NFL

Seattle Seahawks traz wide receiver Josh Gordon; veja mais movimentações na NFL

Josh Gordon, wide receiver da NFL

O Seattle Seahawks trouxe o wide receiver Josh Gordon, dispensado pelo New England Patriots nesta semana. A informação foi confirmada pelo técnico Pete Carroll, que rasgou elogios ao seu novo recebedor.

“Ele é um talento único. Na semana que vem, vamos dar uma olhada e ver como ele se sai. Ele já fez muitas coisas boas, fez muitas boas jogadas e tudo isso, então vamos descobrir mais na semana que vem”, falou o head coach. “(…) Ele é um cara das grandes jogadas. Tem sido capaz de realmente esticar o campo. E aqueles que conheço, que trabalharam com ele e o treinaram, elogiam seu talento e capacidade de fazer jogadas”, completou.

Carroll também frisou ter ficado surpreso com o fato de outro time não ter exercido os direitos sobre o contrato de Gordon antes dos Seahawks.

O quarterback Russell Wilson, maior astro dos Seahawks, deu as boas-vindas ao seu novo companheiro de ataque via Twitter.

Gordon foi dispensado da injured reserve pelos Patriots na quinta. Ele vinha jogando com uma lesão no joelho esquerdo e saiu durante a vitória de New England sobre o New York Giants, no dia 10 de outubro, com a contusão no joelho. Ele se machucou ao tentar fazer um tackle após um fumble cometido pelos Pats.

Carroll afirmou que Gordon não vai atuar neste domingo (3) contra o Tampa Bay Buccaneers.

Em seis jogos nesta temporada 2019, Gordon somou 20 recepções para 287 jardas e um touchdown.

Em dezembro do ano passado, Gordon foi suspenso pela NFL por tempo indeterminado devido a uma violação dos termos de sua reintegração condicional sob a política de substâncias proibidas pela liga. O comissário Roger Goodell encerrou a punição em agosto.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2012 pelo Cleveland Browns, Gordon também foi suspenso pelos primeiros dois jogos da temporada 2013, devido a uma violação da política de abuso de substâncias, mas ainda assim ele fez 87 recepções para 1.646 jardas (maior marca da liga naquele ano) e nove touchdowns, sendo nomeado para o primeiro time All-Pro.

Para abrir espaço para Gordon no elenco, os Seahawks dispensaram o linebacker Dekoda Watson, segundo Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Confira mais movimentações importantes na NFL nesta sexta (1):

– No Washington Redskins, o quarterback calouro Dwayne Haskins fará seu primeiro jogo como titular neste domingo contra o Buffalo Bills. Ainda não se sabe se a vaga de titular continuará com o jovem no restante da temporada 2019 ou se é apenas um teste neste final de semana.

O técnico interino Bill Callahan disse que Haskins será titular porque Case Keenum segue no protocolo de concussão. E Colt McCoy será o reserva no domingo contra os Bills, que têm a terceira melhor defesa contra o jogo aéreo na liga neste momento.

Selecionado com a 15ª escolha geral do draft deste ano, Haskins entrou duas vezes em campo nesta temporada, mas durante as partidas e os Redskins estavam perdendo por, pelo menos, um touchdown de diferença em ambas as ocasiões.

Nesta temporada, Haskins completou 12 passes de 22 para 140 jardas e quatro interceptações, sem touchdowns.

– O Pittsburgh Steelers foi multado em US$ 75 mil e o técnico Mike Tomlin foi multado em US$ 25 mil por violar a política de relatório de lesões da NFL, como noticiou a ‘NFL Network’ em primeira mão.

O time não listou de forma precisa o quarterback Ben Roethlisberger no relatório de treinamento antes do jogo da semana 2 contra o Seattle Seahawks, conforme a liga descobriu em investigação. Ele foi apenas listado no relatório daquela semana como não treinando na quarta por motivos que “não eram relacionados a lesão”. Normalmente, os Steelers dão a quarta de folga a Big Ben. O QB treinou normalmente na quinta e sexta daquela semana.

Roethlisberger saiu do jogo contra os Seahawks antes do intervalo, com uma contusão no cotovelo sem contato, e subsequentemente passou por cirurgia no local, o que encerrou sua temporada precocemente.

Na semana posterior à lesão de Big Ben, alguns de seus companheiros de equipe disseram aos repórteres que ouviram que o QB estava lidando com algum problema no cotovelo antes do duelo contra os Seahawks.

“Realmente, eu ouvi primeiro sobre isso nesta última semana”, falou o quarterback Mason Rudolph, na ocasião. “Acho que logo depois do jogo de New England, teve algumas dores, mas essa foi a primeira que ouvi. Vocês teriam que perguntar a ele ou o Coach Tomlin se era algo de antes disso, mas não tenho nenhuma ideia”, ressaltou.

O center Maurkice disse ao jornalista Jeremy Fowler, da ‘ESPN’, que Roethlisberger vinha lidando com dores no cotovelo “nos últimos anos”.

– O running back Alex Collins, atualmente um free agent, foi suspenso pela NFL por três jogos devido a uma violação da política de conduta pessoal da NFL. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A punição deriva da prisão de Collins no começo do ano. Collins foi preso depois de um acidente de carro em Owing Mills, Maryland, em março. Durante o curso da investigação da colisão, os policiais detectaram odor de maconha dentro do veículo e uma busca de causa provável subsequente revelou um grande frasco de vidro contendo maconha. Uma arma também foi encontrada no carro.

Collins recebeu uma pena de liberdade condicional após a prisão e foi dispensado pelo Baltimore Ravens pouco depois.

Como nota Rapoport, Collins está se recuperando de uma fratura na perna, lesão sofrida no meio do ano. Era esperado que o RB assinasse com um novo time antes do começo da temporada 2019, mas a lesão acabou prolongando seu retorno um pouco mais.

Rapoport apurou que Collins deve ser liberado pelos médicos na semana que vem e, com seus problemas legais encerrados, ele pode despertar interesse de algumas equipes.

– O linebacker Za’Darius Smith, do Green Bay Packers, deve comparecer ao tribunal na semana que vem para responder a duas citações levantadas contra ele em setembro.

Segundo os documentos do tribunal, Smith foi fichado por dirigir em alta velocidade e posse de maconha/maconha sintética durante uma blitz de trânsito realizada no dia 29 de setembro no Condado de Racine, em Wisconsin.

Em comunicado emitido pela NFL nesta sexta relacionado ao caso de Smith, um porta-voz afirmou: “nós vamos revisar o caso”.

Atualmente com 27 anos de idade, Smith está em meio a uma das temporadas mais produtivas em sua carreira de quatro anos. Ele somou oito sacks, 25 tackles combinados e 15 pancadas no QB em oito jogos como titular dos Packers em 2019.

– O Arizona Cardinals fechou com o linebacker Zach Brown e dispensou o running back Alfred Morris.

Comments
To Top