NFL

Sean McVay após derrota para Patriots: “eu não fiz o suficiente para nós”

Sean McVay, técnico do Los Angeles Rams

(Crédito: Twitter/reprodução)

Quem assistiu um dos ataques mais explosivos de toda a National Football League em ação durante a temporada regular de 2018 não conseguiu reconhecer o Los Angeles Rams na noite deste domingo (3). O time que entrou em campo no Mercedes-Benz Superdome para disputar o Super Bowl LIII foi totalmente previsível e pouco inspirado.

Durante a derrota por 13 a 3 para o New England Patriots, o ataque que teve média de 32,9 pontos por partida durante o campeonato produziu apenas um drive que resultou em pontos e foi apenas um field goal.

Foram 260 jardas totais e uma média pífia de 4,3 jardas por jogada, com três de 13 em conversões de terceiras descidas. Algo inimaginável até semanas atrás.

A defesa dos Rams fez tudo para manter o time californiano vivo na decisão, mas nem mesmo limitando os Patriots a apenas 13 pontos foi o suficiente.

A hora em que o L.A. Rams chegou mais perto de fazer algo na partida foi quando o quarterback Jared Goff encontrou o wide receiver Brandin Cooks sozinho na end zone, mas lançou o passe tarde demais. O lançamento foi desviado por Jason McCourty e a grande jogada defensiva do New England Patriots ilustrou bem a noite dos Rams: eles foram completamente dominados.

Sean McVay, head coach dos Rams, admitiu isso em sua coletiva pós-jogo.

“Eu nunca consegui nos fazer entrar em um ritmo ofensivo. Vocês sabem que não tivemos realmente nenhuma conversão de terceira descida durante todo o primeiro tempo. Eles fizeram um grande trabalho, e parecia que a qualquer momento que tivemos uma jogada um pouco positiva, acabamos tendo uma penalidade ou retrocedemos”, explicou. “Então, eu acho que muito disso é um resultado de algumas das coisas que eles fizeram, mas também é a seleção de jogadas. Eu não fiquei nada satisfeito com a sensação que tive pelo fluxo do jogo e meio que fazendo alguns ajustes enquanto o jogo se desenrolava e dando a nós mesmos uma chance de algum sucesso e de colocar alguns pontos no placar. Crédito para eles, eles fizeram um bom trabalho, e eu certamente não fiz o suficiente para nós”, refletiu.

Na decisão deste domingo, o quarterback Jared Goff constantemente foi deixado apenas com alvos localizados campo abaixo livres e seu trabalho foi bastante dificultado pela ineficiência do time em ganhar jardas em primeiras e segundas defesas. O signal caller dos Rams foi pressionado a noite inteira.

Goff teve muitos passes ruins e mostrou ainda que é um quarterback muito cru (como eu cheguei a destacar na minha análise pré-Super Bowl LIII).

O camisa 16 fechou o SB LIII com 19 passes certos de 38 para 229 jardas e uma interceptação, saindo de campo com um passer rating pífio de 57.9.

Agora, os Rams terão uma offseason inteira para tentar digerir essa derrota na decisão.

“Eles fizeram um ótimo trabalho. Foi um ótimo plano de jogo, e não há outra maneira de dizer isso, mas eu recebi um nó tático nesta noite”, finalizou Sean McVay.

Comments
To Top