NFL

Scramble: o que rolou na semana 10 da temporada 2020 da NFL

Agora já estamos na semana 10 da temporada 2020 da NFL e, aqui no Quinto Quarto, você encontra tudo sobre os jogos em um único lugar: no nosso Scramble.

Então, se quer saber tudo o que rolou e os resultados dos jogos da National Football League na semana, aqui você tem.

Aqui, Bruno Bataglin, editor de NFL do QQ, e Miguel Amado, apresentador do Quinto Quarto Expresso, escrevem as análises rápidas sobre os jogos e colocam os resultados de todas as partidas da semana de futebol americano da NFL. Tudo temperado com muita diversão e um pensamento totalmente sem sentido.

Pois então, vamos lá para a ação da semana 10 da NFL…

Monday Night Football – Chicago Bears (5-5) 13 x 19 Minnesota Vikings (4-5)

por Bruno Bataglin

– Tivemos um Monday Night Football extremamente equilibrado para fechar a semana 10 da National Football League. E, no final, a vitória ficou com o time que pelo menos tem um ataque para entrar em campo. Porque essa unidade comandada por Nick Foles é tudo menos um ataque…

– A partida teve brilho dos special teams na maior parte do tempo. Do lado dos Bears, foram dois field goals do brasileiro Cairo Santos e um espetacular touchdown de retorno de 104 jardas de Cordarrelle Patterson.

– Já pelos Vikings, Dan Bailey também acertou dois field goals. E o resto foi definido em dois passes para touchdown de Kirk Cousins (25/36, 292 jardas, dois TDs e uma interceptação) para Adam Thielen (quatro recepções para 43 jardas e dois TDs). Os Vikings também contaram com Justin Jefferson (oito recepções para 135 jardas) e com Dalvin Cook (30 corridas para 96 jardas e quatro recepções para 16 jardas).

– Foles teve mais uma atuação péssima liderando o ataque de Chicago, acertando apenas 15 passes de 26 para 106 jardas e uma interceptação. Para piorar as coisas, Foles saiu em um dos últimos lances da partida com uma lesão sofrida depois de tomar uma pancada do defensive end Ifeadi Odenigbo, dos Vikings. Tyler Bray, terceiro QB, finalizou o último drive da partida, já que Mitchell Trubisky ficou entre os inativos por causa de uma lesão no ombro.

– Os Vikings chegam à terceira vitória seguida, após um início de temporada 1-5, e com 4-5 já podem sonhar levemente. Já os Bears chegam a 5-5 e ficam distantes do Green Bay Packers, líder da divisão NFC North.

Sunday Night Football – New England Patriots (4-5) 23 x 17 Baltimore Ravens (6-3)

por Bruno Bataglin

– O Baltimore Ravens entrou em campo como superfavorito mesmo jogando fora de casa. Afinal, o New England Patriots vinha jogando mal e tropeçando em algumas semanas. Mas, nesta noite, a franquia de Foxborough trouxe seu melhor jogo a campo. E isso em meio a um temporal daqueles.

– A sempre tão sólida defesa dos Ravens não entregou nem perto do que é capaz. Foram 308 jardas totais cedidas e 25 first downs. Além disso, o quarterback Cam Newton teve uma das melhores partidas de sua carreira (13/17, 118 jardas e um touchdown, além de 21 jardas corridas e um TD terrestre).

– Os Patriots também conseguiram estabelecer o jogo terrestre, com 173 jardas totais. E o wide receiver Jakobi Meyers foi um herói diferente, fazendo cinco recepções para 59 jardas e fazendo um passe para TD de 24 jardas recebido pelo running back Rex Burkhead (quatro recepções para 35 jardas e dois TDs).

– Do lado dos Ravens, Lamar Jackson correu para 55 jardas, mas o ataque terrestre como um todo esteve longe de ser um sucesso (foram 115 jardas totais e nenhum TD corrido). Lançando a bola, Jackson foi o mesmo QB de altos e baixos de sempre (24/34 para 249 jardas, dois TDs e uma interceptação).

– Os dois TDs dos Ravens foram recebidos por Willie Snead (cinco recepções para 64 jardas).

– Essa vitória deixa os Ravens bem atrás dos Steelers na AFC North e, agora, complicou tudo para a franquia de Maryland neste sentido.

Domingão de NFL – Jogos das 18h – Perdeu? A gente conta como foi…

New Orleans Saints (7-2) 27 x 13 San Francisco 49ers (4-6)

por Bruno Bataglin

– Os Saints começaram perdendo por 10 a 0, mas tomaram o controle do jogo, que terminou com uma vitória fácil por 14 pontos. Mas o que realmente ficou na cabeça do torcedor dos Saints foi a lesão sofrida por Drew Brees (8/13, 76 jardas e um TD) na primeira metade de jogo.

– Jameis Winston entrou a partir do terceiro quarto para substituir Brees e teve uma atuação nada impressionante: 6/10 para 63 jardas. Ele sofreu dois sacks, mas não comprometeu e comandou a equipe em duas campanhas de pontuação no último quarto (um TD e um FG).

– Alvin Kamara novamente foi o ponto central do ataque dos Saints, correndo para 15 jardas e dois TDs, e recebendo sete bolas para 83 jardas e um TD.

– Do lado dos Niners, mais uma apresentação para se esquecer com um time bem modificado devido aos desfalques. O quarterback reserva Nick Mullens não foi bem e acertou 24 passes de 38 para 247 jardas, um touchdown e duas interceptações.

Los Angeles Rams (6-3) 23 x 16 Seattle Seahawks (6-3)

por Bruno Bataglin

– Russell Wilson definitivamente está ficando para trás na briga pelo prêmio de MVP. Neste domingo, ele teve uma atuação tenebrosa liderando o ataque do Seattle Seahawks e conectou 22 passes de 37 para 248 jardas e duas interceptações. Um passer rating de 57.0 que pouco lembra o Wilson que estamos acostumados a ver. Tudo bem que a linha ofensiva cedeu seis sacks para 28 jardas e isso não ajuda nada…

– Pelo menos no chão, foram oito corridas para 60 jardas para Wilson.

– Os Rams ganharam se apoiando basicamente no ataque terrestre. Foram 106 jardas corridas e três TDs terrestres, sendo dois com Malcolm Brown (seis corridas para 33 jardas) e um de Darrell Henderson Jr.- Jared Goff teve uma partida regular para boa, acertando 27 passes de 37 para 302 jardas, sem TDs e INTs.

– Com essa vitória dos Rams e a vitória apertada do Arizona Cardinals sobre o Buffalo Bills, a divisão NFC West fica mais aberta do que nunca.

Arizona Cardinals (6-3) 32 x 30 Buffalo Bills (7-3)

por Miguel Amado

– Meus amigos, temos mais uma hail mary no Arizona. Alguns anos depois de Aaron Rodgers fazer a festa, dessa vez foi Kyler Murray em uma jogada inacreditável que fez os Cardinals vencerem os Bills e a aposta do Bruno de Bills +2,5 entrar por apenas meio ponto. Quem é mais cagado? O Bruno ou Murray?

– Foi um jogo elétrico em Arizona, com muitos turnovers e quatro viradas, com a última sendo a dois segundos do fim. A jogada podia ter terminado com um sack, mas Murray evitou e lançou uma bomba. DeAndre Hopkins, em meio a vários jogadores dos Bills, mostrou mais uma vez que há poucos ou nenhum wide receiver melhor que ele na liga. Já Kyler, que além do braço de ouro, correu para dois TDs.

Pittsburgh Steelers (9-0) 36 x 10 Cincinnati Bengals (2-6-1)

por Miguel Amado

– Só há um invicto na NFL e ele continua sua caminhada. Os Steelers não quiseram saber de Joe Burrow, limitando ele a praticamente 50% de aproveitamento e apenas 216 jardas em 41 passes tentados. Enquanto isso Big Ben teve quatro passes para touchdown, com 333 jardas passada, 116 delas para Diontae Johnson.

– Os 4 próximos jogos reservam os Jaguars, Ravens, Washington e Bills, antes de um fim de campanha com Bengals de novo, Colts e Browns. Dá para ser 16-0?

Outros resultados:

Miami Dolphins (6-3) 29 x 21 Los Angeles Chargers (2-7)

Las Vegas Raiders (6-3) 37 x 12 Denver Broncos (3-6)

Domingo de NFL – Jogos das 15h

Carolina Panthers (3-7) 23 x 46 Tampa Bay Buccaneers (7-3)

por Bruno Bataglin

– Começou ‘chatinho’ para o Tampa Bay Buccaneers, que chegou a ficar atrás no placar em duas oportunidades no primeiro tempo. Mas o Carolina Panthers tomou o empate por 17 a 17 nos segundos finais do segundo quarto, em conexão de três jardas de Tom Brady com Mike Evans. A partir daí, só deu Bucs.

– Com 29 pontos nos dois quartos finais, Tampa Bay venceu em grande estilo e se recuperou depois do atropelo para o New Orleans Saints no Sunday Night Football da semana 9.

– Tom Brady teve uma partida basicamente perfeita, com 28 passes certos de 39 para 341 jardas e três touchdowns, além de um TD corrido em seu tradicional sneak. E ele contou com um elenco de suporte de primeira: o running back Ronald Jones (23 corridas para 192 jardas e um TD) e os wide receivers Chris Godwin (seis recepções para 92 jardas), Mike Evans (seis recepções para 77 jardas e um TD) e Antonio Brown (sete recepções para 69 jardas). Os tight ends Rob Gronkowski (duas recepções para 51 jardas e um TD) e Cameron Brate (três recepções para 31 jardas e um TD) também marcaram presença.

– A defesa dos Bucs também foi destaque, com Shaquil Barrett, Jason Pierre Paul e Justin Watson todos registrando sacks. JPP ainda registrou uma interceptação.

– Os Panthers fizeram o que puderam. O quarterback Teddy Bridgewater (18/24, 136 jardas, dois TDs e uma INT) teve altos e baixos antes de sair no último quarto com uma lesão no joelho. Preocupante.

PS: a minha dica de aposta de Bucs -5 foi ótima e bateu facilmente. Sigamos…

New York Giants (3-7) 27 x 17 Philadelphia Eagles (3-5-1)

por Miguel Amado

– O Philadelphia Eagles era para ser o favorito da NFC East, afinal é o único time com uma situação estável de quarterback e comissão técnica em uma divisão horrorosa. Mas isso não parece importar nada, já que o time perdeu para o New York Giants. O time de Nova York encerrou uma sequência de oito derrotas seguidas para Filadélfia.

– Daniel Jones não teve um turnover pelo segundo jogo seguido, com 20 passes certos em 28 tentados e um TD corrido, com 64 jardas pelo chão. O ataque terrestre teve 151 jardas corridas. E a defesa segurou a vantagem conquistada com dois turnover on downs nas campanhas finais dos Eagles. Os Giants vão vencer a NFC East? Que faaase….

Cleveland Browns (6-3) 10 x 7 Houston Texans (2-7)

por Miguel Amado

– Depois de temporadas miseráveis, o torcedor dos Browns não está preocupado se a vitória foi bonita ou feia. O que importa são os três pon…

– Baker Mayfield teve apenas 132 jardas e é bastante evidente que a força ofensiva desse time virá pelo chão. Nick Chubb voltou de lesão e teve 126 jardas em 19 carregadas e 1 TD. Kareem Hunt com o mesmo número de carregadas teve 104 jardas.

– O time de Cleveland teve quase sete minutos a mais de posse de bola em um jogo modorrento. A diferença é que Deshaun Watson também não teve boa partida e seu jogo terrestre inexistente… não apareceu. Obrigado Bill O’Brien pela maravilhosa montagem de elenco.

E mais resultados:

Green Bay Packers (7-2) 24 x 20 Jacksonville Jaguars (1-8)

Detroit Lions (4-5) 30 x 27 Washington Football Team (2-7)

Thursday Night Football – Tennessee Titans (6-3) 17 x 34 Indianapolis Colts (6-3)

por Bruno Bataglin

– Estava tudo caminhando para o Tennessee Titans até os 2min54s para o final do segundo quarto, quando o time abriu 17 a 10. A partir daí, só deu Indianapolis Colts, que anotou 24 pontos seguidos para vencer o jogo de virada e deixar a briga pela liderança da AFC South COMPLETAMENTE aberta.

– Pode colocar 80% dessa derrota na conta dos special teams dos Titans. O punter Trevor Daniel teve uma noite de pesadelo, chutando esse punt horripilante que você pode ver abaixo e tendo outro punt bloqueado (que não é culpa dele, mas sim da unidade na qual ele trabalha). De quebra, o kicker Stephen Gostkowski errou um FG de 44 jardas na campanha seguinte, o que deixaria os Titans ainda vivos. Os especialistas não entraram no jogo (e os três erros abaixo acabaram custando a partida).

– Quem até que entrou no jogo, mas bem sonolenta, foi a defesa de Tennessee. A unidade foi muito ‘soft’, mal pressionou Philip Rivers e cedeu 430 jardas totais, sendo 297 aéreas, para os Colts. Um horror.

– Rivers, aliás, fez uma boa partida, não cometeu erros e acertou 29 passes de 39 para 308 jardas e um touchdown. E ele foi ajudado pelo astro da noite: o running back Nyheim Hines, que foi o responsável por 70 jardas terrestres e um TD corrido, além de cinco recepções para 45 jardas e um TD recebido. Suas 115 jardas totais foram a maior marca da carreira do camisa 21.

– Teve até espaço para Jacoby Brissett, QB reserva dos Colts, entrar em campo no último quarto e anotar um TD em QB sneak…

– Do lado dos Titans, Ryan Tannehill fez sua partida mais apagada do ano. O QB fechou o jogo com 15 passes certos em 27 para 147 jardas e um TD (recebido pelo running back D’Onta Foreman). Derrick Henry correu 19 vezes para 103 jardas e Corey Davis fez cinco recepções para 67 jardas. Foi basicamente isso.

– OK que o jogo estava basicamente perdido, mas questionável a decisão do técnico Mike Vrabel de não chutar um field goal com pouco menos de sete minutos e reduzir a desvantagem dos Titans para 14 pontos (duas posses de bola). O turnover on downs foi o que faltava para fechar o caixão…

PS: a minha aposta de vitória dos Titans que passei no QQ Expresso não rolou. Os Thursday Night Football estão complicados. Vamos adiante…

Para iniciar as atividades, o Quinto Quarto Expresso #216…

Comments
To Top