arizona Cardinals, está com problema no quadríceps e vai perder alguns dias de treino, segundo Darren Urban, do site oficial da franquia de Glendale.

O também recebedor Aaron Dobson vai ficar fora por mais tempo devido a um problema no músculo posterior da coxa.

– O quarterback Geno Smith, do New York Giants, está sem restrições para o início do training camp, como confirmou o técnico Ben McAdoo.

– O linebacker Tamba Hali perdeu o primeiro treino do camp do Kansas City Chiefs e está na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list). Apesar disso, o defensor está presente nas instalações da Missouri Western University, segundo o jornalista Terez A. Paylor, do ‘Kansas City Star’.

– O left tackle Riley Reiff perdeu o treino do Minnesota Vikings devido a uma lesão não especificada. O jogador saiu de campo no carrinho-maca durante o primeiro treino coletivo do training camp, na última quinta, e não estave presente nesta sexta.

O técnico Mike Zimmer disse que Reiff permaneceu nas instalações da Minnesota State University e se negou a divulgar a contusão, mas disse acreditar que ela não seja séria.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top