NFL

Sean Payton e Drew Brees se tornam a segunda dupla técnico/QB mais vitoriosa

Sean Payton, técnico do New Orleans Saints, e o quarterback Drew Brees

(Crédito: Twitter/reprodução)

Sean Payton e Drew Brees fizeram história juntos na noite desta segunda-feira (17). Com a vitória sobre o Carolina Panthers, no Monday Night Football, eles chegaram à 117ª vitória juntos em jogos de temporada regular e se tornaram a segunda dupla de técnico e quarterback mais vitoriosa da história a National Football League.

Com o triunfo por 12 a 9 sobre os Panthers, conquistado sobretudo devido à sólida defesa de New Orleans, Payton e Brees ultrapassaram Don Shula e Dan Marino para assumirem a segunda colocação no ranking de duplas de técnicos/QBs mais vencedoras da era Super Bowl.

Agora, os ídolos dos Saints ficam apenas atrás de Bill Belichick e Tom Brady, do New England Patriots, que juntos somam 205 vitórias em jogos de temporada regular.

O resultado positivo no MNF que fechou a semana 15 da temporada 2018 trouxe o NO Saints para uma campanha de 12-2 e, agora, o time precisa de apenas mais uma vitória em seus últimos dois jogos para assegurar a melhor campanha de toda a Conferência Nacional (NFC). A campanha número 1 da NFC deixaria os Saints com folga na primeira rodada da pós-temporada e ainda com mando de campo em todos os jogos dos playoffs.

Essa vantagem seria monstruosa para os Saints, já que Payton e Brees venceram todos os cinco jogos de playoffs que disputaram em casa desde 2006, quando ambos chegaram ao time.

Além disso, o ataque sofreu muito nos jogos fora de casa nas últimas três semanas.

Neste MNF, Brees lançou para apenas 203 jardas, com zero touchdowns e uma interceptação. Ele também teve um passe na conversão de dois pontos interceptado e retornado pelos Panthers até a outra end zone para anotar dois pontos no último quarto.

Antes um forte candidato ao prêmio de MVP da temporada, Brees parece ter se afastado um pouco disso. Nas últimas três semanas, na derrota para o Dallas Cowboys e nas vitórias sobre o Tampa Bay Buccaneers e o Carolina Panthers, o camisa 9 teve média de apenas 177 jardas por jogo, com dois touchdowns lançados e três interceptações sofridas.

A sorte dos Saints é que a defesa cresceu muito de rendimento ultimamente. Ao longo das últimas seis semanas, a unidade limitou todos os oponentes a 17 pontos ou menos, com um total de 39 sacks feitos e 21 roubadas de bola.

A unidade teve uma de suas melhores atuações neste MNF. Apesar do TD de 50 jardas cedido no primeiro quarto, em passe do running back Christian McCaffrey para o tight end Chris Manhertz, a defesa não cedeu mais pontos.

O cornerback Eli Apple interceptou passe de Cam Newton na end zone no final do segundo quarto e, no terceiro quarto, o safety Vonn Bell forçou um fumble após recepção de DJ Moore.

Os Saints também aplicaram quatro sacks em cima de Newton, limitando o signal caller dos Panthers a 131 jardas de passe e 15 jardas terrestres.

A má notícia é que os Saints saíram do jogo desta segunda sem dois de seus offensive linemen titulares, já que o center Max Unger sofreu uma concussão e o left tackle Jermon Bushrod sofreu uma contusão não revelada.

Agora, New Orleans recebe o Pittsburgh Steelers na semana 16, no Mercedes-Benz Superdome, e depois recebe o Carolina Panthers na semana 17 para fechar a temporada regular.

Uma vitória apenas em um destes compromissos já serve para garantir o seed nº 1, já que os Saints bateram o Los Angeles Rams (11-3) no confronto direto.

Payton e Brees agora somam 117 vitórias e 71 derrotas em jogos de temporadas regulares desde que ambos chegaram à organização na Louisiana em 2006 (sem contar a temporada 2012, quando Payton foi suspenso devido ao seu envolvimento no escândalo de recompensas que ficou conhecido como Bountygate).

Comments
To Top