NFL

Scramble #1: Panthers viram, Bucs batem Browns na prorrogação e mais

curtis samuel panthers

Crédito: Instagram/reprodução

Philadelphia Eagles (3-4) 17 x 21 Carolina Panthers (4-2)

O cara do jogo: Cam Newton (25 de 39 para 269 jardas e 2 TDs mais 49 jardas em sete corridas)

Os Panthers perdiam por 17 a 0, fora de casa, contra os atuais campeões, entrando no último quarto. Agora veja o placar da partida e vamos tentar entender o que aconteceu. Curtis Samuel começou a reação com um reverse para TD de 14 jardas, Devin Funchess recebeu passe de Cam Newton para outro TD, de 18 jardas, mais uma conversão de dois pontos e no fim, na última campanha, Newton completou uma 4ª para 10 para Torrey Smith e achou Greg Olsen na end zone.

Os Eagles ainda tiveram uma chance, avançando 48 jardas, mas em uma quarta para 2 na linha de 14, Carson Wentz foi sackado pelo eterno Julius Peppers e sofreu um fumble, completando a desgraça de último período dos Eagles. Wentz acertou 30 de seus 37 passes para 310 jardas e 2 TDs, mas a queda de qualidade na defesa e lesões no ataque estão cobrando seu preço.

Indianapolis Colts (2-5) 37 x 5 Buffalo Bills (2-5)

Cara do jogo: Andrew Luck (17/23 para 156 jardas e quatro touchdowns)

Por André Garda

O Buffalo Bills levando lavadas está virando comum e ajudou o Indianapolis Colts encerrar sua sequência de quatro derrotas e chegar a sua 300ª vitória desde que deixou Baltimore, em 1984. Adam Vinatieri converteu cinco field goals e quebrou o recorde de Morten Anderson de mais chutes convertidos na história da liga.

Marlon Mack teve 19 carregadas para 126 jardas e um touchdown, seu primeiro na temporada, além de 33 jardas e um TD recebido. Andrew Luck contou com T.Y. Hilton anotando dois touchdowns. Mike Mitchell, Kenny Moore II e Corey Moore tiveram uma interceptação cada.

Derek Anderson foi o quarterback do Buffalo Bills em vez de Nathan Peterman e foi 20/31 para 175 jardas e três interceptações. Kelvin Benjamin teve 71 jardas recebidas e Chris Ivory 81 jardas corridas. No total foram cinco turnovers para o time comandado por Sean McDermott.

Depois de quatro posses com punt, começou o passeio. Foram 24 pontos dos Colts apenas no segundo quarto, sendo 10 após turnovers. Um field goal e um safety no terceiro quarto deram os míseros cinco pontos dos Bills, que tomaram 13 pontos nos últimos 15 minutos.

Miami Dolphins (4-3) 21 x 32 Detroit Lions (3-3)

Cara do jogo: Kerryon Johnson (19 carregadas e 158 jardas)

Por André Garda

A carruagem virou abóbora. Depois de um início espetacular, o Miami Dolphins voltou ao normal e não conseguiu segurar o Detroit Lions, que somou 457 jardas, sendo 248 terrestres. O time de Michigan só fez um punt e não sofreu turnovers na partida. Kerryon Johnson foi o principal nome do jogo e precisou basicamente de um quarto para chegar nas 100 jardas. Matthew Stafford foi 18/22 para 217 jardas e dois touchdowns.

No lado dos Fins, Osweiler foi 22/31 para 239 jardas e dois touchdowns. Kenyan Drake teve 72 jardas terrestres e Danny Amendola recebeu para 84 jardas.

Em sua primeira posse de bola, o time de Matt Patricia abriu o placar com um touchdown e depois fez 10 a 0. O time da Flórida chegou a anotar seu TD no segundo quarto, mas a resposta foi na mesma moeda na posse seguinte. Na segunda metade do jogo, os Lions conseguiram sempre manter uma posse de diferença.

Jacksonville Jaguars (3-4) 7 x 20 Houston Texans (4-3)

Cara do jogo: Lamar Miller (22 carregadas, 100 jardas e um touchdown)

Por André Garda

O Houston Texans anulou o ataque do Jacksonville Jaguars, que sofreu três turnovers, e contou com uma boa partida de Lamar Miller para sair vitorioso. Deshaun Watson (12/24 para 139 jardas e um TD) teve Will Fuller e DeAndre Hopkins como os principais alvos, sendo que eles tiveram 68 e 50 jardas recebidas respectivamente. Jadeveon Clowney, que teve dois sacks, e Kareem Jackson tiveram um fumble recuperado cada e Tyrann Mathieu fez uma interceptação.

Blake Bortles, que sofreu dois fumbles, foi sacado da partida e deu espaço para Cody Kessler (21/30, 156 jardas, um TD e uma interceptação).

Aproveitando um fumble, o time visitante abriu o placar com um field gol e chegou ao intervalo vencendo por 13 a 0. No terceiro quarto, um novo fumble cedeu um touchdown e fez Bortles sair do jogo. O time da Flórida descontou com um TD no mesmo quarto.

New York Jets (3-4) 17 x 37 Minnesota Vikings (4-2-1)

O cara do jogo: Adam Thielen (9 recepções, 110 jardas e um TD)

O Minnesota Vikings contou com mais um jogo acima de 100 jardas de Adam Thielen (7º consecutivo), Latavius Murray correu para dois TDs e a defesa interceptou Sam Darnold três vezes. Assim fica difícil ganhar dos Vikings, que assumiram a ponta da NFC North com a derrota dos Bears.

O jogo foi para o intervalo com 10 a 7 no placar para os Vikings, mas começou a se resolver logo: Latavius Murray entrou na end zone para TD de 11 jardas e Darnold foi interceptado em seu primeiro passe, com Harrison Smith retornando por 52 jardas até a linha de 9. Porém os Jets continuaram insistindo e ficando no jogo (27 a 17 no placar) até que, em uma quarta para 8 na linha de 34, os Vikes decidiram não chutar o field goal. Kirk Cousins encontrou Aldrick Robinson para o TD que basicamente decidiu a partida.

Tampa Bay Buccaneers (3-3) 26 x 23 Cleveland Browns (2-4-1) – Prorrogação

Jameis Winston foi interceptado duas vezes, não teve um passe para touchdown e mesmo assim saiu vitorioso. Chandler Catanzaro pediu para ser demitido errando um extra point e um field goal de 40 jardas para decidir o jogo, mas acertou um de 59 na prorrogação para finalizar a partida, o chute mais longo desse tipo na história da NFL. Tudo isso só acontece mesmo com os Browns.

Baker Mayfield e o ataque dos Browns estavam péssimos até o último período, somando apenas 126 jardas e com 14 de desvantagem no placar. Nick Chubb diminuiu o prejuízo e com pouco mais de 2 minutos no marcador, Jarvis Landry teve um TD de 14 jardas. Vamos lá para a prorrogação, a quarta de Cleveland na temporada. Jameis Winston foi interceptado no tempo extra e os visitantes começaram no campo de ataque, mas não avançaram uma mísera jarda. Depois de mais punt para os Bucs, Jabrill Peppers sofreu um fumble no retorno, os mandantes avançaram sete jardas e Catanzaro pode se redimir.

Chicago Bears (3-3) 31 x 38 New England Patriots (5-2)

O cara do jogo: James White (11 carregadas para 40 jardas, oito recepções para 57 jardas e 2 TDs)

Os Patriots tinham tudo para decidir o jogo de forma tranquila, mas uma interceptação dos Bears gerou uma campanha rápida de Mitchell Trubisky e os Bears diminuíram para sete a vantagem. A defesa ainda conseguiu recuperar a bola, mas com menos de 30s no relógio. No fim, hail mary que… deu certo, mas só até a linha de um: Kevin White fez a recepção e se esticou, mas não cruzou o plano de gol. E assim os Pats venceram a quarta seguida, dessa vez por uma jarda.

Foi um jogo atípico para os visitantes, que sofreram 21 pontos depois de turnovers (dois fumbles e a interceptação), mas conseguiram um retorno para TD de Cordarrelle Patterson e um punt bloqueado e retornado para TD por Kyle Van Noy. Brady somou 277 jardas e 3 TDs, dois para James White e um para Julian Edelman. Do outro lado, a defesa fez um bom papel contra Trubisky, que acertou apenas 26 de seus 50 passes, mas teve liberdade para correr (81 jardas e 1 TD). Jordan Howard com 39 jardas e Tarik Cohen, com 14, não podem dizer o mesmo.

Los Angeles Chargers (5-2) 20 x 19 Tennessee Titans (3-4)

O cara do jogo: Philip Rivers (19 de 26 para 306 jardas e 2 TDs)

No jogo em Londres, o Tennessee Titans não quis saber de prorrogação. Depois de fazer um touchdown na quarta descida, com meio minuto faltando no relógio, os Titans tentaram a conversão. A defesa dos Chargers não quis saber de brincadeiras e garantiram a vitória para a equipe de Los Angeles, a quarta seguida. Além de ter segurado o ataque na jogada final, ainda forçou a primeira interceptação (Denzel Perryman) de Marcus Mariota na red zone na carreira, no final do 1º tempo.

A falta de Melvin Gordon, com uma lesão na panturrilha, foi sentida. Austin Ekeler teve apenas 42 jardas corridas. Então Philip Rivers teve que soltar o braço e fez exatamente isso, errando apenas sete passes em 26 tentados e conseguindo um TD de 75 jardas com Tyrell Williams e outro de Mike Williams para 55 jardas. Jogando assim, fica difícil segurar os Chargers.

Comments
To Top