NFL

Semana 14 NFL – O que fez o Quinto Quarto sorrir e o que quebrou as nossas pernas

Mais um domingão de bola oval ficou no passado e, nesta reta final de semana 14 NFL, vamos trazer nossos temas positivos e negativos da semana. É a coluna “O que fez o Quinto Quarto sorrir/o que quebrou as nossas pernas”.

Aqui no QQ, toda segunda destacamos tudo que nos deixou mostrando os dentes e o que nos arrebentou completamente. Bruno Bataglin, nosso editor da NFL, fica com os aspectos legais. E Miguel Amado, apresentador do QQ Expresso, escreve sobre tudo que nos deixou com raiva.

Sem mais enrolação, vamos para os temas do domingão de semana 14 NFL…

SEMANA 14 NFL – O QUE FEZ O QUINTO QUARTO SORRIR

por Bruno Bataglin

Patrick Mahomes pode jogar ‘mal’ que ainda sabe vencer

Mesmo quando Patrick Mahomes não brilha, ele ajuda o Kansas City Chiefs a dar um jeito de ganhar. Foi exatamente assim no triunfo por 33 a 27 sobre o Miami Dolphins, que deixou a franquia do Missouri com controle do próprio destino para buscar a melhor campanha da Conferência Americana (AFC).

Mahomes não teve uma partida brilhante nesta semana 14 NFL, longe disso. O QB astro dos Chiefs sofreu três interceptações, igualando a pior marca de sua carreira em um único jogo (ele também lançou três INTs em uma derrota para o Los Angeles Rams, em novembro de 2018). Ainda assim, o camisa 15 acertou 24 passes de 34 para 393 jardas e dois touchdowns. Um passer rating de 91.9, que não é ruim considerando o número de bolas agarradas pelos defensores adversários.

Eu costumo dizer que temo times que ganham mesmo quando tudo parece dar errado. Mas quem tem Mahomes se acostuma a fazer isso frequentemente. A casa parece estar caindo, mas o gênio faz tudo acontecer. Simples assim.

O Indianapolis Colts entrou em campo para valer

Meu amigo Miguel Amado e eu costumamos dizer direto no QQ Expresso que nós não sabemos o que pensar do Indianapolis Colts. É um time inconstante que, às vezes, entra em campo na marcha lenta. Não foi o caso neste domingo.

Na vitória sobre o Las Vegas Raiders por 44 a 27, os Colts tiveram uma apresentação de gala. A começar por Philip Rivers, quarterback que é sinônimo de montanha-russa. Ele produziu 19 passes certos de 28 para 244 jardas e dois TDs. E seu principal alvo foi T.Y. Hilton, que fez cinco recepções para 86 jardas e agarrou os dois touchdowns.

Pelo chão, Indianapolis somou absurdas 212 jardas totais. E foram 150 delas com Jonathan Taylor, running back calouro que também foi o responsável por dois TDs terrestres.

Tudo foi complementado pela sólida defesa dos Colts, que até cedeu 424 jardas totais aos Raiders, mas limitou o jogo terrestre a 79 jardas e, de quebra, forçou três turnovers. Um deles virou TD em uma interceptação retornada 50 jardas pelo safety Khari Willis.

Atuação completa dos Colts, que estão na cola do Tennessee Titans na briga pelo título da AFC South. Ambos estão com campanhas 9-4 ao final desta semana 14 NFL.

Jalen Hurts é melhor do que Carson Wentz. Ponto.

O Philadelphia Eagles vinha de quatro derrotas consecutivas com Carson Wentz como titular. Então, o Príncipe Harry cover foi para o banco de reservas, depois que o técnico Doug Pederson resolveu utilizar o calouro Jalen Hurts.

O resultado? Vitória por 24 a 21 sobre o forte New Orleans Saints. Coincidência? Eu acho que não.

Hurts ainda é um quarterback bem cru e não está no nível de ser um grande astro da NFL por enquanto. Talvez ele nunca chegará lá algum dia. Mas fato é que ele é melhor que Wentz. Ao menos neste momento.

O camisa 2 adiciona um elemento novo ao ataque dos Eagles. Neste domingo, foram 17 passes certos de 30 para 167 jardas e um TD. O signal caller também correu 18 vezes para 106 jardas. Um total de 273 jardas e apenas um turnover sofrido, que foi um fumble. Mas podemos dizer que Hurts não machucou (RÁ!) seu time, muito pelo contrário.

Ele pode não ser a solução definitiva. Mas, a meu ver, Wentz é muito menos.

SEMANA 14 NFL – O QUE QUEBROU AS NOSSAS PERNAS

por Miguel Amado

Tomar 36 pontos do Chicago Bears com Mitchell Trubisky? Dá licença, Houston Texans…

Que os Texans são uma vergonha eu sei, você sabe e Bill O'Brien sabe e foi o responsável por isso. Mas tomar 267 jardas e 3 TDs na cabeça como presentinho de Mitch Trubisky ultrapassa todos os limites da razão e da paciência dos pobres texanos. Pelo amor de Deus.

Dan Bailey já pode começar a olhar os classificados

Dan Bailey era um kicker conhecido pela precisão, especialmente em seus melhores anos em Dallas. O torcedor dos Vikings deve achar que ele foi substituído por um sósia de pé torto porque ele errou três field goals, de 36 jardas, 54 e 46 e mais um extra point de brinde. Na semana passada ele já tinha errado dois extra points e um field goal, mas os Vikings pelo menos venceram os Jaguars. Com a derrota para Tama por oito pontos – sendo que Bailey teria feito 10 se acertasse todos seus chutes – é difícil de segurar o homem.

Matt Ryan teve um domingo para esquecer

Nós falamos que no duelo entre Falcons e Chargers, os dois times que mais nos ferraram no podcast de palpites nos últimos três anos, teríamos um entregando o jogo pro outro que entregaria o jogo para um. Matt Ryan foi o cavalheiro da vez, com três interceptações, sendo a última com 30 segundos faltando, perto do meio de campo, com o jogo empatado. Ele poderia ser o herói, mas estamos falando de um time amaldiçoado desde você sabe quando. Os Chargers pegaram a bola, avançaram rápido e venceram a partida com um field goal. Matt Ryan precisa sair de Atlanta, assim como Matt Stafford precisa sair de Detroit. Que tal uma troca?

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top