NFL

Scramble semana 8 da temporada 2019 da NFL: tudo o que rolou

 

miami dolphins pittsburgh steelers

Olá amigos fãs da NFL! Estamos aqui para mais uma jornada, a semana 8 da temporada 2019 da NFL. E como sempre quem acompanha o Quinto Quarto terá as melhores informações possíveis. Seja para apostar, fazer seu time no fantasy ou simplesmente saber o que está rolando nos jogos.

E para acompanhar o Quinto Quarto em toda sua malemolência, só seguir a gente no Twitter e no Instagram.

Desistiu do Monday Night Football? Perdeu um jogo que foi melhor do que o esperado, mas a gente conta como foi…

Pittsburgh Steelers (3-4) 27 x 14 Miami Dolphins (0-7)

– Imagine uma pessoa chocada. Multiplique sua imaginação por três. Esse foi eu (Bruno Bataglin) com o primeiro tempo do Miami Dolphins. Em pleno Heinz Field, a franquia da Flórida abriu 14 a 0 e foi para o vestiário ganhando por quatro pontos do Pittsburgh Steelers (14 a 10).

– MAS VOCÊS SABEM COMO É O MIAMI DOLPHINS (João Kleber moment).

– Depois de 14 pontos no primeiro quarto, o time da Flórida não marcou UM PONTO SEQUER no restante do jogo e tomou 27 pontos dos Steelers.

– Os Dolphins cometeram quatro turnovers na partida, sendo duas interceptações lançadas por Ryan Fitzpatrick (e um fumble perdido pelo QB) e outro fumble perdido pelo running back Mark Walton após uma recepção.

– Os Steelers então apenas fizeram o favor de aproveitar. O running back James Conner correu 23 vezes para 145 jardas e um touchdown. E o wide receiver JuJu Smith-Schuster fez cinco recepções para 103 jardas e um TD.

– O quarterback Mason Rudolph, dos Steelers, fez muita ca*@[email protected] no jogo, mas acertou 20 passes de 36 para 251 jardas, um TD e uma interceptação e saiu na maciota. Já Fitzpatrick foi de bestial a besta, fechando com 21 passes certos de 34 para 190 jardas, dois TDs e duas interceptações.

– Compartilho a agonia de quem apostou em um handicap a favor dos Dolphins. Peguei um +16,5 para o time da Flórida antes do jogo e que úlcera nos momentos finais de partida. Não passava nem wi-fi.

Perdeu o Sunday Night Football? A gente conta como foi…

Kansas City Chiefs (5-3) 24 x 31 Green Bay Packers (7-1)

– Quem gosta de touchdowns (basicamente todos nós) teve um prato cheio no SNF. Foram sete no total, incluindo três no último quarto.

– Não se engane com o placar: a defesa dos Chiefs soube sim pressionar Aaron Rodgers. Foram cinco sacks para uma perda total de 49 jardas na noite. Mas quando você joga contra um gênio como Rodgers, é preciso mais (leia-se turnovers). E a defesa de Kansas City não conseguiu roubar a bola uma vez sequer (e teve chances).

– Em termos de jardas, os dois times foram bem parelhos. Foram 374 jardas totais dos Packers e 337 jardas totais dos Chiefs. 256 jardas de passe para os Packers contra 249 dos Chiefs. E 118 jardas corridas de Green Bay contra 88 dos donos da casa. Até nos first downs foi tudo equilibrado (21 para cada lado).

– Foi aí que a dupla Aaron, dos Packers, fez a diferença. Aaron Rodgers acertou 23 passes de 33 para 305 jardas e três touchdowns, com passer rating de 129.0. E o running back Aaron Jones fez sete recepções para 159 jardas e dois touchdowns, além de ter corrido 13 vezes para 67 jardas, totalizando 226 jardas.

– No ataque dos Chiefs, o quarterback reserva Matt Moore fez mais uma grande apresentação substituindo Patrick Mahomes e conectou 24 passes de 36 para 267 jardas e dois TDs. Seu principal alvo foi Tyreek Hill (seis recepções para 76 jardas), mas foram Travis Kelce (quatro recepções para 63 jardas) e Mecole Hardman (duas recepções para 55 jardas) que fizeram as duas recepções para TD da franquia do Missouri na noite.

– Por fim, eu gostaria de destacar também os trabalhos do defensive end Tanoh Kpassagnon, que fez dois dos cinco sacks dos Chiefs na noite, e do punter Dustin Colquitt, que chutou três punts na noite para KC e colocou os três dentro da linha de 20 jardas, deixando os Packers eu inícios tensos de campanha.

Continua sem acompanhar o domingo de NFL? Vamos lá então

San Francisco 49ers (7-0) 51 x 13 Carolina Panthers (4-3)

New England Patriots (7-0) 27 x 13 Cleveland Browns (2-4)

Houston Texans (5-3) 27 x 24 Oakland Raiders (3-4)

6 – Temos que falar sobre Nick Bosa para Defensive Player of the Year, não só calouro defensivo do ano. Hoje foram mais 3 sacks e a primeira interceptação para a conta, lendo um screen perfeitamente e quase retornando para TD. São oito sacks na temporada, 1 fumble recuperado e uma INT em uma defesa cheia de playmakers. Para o Pro Football Focus ele é o pass rusher mais produtivo da NFL e com jogos como o de hoje e o desempenho dos Niners, ele com certeza ganha a dianteira sobre Myles Garrett, por exemplo.

7 – Os Texans conseguiram uma vitória bastante importante para seguir na cola do Indianapolis Colts, com mais um lance incrível de Deshaun Watson para entrar para a conta (vídeo abaixo). Mas talvez o jogo contra os Raiders possa ter sido o último de JJ Watt na temporada. Ian Rapoport, do NFL.com, informou que a lesão do Watt pode ser uma ruptura do músculo peitoral, o que encerraria seu 2019.

Atualização: o próprio JJ Watt confirmou que está fora da temporada em seu Twitter. E ainda fez piada com uma legenda de um vídeo em que fez um sack. Na legenda está escrito “fique de olho em JJ Watt”, para o que ele respondeu “devia ter dito para o meu músculo peitoral para ficar de olho

Perdeu o começo do domingo da NFL? Quer um resumo do que é importante saber?

1 – Os Eagles chegaram para a temporada 2019. Depois de ter dado uma provocadinha com a vitória sobre os Packers no Lambeau Field, mas passado vergonha em semanas seguidas, Philadelphia foi até Buffalo e fez 30 pontos na boa defesa de Buffalo. O segredo, para variar, foi correr muito bem com a bola. Ao fim do TD que abriu 18 pontos de vantagem e começou o garbage time, os Eagles tinham mais de 200 jardas corridas e 3 TDs dessa forma e apenas 174 jardas e 1 TD de passe de Carson Wentz.

2 – Um duelo entre Chicago Bears e Los Angeles Chargers é o confronto para ver quem vai entregar a partida com maior competência. O jogo estava 16 a 10 pró-Bears depois de um FG dos Chargers. Aí Mitch Trubisky foi interceptado. Mas os Chargers não aproveitaram porque erraram um field goal de 42 jardas. Então Trubisky resolveu tentar de novo e sofreu um fumble. Os Chargers fizeram o TD e passaram à frente com 17 a 16. Os Bears não fizeram nada na campanha seguinte, os Chargers não gostaram disso e chutaram um punt, os Bears avançaram, teve até scramble de Mitch, camisa 10, entra o kicker com 3 segundos no relógio, 41 jardas e… erra. Parabéns Eddy Pineiro.

3 – Jacoby Brissett não jogou bem hoje, mas uma das grandes características do bom QB é se recuperar em uma tarde ruim e fazer seu time vencer o jogo. A jogada abaixo é auto-explicativa.

4 – É, os Saints são realmente o time de melhor elenco da NFL. Drew Brees voltou depois de seu reserva ter 5-0 nos jogos que começou como titular. E acertou 34 de 43 passes para 373 jardas e 3 TDs. Sem Alvin Kamara como RB principal, Latavius Murray teve nom jogo novamente, com 102 jardas e 1 TD, mais 55 jardas aéreas e outro TD. E Taysom Hill, que é o terceiro QB/TE/RB/roupeiro teve 3 recepções, 63 jardas e 1 TD. O time está 7-1, com a divisão basicamente garantida e chega voando para seu merecido descanso.

5 – A NFC West continua espetacular. Os Rams fizeram sua obrigação e bateram os Bengals em Londres, chegando a 5-3. Já os Seahawks também confirmaram seu favoritismo e venceram os Falcons, chegando a 6-2. Ambos correm atrás dos 49ers, que está 6-0 e jogando agora. É muito possível que a divisão leve 3 para a pós-temporada.

Resultados dos jogos das 14h da tarde

Tennessee Titans (4-4) 27 x 23 Tampa Bay Buccaneers (2-5)

Jacksonville Jaguars (4-4) 29 x 15 New York Jets (1-6)

Indianapolis Colts (5-2) 15 x 13 Denver Broncos (2-6)

Atlanta Falcons (1-7) 20 x 27 Seattle Seahawks (6-2)

Buffalo Bills (5-2) 13 x 31 Philadelphia Eagles (4-4)

Chicago Bears (3-4) 16 x 17 Los Angeles Chargers (3-5)

Detroit Lions (3-3-1) 31 x 26 New York Giants (2-6)

Los Angeles Rams (5-3) 24 x 10 Cincinnati Bengals (0-8)

New Orleans Saints (7-1) 31 x 9 Arizona Cardinals (3-4-1)

Confira opiniões, informações, palpites, dicas de apostas, sussurros, mensagens de amor e mais no nosso podcast.

Perdeu o Thursday Night Football? Sem problemas

Minnesota Vikings (6-2) 19 x 9 Washington Redskins (1-7)

1 – O jogo terminou meia-noite e quem não quer ficar com olheiras agradece os dois times correndo com a bola freneticamente. O Washington Redskins passou 21 vezes e correu 16 vezes, ficando bem menos no campo por sua falta de poderio. E também porque os Vikings correram absurdas 38 vezes, com apenas 26 passes de Kirk Cousins.

2 – Os dois times cansaram de chegar na red zone e chutar field goals curtos. Foram sete field goals, quatro deles de menos de 30 jardas. Dan Bailey teve um difícil de 50 jardas para iniciar e depois só teve que ir acertando fáceis de 29,27 e 40 jardas, aumentando a vantagem dos Vikings.

3 – A defesa dos Redskins novamente foi bem melhor que o ataque, até cedendo jardas para Kirk Cousins (285) e Dalvin Cook (98). Mas ambos, após empilharem TDs contra Eagles e Lions só conseguiram um. E novamente podem culpar o ataque pela sua desgraça.

4 – Isso porque Case Keenum até teve chances no primeiro tempo, mas oportunidades perdidas e faltas da linha ofensiva impediram que os Redskins pontuassem. Keenum não voltou para o segundo tempo por causa de uma concussão e Dwayne Haskins entrou. Somos favoráveis que os calouros joguem, errem e aprendam.

Mas Haskins é um dos QBs mais verdes que vimos nos últimos anos entre os que foram escolhidos na primeira ou segunda rodada. Ele foi interceptado logo de cara e nunca conseguiu estabelecer ritmo. Tentou apenas cinco passes e acertou 3 para 33 jardas.

Comments
To Top