Butt Fumble

Seis lances para melhorar a autoestima de Brandon Marshall

Brandon Marshall capa 2

No último domingo, Brandon Marshall, do New York Jets, diz ter sido o responsável pela pior jogada da história da NFL. Após receber um passe de Ryan Fitzpatrick, contra o Philadelphia Eagles, em casa, ele poderia ter sofrido um tackle normalmente ou tentar um passe para trás para absolutamente ninguém. O resultado, como pode se imaginar, foi horrível.

Brandon Marshall pior jogada da nfl

Mas, nós, do Quinto Quarto, não queremos ver ninguém chorando pelos cantos. Decidimos elevar a autoestima de Marshall. Aqui vão mais seis lances que também poderiam ser considerados os piores da história da NFL.

1. LADO ERRADO, AMIGO!

Em outubro de 1964, Jim Marshall, do Minnesota Vikings, entrou para a história trágica da NFL após recuperar um fumble sofrido pelo San Francisco 49ers e conseguir a façanha de correr para o lado errado. O pior que o jogador só percebeu depois que cometeu um safety e percebeu que nenhum companheiro de equipe estava feliz com ele.

2. Dando para trás

Aaron Brooks é um quarterback que o torcedor do New Orleans Saints não sente falta. Em 2004, diante do San Diego Chargers, um lance marcou a sua passagem pelo time. Pressionado pelos linebackers, ele deu um passe para trás. Bola viva recuperada por San Diego, que ganhou 48 jardas na jogada. Sabe quem era o quarterback dos Chargers naquela época? Drew Brees. O mundo dá voltas, não?

3. NÃO, FAVRE!

Esse lance fica melhor com a narração de uma emissora de rádio do Minnesota. Brett Favre, liderando os Vikings na final da conferência Nacional, contra os Saints (que tinham Brees), em 2010, precisa agir faltando alguns segundos e o jogo empatado. Ele poderia ter corrido com a bola e chutar o field goal que levaria a equipe para o Super Bowl. Mas ele decide fazer um passe e é interceptado por Tracy Porter. O narrador Paul Allen solta: “Isso não é Detroit, cara! Isso aqui é o Super Bowl”.

4. Falando em momentos decisivos….

Essa está fresquinha na nossa memória. A escolha dos Seahawks faltando 25 segundos para acabar o Super Bowl XLIX é uma das mais estúpidas da história. A interceptação de Malcolm Butler deu o título ao New England Patriots.

5. EMPOLGOU

View post on imgur.com

DeSean Jackson gostava de comemorar touchdowns sempre de uma forma diferente. Em 2008, contra os Cowboys, ele deveria já estar pensando em qual dancinha ele iria fazer quando soltou a bola antes de entrar na end zone. Isso também aconteceu em 2013, com Danny Trevathan, dos Broncos.

trevathan

 

6. Para fechar com chave de ouro:

Esse lance é tão marcante que deu o nome à nossa coluna de bizarrices nos esportes americanos. Buttfumble é vida. Buttfumble é uma religião. Mark Sánchez, em 2012, fez história, contra o New England Patriots. Da forma mais Jets possível, o fumble foi reinventado e ganhou inclusive uma página no Wikipedia. Um brinde ao Buttfumble!

Comments
To Top