NFL

Seattle Seahawks é multado em US$ 100 mil por não seguir protocolo de concussão

Russell Wilson, quarterback do Seattle Seahawks

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Seattle Seahawks foi multado em US$ 100 mil pela National Football League nesta quinta-feira (21) por falhar ao não seguir o protocolo de concussão durante a vitória do time por 22 a 16 sobre o Arizona Cardinals, na semana 10.

A punição foi anunciada pela NFL e pela NFL Players Association (NFLPA) em comunicado conjunto.

Além da multa, a comissão técnica e a equipe médica dos Seahawks serão obrigadas a participar de um treinamento relacionado ao protocolo.

“Os resultados da revisão conjunta determinaram que o protocolo foi iniciado quando o Sr. Wilson foi encaminhado à linha lateral para uma avaliação depois que o árbitro, Walt Anderson, concluiu que um exame médico era necessário”, aponta a nota conjunta. “No entanto, a avaliação necessária não foi realizada e o Sr. Wilson foi autorizado a retornar ao jogo sem uma avaliação. Uma vez que seja determinado que um exame médico é necessário, um jogador só pode ser liberado para voltar pela equipe médica; o retorno do Sr. Wilson ao campo sem uma avaliação de concussão na lateral foi, portanto, uma violação do protocolo de concussão. Posteriormente, a equipe médica da equipe examinou o jogador e o liberou pelo protocolo”, completa.

Logo após a punição ser anunciada, os Seahawks divulgaram um comunicado.

“Nós aceitamos as conclusões da investigação conjunta da NFL e da NFLPA relacionada ao jogo entre Seahawks-Cardinals no dia 9 de novembro. Nós não ignoramos conscientemente o Protocolo de Concussão. Qualquer equívoco não foi intencional e foi o resultado de confusão na lateral do campo”, falou a organização.

Na ocasião, o quarterback Russell Wilson tomou uma pancada no queixo dada pelo linebacker Karlo Dansby, dos Cardinals. A liga e o sindicato dos jogadores determinaram após uma revisão conjunta que “houve uma falha na aplicação do protocolo após o tackle”.

Depois do jogo da semana 10, o QB dos Seahawks foi questionado sobre o episódio.

“Bem, eu tomei uma pancada na mandíbula. Eu não sofri concussão ou qualquer coisa assim. Eu me senti completamente bem. Eu estava apenas tentando sentir a minha mandíbula, foi como ‘ai, cara, está preso’. Eu acho que estava caído no chão por um momento apenas tentando sentir meu queixo e acho que Walt (Anderson) pensou que eu estava um pouco machucado ou algo assim. Eu disse a ele que estava bem, que estava bem e ele disse que eu deveria sair”, afirmou. “Eu acho que Walt fez um bom trabalho, primeiro de tudo. Ele tomou a decisão mais inteligente. Eu estava bem, contudo. Cem por cento bem. E então eu passei por todo o negócio de concussão. Passamos por toda as perguntas que você pode imaginar. Eu respondi algumas a mais para eles para verem que eu estava bem e então eu voltei”, completou.

Apesar dos comentários sobre o assunto, a NFL e a NFLPA determinaram que o protocolo não foi seguido de maneira apropriada.

Após a investigação e a multa, a liga observou que vai atualizar o protocolo para claramente definir como tem que ser o processo com jogadores com suspeita de concussão no futuro.

“Como determinado pela NFL e NFLPA, uma atualização imediata será realizada no protocolo de concussão instruindo árbitros, companheiros de equipe e a comissão técnica a levar jogadores diretamente a um membro da equipe médica para avaliação de concussão. A NFL e a NFLPA continuarão a analisar possíveis modificações nos protocolos em um esforço para manter os jogadores seguros”, frisa o comunicado conjunto.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top