NFL

Scramble semana 12 da temporada 2019 da NFL: tudo finalizado com passeio dos Ravens

Baltimore Ravens

(Crédito: Instagram/reprodução)

A semana 12 já está aqui. E não adianta ficar mal porque não vamos voltar no tempo. Então o jeito é absorver o máximo possível da NFL e nós do Quinto Quarto te ajudamos com isso.

Não conseguiu ver o Monday Night Football? Perdeu uma verdadeira destruição na Costa Oeste…

Los Angeles Rams (6-5) 6 x 45 Baltimore Ravens (9-2)

– Olha, depois de uma ‘goleada’ do San Francisco 49ers sobre o Green Bay Packers, no Sunday Night Football, tivemos uma ainda pior no fechamento da semana 12. O Monday Night Football desta noite foi uma partida de um único time. MESMO.

– A vitória dos Ravens foi fácil, mas tão fácil, que o jogo até ficou ‘chato’ em determinado momento. Não para a torcida dos Ravens, que viu seu time produzir 480 jardas, sendo impressionantes 285 jardas corridas, e 31 first downs.

– A diferença de posse de bola também foi assustadora: 39min56s dos Ravens contra 20min04s para os Rams.

– Para os que endossam Lamar Jackson como MVP da temporada 2019, esse jogo realmente reforçou os argumentos a favor do camisa 8 dos Ravens. Jackson acertou 15 passes de 20 para 169 jardas e CINCO touchdowns (passer rating de 139.4) e ainda correu oito vezes para 95 jardas totais. Jackson foi o primeiro jogador a estrear em um MNF com cinco conexões para TD.

– Mark Ingram também teve uma grande atuação para auxiliar o ataque terrestre dos Ravens, correndo para 111 jardas e um TD, Marquise Brown foi o responsável por duas recepções para TD. Na defesa dos Ravens, Marcus Peters somou uma interceptação contra seu ex-time e Jimmy Smith também fez uma INT no final do jogo.

– Do lado dos Rams, que apagão. O time correu para pífias 22 jardas e não fez absolutamente nada no jogo além dos dois field goals de Greg Zuerlein.

– O quarterback Jared Goff foi muito mal mais uma vez, acertando 26 passes de 37 para 212 jardas e duas interceptações.

– PS: meus pêsames para os torcedores dos Rams. E, aos torcedores dos Ravens: podem ficar empolgados!

Perdeu o Sunday Night Football? Foi um passeio e a gente conta como foi…

San Francisco 49ers (10-1) 37 x 8 Green Bay Packers (8-3)

– Nem tenho muito o que escrever neste resumo, meus amigos. O placar basicamente diz tudo. Eu peço mil desculpas. Mas não vou deixá-los na mão.

– O San Francisco 49ers fez uma partida dominante e basicamente impecável em Santa Clara. Os donos da casa tiveram uma primeira metade de jogo irretocável e foram para o vestiário vencendo por 23 a 0.

– O Green Bay Packers até tentou reagir no terceiro quarto, fez um touchdown com conversão de dois pontos para reduzir a diferença para 23 a 8, mas segundos depois os Niners anotaram mais um TD e mataram a partida. Ainda houve tempo para mais um TD de San Francisco para fechar o placar em 37 a 8.

– Disparado, foi uma das piores partidas que vi de Aaron Rodgers. OK, ele foi super prejudicado pela lesão de Bryan Bulaga no lado direito da linha e pela entrada de Alex Light, que foi HORROROSO tentando conter o pass rush dos 49ers. Mas o camisa 12 acertou apenas 20 passes de 33 para 104 jardas e um touchdown, sofrendo cinco sacks para uma perda total de 38 jardas.

– O mais engraçado é que os Packers tiveram mais tempo de posse de bola (35min16s contra 24min44s) e mais first downs (19 a 16). Mas de nada adianta quando você produz 198 jardas totais, sendo pífias 81 aéreas.

– Do outro lado, Jimmy Garoppolo fez uma grande partida. Beneficiando-se da volta do tight end George Kittle, que fechou com seis recepções para 129 jardas e um touchdown, o QB dos Niners fechou com 14 passes precisos de 20 para 253 jardas e dois touchdowns.

– O pass rush dos Niners continua sendo sufocante. Cinco sacks, sendo dois de Arik Armstead e mais um do genial Nick Bosa, mostram isso muito bem. Isso fora a sensação de Rodgers ameaçado a noite inteira…

Continua sem ver as partidas? Vai… nós te ajudamos

Tennessee Titans (6-5) 42 x 20 Jacksonville Jaguars (4-7)

New England Patriots (10-1) 13 x 9 Dallas Cowboys (6-5)

6 – O ataque dos Patriots esteve longe de genial. Mas a defesa continua em um ritmo incrível. Dak Prescott teve 199 jardas, Ezekiel Elliott somou 86 e a equipe ainda teve uma falta de tripping bastante questionável para reclamar que matou uma campanha fundamental. Já a franquia de Foxborough aproveitou um punt bloqueado e recuperado na linha de 12 para Tom Brady passar para o calouro N’Keal Harry fazer seu primeiro TD da carreira. E foi basicamente isso.

Tom Brady teve apenas 190 jardas e o ataque segue estagnando, mas a defesa e os special teams fazem sua parte de forma incrível. Nick Folk, com dois field goals errados, foi um dos pontos negativos. Jason Garrett, optando por um chute quando podia ter tentado a quarta descida para sete e tentar empatar o jogo logo novamente ganha um JOINHA. Pode ter certeza que ele estará no texto de Herois e Vilões que entra nesta segunda.

7 – Quando enfrenta o Jacksonville Jaguars, Derrick Henry é uma mistura de Barry Sanders com OLHA A JAMANTA (você é torcedor dos Pats de verdade se sabe a que me refiro). Ele teve 159 jardas em apenas 19 carregadas e 2 TDs com 16 segundos de distância no cronômetro. Já Ryan Tannehill passou para dois TDs, correu para dois TDs e deixa os Titans vivíssimos na AFC South.

 

Perdeu os primeiros jogos do domingo? Nós te ajudamos

Atlanta Falcons (3-8) 22 x 35 Tampa Bay Buccaneers (4-7)

Buffalo Bills (8-3) 20 x 3 Denver Broncos (3-8)

Chicago Bears (5-6) 19 x 14 New York Giants (2-9)

New York Jets (4-7) 34 x 3 Oakland Raiders (6-5)

Cincinnati Bengals (0-11) 10 x 16 Pittsburgh Steelers (6-5)

Cleveland Browns (5-6) 41 x 24 Miami Dolphins (2-9)

New Orleans Saints (9-2) 34 x 31 Carolina Panthers (5-6)

Philadelphia Eagles (5-6) 9 x 17 Seattle Seahawks (9-2)

Washington Redskins (2-9) 19 x 16 Detroit Lions (3-7-1)

1 – O New Orleans Saints viu o Carolina Panthers errar um chute de 28 jardas com o jogo empatado faltando 2 minutos e avançou 65 jardas em 1:56 para chutar o FG da vitória. Não foi a vitória mais bonita, mas ela conta e a equipe continua na caça por um bye na NFC. Michael Thomas com 10 recepções passou das 100 na temporada, com 101 jardas e 1 TD. Um absurdo completo.

2 – O Pittsburgh Steelers pode ter encerrado a era Mason Rudolph. O segundo anista foi colocado no banco depois de conseguir apenas 85 jardas e ser interceptado uma vez. Devlin Hodges entrou e logo de cara teve um TD de 79 jardas com James Washington, que virou o placar de 7 a 3 para 10 a 7. Os Steelers sofreram mais do que deveriam, mas venceram a sexta partida.

3 – O jogo mais chocante aconteceu no Met Life Stadium. Os Raiders depois de muito tempo estavam sendo elogiados e podiam sonhar com uma vaguinha nos playoffs. Aí eles vão para Nova Jersey e levam 34 pontos dos Jets, com Sam Darnold somando 315 jardas e a defesa anulando Josh Jacobs – 34 jardas – e forçando até pick six. Essa é a NFL que amamos.

4 – O que nós falamos no podcast do Quinto Quarto? Nunca aposte/palpite/adivinhe a favor de Falcons, Chargers e Buccaneers. Mas quando Falcons e Buccaneers jogam, alguém tem que ser escolhido. E óbvio que o escolhido vai te trair. Depois da defesa dos Falcons acordar para a vida e anular Saints e Panthers, Jameis Winston teve 313 jardas, Chris Godwin soma 184 jardas e os Bucs vencem sua quarta no ano. Pelo menos Winston não nos decepcionou com duas interceptações, uma delas em seu primeiro passe no jogo. Ufa.

5 – Os Bills continuam querendo provar que são um time sério. Os Broncos não são um grande rival, mas Buffalo foi lá e não deu chances. Brandon Allen teve míseras 82 jardas, Phillip Lindsay teve apenas 57 e o ataque corrido com 244 jardas se encarregou de deixar os Bills em campo e pontuando. Josh Allen, com 2 TDs, uma INT e 185 jardas, ama não precisar fazer tanto.

Extra: os Seahawks estão 6-0 fora de casa. Vitória incrível, com a defesa forçando um jogo pavoroso de Carson Wentz. E a NFC West ainda está aberta.

Enquanto escrevia que os números de Garoppolo pareciam tirados de um box score dos anos 40, fui atrás de um box score dos anos 40. Os Packers em 1944 venceram a NFL com Irv Comp tentando 10 passes, acertando 3 para 73 jardas. Garoppolo teve 8 passes, acertou 6 para 77 jardas

Can’t stop Heem.

Raheem Mostert’s THIRD TD of the first half! #NFLPlayoffs #GoNiners

📺: #GBvsSF on FOX
📱: NFL app // Yahoo Sports app
Watch free on mobile: https://t.co/jti8uZSrIn

O Packers foi muito além do que esperávamos esse ano em meio a tanta reformulação.

Ninguém faz 13-3 por acaso, mas a diferença para o 49ers esse ano está demonstrada em campo.

Não deu. De novo.

Parabéns aos torcedores do 49ers.

#GoPackGo

No primeiro jogo entre as duas equipes estava 23 a 0 no intervalo. Ninguém pensava que isso ia se repetir. Está 20 a 0 e ainda falta um minuto. Os Packers não estão à altura desse desafio #NFLnaESPN #NFL100 #NFLBrasil

Confira o nosso podcast sobre a semana 12 com palpites, opiniões e a participação dos seguidores, que escolheram os times mais decepcionantes da temporada até agora


VOCÊ NÃO CONHECIA NOSSO PODCAST? Então fica esperto aí, se inscreve no nosso canal do YouTube e começa a nos seguir no Instagram. E confere também nosso perfil no Twitter, onde vamos falar dos jogos, dar pitacos, opiniões e retwittar vídeos de lances e coisas sensacionais, como gatos invasores.

Você não viu o TNF entre Texans e Colts? Nós te ajudamos

Houston Texans (7-4) 20 x 17 Indianapolis Colts (6-5)

1. Os dois times chegaram iguais e no topo da AFC South e quem vencesse teria uma enorme vantagem para chegar aos playoffs. Muito bem, Houston está em festa. Muito graças a DeAndre Hopkins, que pegou duas lindas bolas na end zone para dar a vitória aos Texans. O wide receiver terminou com 94 jardas em seis recepções e 2 TDs. Will Fuller com sete recepções e 140 jardas também foi vital.

2. Os Colts conseguiram o primeiro TD da partida e conseguiram impor seu jogo corrido, com 175 jardas pelo chão. Mas o ataque aéreo foi errático, com Jacoby Brissett hesitando e perdendo alguns recebedores abertos. Ele teve apenas 129 jardas pelo ar e em uma quarta para sete fundamental, não conseguiu achar um recebedor e tentou correr até a primeira descida. Não deu certo, os Texans pegaram a bola e só gastaram o relógio.

3. A derrota acabou com uma sequência de cinco triunfos de Indy dentro da divisão, três nesta temporada e duas na passada. A culpa não foi só de um personagem, como deu para notar acima. Ainda dá para botar T.Y. Hilton, que voltou e estava claramente sendo poupado, mas mesmo assim poderia ter brilhado, mas com dois drops em bolas de importância não conseguiu deixar sua marca.

4. No duelo Watson x Brissett, a melhor foi para o QB de Houston, que teve 298 jardas aéreas e dois passes para TD. Mas esteve longe de ser um jogo ótimo do camisa 4, que teve uma interceptação feia e poderia ter sofrido outra em um passe ruim no meio do campo. Mas para sua sorte, Hopkins estava inspirado. E isso teve enorme peso.

Comments
To Top