NFL

Scramble semana 9 da temporada 2019 da NFL: resumo de tudo o que rolou nos jogos

cowboys giants nfl

Não vamos ficar tristes que metade da temporada regular já passou, por mais que algumas equipes ainda tenham sete jogos. Vamos nessa para a semana 9 e torcer para cada snap passar um pouco mais lento.

Primeiro de tudo, confira o nosso podcast sobre a semana 9 com palpites e as opiniões polêmicas de nossos seguidores. Tivemos algumas muito boas e toda participação agradecemos do fundo do coração.

E para acompanhar o Quinto Quarto em toda sua malemolência, só seguir a gente no Twitter e no Instagram. Nós como sempre estamos no Twitter dando opiniões inconvenientes (veja abaixo) e traremos resumos e vídeos neste post também.

Perdeu o Monday Night Football? É para isso que estamos aqui (e que você nos ama)…

New York Giants (2-7) 18 x 37 Dallas Cowboys (5-3)

– O Monday Night Football começou com o NY Giants interceptando Dak Prescott na primeira jogada ofensiva do Dallas Cowboys. Mas, como foi a toada da franquia nova-iorquina durante toda a noite, a campanha terminou em FG.

– Foram esses muitos FGs, quatro no total para os Giants, que impediram um jogo mais competitivo. E os Cowboys, se não foram nenhum primor ofensivo, conseguiram uma boa vitória sobre um rival da divisão NFC East.

– Um destaque que eu gostaria de fazer (e que Ian Rapoport depois resumiu) foi a participação de Will Hernandez no jogo. O guard dos Giants se envolveu em 18737394343 brigas no MetLife Stadium, ‘cavou’ 18737394343 faltas pessoais para os Cowboys, mas ele mesmo não tomou NENHUMA. Impressionante!

– Foi um MNF quente, mas os Cowboys tiveram mais competência ao finalizar campanhas e deram um banho de jardas totais (429 contra 271 dos Giants). Dak Prescott teve uma partida bem OK, mas saiu com bons números: 22/35 para 257 jardas, três TDs e uma interceptação.

– Ezekiel Elliott também fez uma partida de gente grande (23 corridas para 129 jardas), assim como a defesa dos Cowboys, que somou cinco sacks na noite e não deixou Daniel Jones (26/41, 210 jardas, um TD e uma INT) confortável na noite. E olha que os Giants venceram a batalha dos turnovers (3 contra 2).

– São vitórias como essas que mantêm Jason Garrett intocável no cargo de head coach dos Cowboys (além do amor de Jerry Jones por ele). E, do lado dos Giants, Pat Shurmur vem cada vez mais se mostrando um técnico principal limitado (para dizer o mínimo).

– A estrela principal do MNF? O gato!

Perdeu o Sunday Night Football? A gente conta um pouco da queda do penúltimo invicto na temporada 2019

Baltimore Ravens (6-2) 37 x 20 New England Patriots (8-1)

– O Baltimore Ravens entrou em campo disposto a ‘causar’. O time de John Harbaugh abriu 17 a 0 no começo do segundo quarto e deixou o mundo em choque.

– Mas, como os Patriots costumam repetir quase na mesma frequência do que sertanejo sofrência em boteco de esquina, um erro serviu para os comandados de Bill Belichick retornarem ao jogo.

– E esse erro foi um punt não agarrado por Cyrus Jones. A bola tocou no retornador dos Ravens, a 12min50s do término do primeiro tempo, e foi recuperada pelos Pats. Pronto, foi o que bastou para os visitantes voltarem para o jogo e reduzirem a diferença para 17 a 14 antes do intervalo.

– O jogo voltou, depois da conversa no vestiário, e a bola foi para as mãos dos Patriots. E o time de Belichick estava indo bem até que… Julian Edelman cometeu um fumble após uma recepção e Marlon Humphrey retornou 70 jardas para TD.

– Os Pats ainda responderam com TD de James White, no terceiro quarto, mas a noite era mesmo dos Ravens. Teve interceptação de Brady e mais dois TDs de Baltimore no último quarto para derrubar o penúltimo invicto da NFL em 2019.

– Lamar Jackson foi o cara do jogo, acertando 17 passes de 23 para 163 jardas e um touchdown, além de correu 16 vezes para 61 jardas e dois TDs. Do lado dos Patriots, Tom Brady teve uma partida bem modesta e acertou apenas 30 passes de 46 para 285 jardas, um TD e uma INT.

– Impossível também não mencionar as 210 jardas corridas dos Ravens e os 37 minutos de posse de bola contra 23 minutos dos Patriots.

Mais duas coisinhas sobre os jogos das 18h e pouco da NFL

Oakland Raiders (4-4) 31 x 24 Detroit Lions (3-4-1)

Seattle Seahawks (7-2) 40 x 34 Tampa Bay Buccaneers (2-6) – Prorrogação

Denver Broncos (3-6) 24 x 19 Cleveland Browns (2-6)

6 – Josh Jacobs quer aproveitar que os quarterbacks calouros estão subindo e descendo mais que ações na Bolsa e continua empilhando estatísticas. Hoje ele teve 28 carregadas para 120 jardas, 2 TDs e foi o protagonista dos Raiders na vitória contra os Lions.

7- Dizer que a situação em Cleveland é insustentável é poupar palavras. Mais uma derrota, agora para os Broncos que colocaram Joe Flacco na IR e foram de Brandon Allen como QB titular. Se você não souber quem ele é não se puna. Mas os Browns no primeiro tempo chegaram na linha de 21, 12, 12 e 9 e não finalizaram com touchdowns, chutando field goals. Não precisa dizer nada quando um time avança mas não tem jogadas para cruzar aquela linha da chamada end zone.

5 coisas para você saber sobre os jogos das 15h (e o de Londres mais cedo)

O horário mudou, nosso comprometimento não. Veja os resultados e depois as cinco coisas que você precisa saber sobre os jogos das 15h.

Jacksonville Jaguars (4-5) 3 x 26 Houston Texans (6-3)

Buffalo Bills (6-2) 24 x 9 Washington Redskins (1-8)

Kansas City Chiefs (6-3) 26 x 23 Minnesota Vikings (6-3)

Miami Dolphins (1-7) 26 x 18 New York Jets (1-7)

Philadelphia Eagles (5-4) 22 x 14 Chicago Bears (3-5)

Pittsburgh Steelers (4-4) 26 x 24 Indianapolis Colts (5-3)

Carolina Panthers (5-3) 30 x 20 Tennessee Titans (4-5)

1 – Jacoby Brissett machucou o joelho esquerdo no segundo quarto e não voltou para a partida, entrando mais uma pessoa com passado nos Patriots para jogar pelos Colts: Brian Hoyer. Ele teve 3 TDs, mas uma pick six de Minkah Fitzpatrick retornada 96 jardas para TD ficou no seu currículo. E Adam Vinatieri errando um extra point e um field goal faltando menos de 1 minuto e meio para o fim do jogo custaram os Colts. E os Steelers, com 4-4, seguem vivos da Silva pelo menos para uma vaga de wild card da AFC.

2 – Os Vikings pressionaram Matt Moore e fizeram 24 pontos. Mas Tyreek Hill teve 140 jardas aéreas e Damien Williams teve 125 jardas terrestres. E Harrison Butker venceu o jogo com seus pés com um field goal de 54 jardas para empatar a partida e um de 44 para dar a vitória aos Chiefs com o cronômetro zerado. Os Chiefs sobreviveram e bem a sua fase sem Mahomes.

3- Os Texans agradeceram os Steelers e fizeram seu papel vencendo os Jaguars para deixar a AFC South menos embolada. Olha esse lance e me fala se Deshaun Watson não merece um ligeiro carinho na discussão para MVP.

 

4 – Do luxo ao lixo, os Bears passaram de 12-4 para a pior campanha da sua divisão e 9 jardas em dois quartos inteiros. Os Eagles abriram 19 a 0 e Mitch Trubislky teve apenas 125 jardas. E isso não é porque o jogo terrestre dominou: David Montgomery teve 14 carregadas para 40 jardas. Mas seus dois TDs de uma jarda fizeram o jogo ficar pegado antes do ataque dos Eagles fazer o mínimo e converter quatro terceiras descidas, chutar um field goal e terminar um jogo em que também não jogou bem.

5 – O Miami Dolphins tá no tank, mas o New York Jets está na pasmaceira. O primeiro ganhou do segundo, o que não foi bom para suas pretensões de ser a primeira escolha do Draft, mas pode dizer “nós estamos no começo da reconstrução, vocês tem um QB segunda escolha do Draft que está com estresse pós-traumático”.

Perdeu o Thursday Night Football? Sem problemas

Arizona Cardinals (3-5-1) 25 x 28 San Francisco 49ers (8-0)

1 – O San Francisco 49ers não jogou bem, mas venceu, manteve sua invencibilidade e teve uma ótima notícia. Com números tímidos até o momento na temporada, Jimmy Garoppolo estava sendo visto quase como secundário na equipe. Hoje ele foi o protagonista.

Ele terminou com 317 jardas, rating de 136,9 e uma bela jogada em que se livrou da pressão e passou para Ross Dwelley na conversão final que encerrou o jogo pegado.

2 – O Arizona Cardinals foi valente, saindo à frente no placar logo de cara e mesmo depois de levar 21 pontos seguidos, conseguir se recuperar. Kyler Murray teve 241 jardas, 2 passes para TD e uma bela parceria com Kenyan Drake, que estreou pelos Cardinals depois de ser trocado pelo Miami Dolphins e entregou 110 jardas pelo chão, com um TD e mais 52 aéreas.

3 – Mas o ponto alto dos Cardinals foi o TD de 88 jardas de Andy Isabella: Murray deu um belo passe mas o wide receiver fez quase tudo, acelerando por mais de 60 jardas até a end zone para deixar o jogo pegado.

4 – Mas a defesa dos Cardinals não conseguiu dar a bola de novo para o ataque e Kliff Kingsbury cometeu duas gafes que comprometeram o jogo. No primeiro tempo, em uma quarta descida com apenas quatro segundos no relógio, os 49ers foram tentar o TD na linha de 1 e a corrida não deu certo. Entretanto, logo antes do snap, Kingsbury pediu tempo.

A jogada mudou para um passe e resultou em TD de Dante Pettis. No final do jogo, um desafio em uma conversão de terceira descida que aconteceu, mas Kingsbury achou que não tinha rolado, queimou um tempo valioso. Treinadores calouros também sofrem em rede nacional.

Comments
To Top