NFL

Selecionado em décimo, Josh Rosen afirma: “nove erros foram cometidos antes de mim”

Josh Rosen, quarterback selecionado pelo Arizona Cardinals com a décima escolha do draft de 2018

(Crédito: Twitter/reprodução)

Ah, nada como um clima de vingança ao término da primeira rodada do draft, não é mesmo?

O quarterback Josh Rosen, de UCLA, foi selecionado pelo Arizona Cardinals com a décima escolha geral e não ficou muito contente com seu posicionamento na rodada inicial do processo seletivo de 2018 da NFL.

“Eu fiquei muito chateado quando caí”, disse o novo signal caller da franquia de Glendale. “Um, dois e três passaram e foi meio que um borrão depois disso”, prosseguiu.

Em uma primeira rodada recheada de quarterbacks selecionados (cinco no total), Rosen viu Baker Mayfield (número 1 – Cleveland Browns), Sam Darnold (número 3 – New York Jets) e Josh Allen (número 7 – Buffalo Bills) serem selecionados à sua frente. E, para um prospecto cuja expectativa era a de ser selecionado entre as cinco primeiras posições, não foi uma sensação agradável.

Mas ele pretende usar tudo isso como motivação e mostrar o seu valor aos Cardinals e toda a liga.

“A maior coisa foi a motivação. Eu me senti determinado”, observou.

Agora indo para o deserto, Allen se mostrou contente pela chance de treinar e ganhar experiência ao lado de nomes como o quarterback Sam Bradford, que chegou à franquia nesta offseason, e ao lendário wide receiver Larry Fitzgerald, a quem o ex-QB de UCLA se referiu como “um dos melhores de todos os tempos”.

E, depois de um longo processo pré-draft que o cansou, Allen está preparado para voltar a fazer o que ama.

“Eu posso começar a jogar futebol americano de novo. Eu posso treinar e realmente procuro o que importa e isso é jogar em fevereiro”, observou Allen, referindo-se ao Super Bowl e dando uma mostra de sua competitividade.

Josh Allen ainda mandou um recadinho para os times que tiveram a chance de selecioná-lo antes dos Cardinals e não o fizeram.

“Nove erros foram cometidos antes de mim. E vou garantir que, na próxima década ou algo assim, eles saibam que cometeram um erro”, finalizou.

Uau, isso que é jeito de chegar à NFL!

Comments
To Top