NFL

Scramble #2: Rams vencem Saints, Seahawks batem 49ers em dia de TD de Garoppolo e mais

Sammy Watkins Rams Saints

Crédito: Instagram/reprodução

Los Angeles Rams (8-3) 26 x 20 New Orleans Saints (8-3)

O cara do jogo: Cooper Kupp (8 recepções para 116 jardas)

Uma semana depois de perder um duelo de titãs da NFC, contra o Minnesota Vikings, o Los Angeles Rams se recuperou e bateu outra força da Conferência Nacional, o New Orleans Saints, por 26 a 20, com uma bela atuação de sua defesa contendo Drew Brees e um ataque equilibrado. Todd Gurley não teve uma tarde explosiva, mas foi vital com suas 77 jardas em 17 carregadas e mais 54 jardas em 4 recepções e Jared Goff teve boa tarde com a companhia de Cooper Kupp, Sammy Watkins (4 recepções para 82 jardas e 1 TD).

Drew Brees conseguiu encontrar Alvin Kamara com facilidade e o calouro teve mais uma tarde sensacional, com dois touchdowns, um corrido de 74 jardas e um aéreo no fim da partida, totalizando 188 jardas de scrimmage. Só que o resto do ataque não foi bem, falhando em conseguir separação dos defensores e impedindo que Drew Brees conseguisse brilhar.

Os Rams abriram 23 a 10 com um chute de Greg Zuerlein no começo do último quarto e conseguiram esfriar uma reação dos Saints, cedendo um field goal de 21 jardas depois de uma boa campanha de Brees e cia. Outro FG de Zuerlein com pouco mais de 2 minutos no relógio deu uma folga; a campanha dos Rams  foi brilhante, queimando relógio e sendo agressivos no ataque apesar da vantagem.  Apesar do TD de Kamara no fim, a reação não se concretizou porque o onside kick de Thomas Morstead não teve sucesso.

San Francisco 49ers (1-10) 13 x 24 Seattle Seahawks (7-4)

O cara do jogo: Bobby Wagner (8 tackles, 2 para perda de jardas e 1 interceptação)

No duelo da NFC West que teve tanta história há apenas alguns anos, o Seattle Seahawks manteve sua dominância, começando pela defesa, com Bobby Wagner como líder. Russell Wilson demorou a engrenar, mas quando aqueceu, conseguiu dois passes para TD e ainda correu para um.

Logo na primeira jogada, Wilson foi interceptado. Blair Walsh errou mais um field goal, de 48 jardas dessa vez. Mas o ataque dos 49ers, com C.J. Beathard de quarterback. No primeiro quarto foram apenas 16 jardas do ataque dos mandantes. E as coisas não melhoraram com a sequência do jogo, até o minuto final, quando Beathard saiu machucado e Jimmy Garoppolo finalmente estreou pela sua nova franquia. E liderou uma campanha que terminou com sete pontos, com passe para TD para Louis Murphy. Pelo menos em mais uma derrota para os Seahawks, os Niners tiveram algo positivo.

 

Oakland Raiders (5-6) 21 x 14 Denver Broncos (3-8)

O cara do jogo:  Derek Carr (18 de 24, 253 jardas e 2 TDs)

Os Raiders precisavam dessa vitória para ainda sonhar com playoffs. E os Broncos queriam ver se Paxton Lynch pode trazer algo para o futuro da franquia. No fim os Raiders conseguiram o objetivo em um jogo que foi ofuscado em parte por uma briga entre Michael Crabtree e Aqib Talib que rendeu uma ejeção para ambos. Depois disso, os Raiders conseguiram a primeira interceptação da temporada e na campanha seguinte, Carr achou Amari Cooper para um TD.

Os Raiders abriram 21 a 0 e no terceiro quarto Lynch saiu com uma lesão no tornozelo após um jogo ruim (41 jardas apenas, uma interceptação e 4 sacks sofridos). Trevor Siemian entrou e conseguiu dois passes para TD para trazer o jogo de volta à vida. Mas uma conversão de terceira para oito na linha de 15 de Carr para Cordarrelle Patterson encerrou o jogo e deu a vitória para os californianos.

 

Arizona Cardinals (5-6) 27 x 24 Jacksonville Jaguars (7-4)

O cara do jogo: Phil Dawson (4 field goals certos: 34, 42, 48 e o da vitória, de 57 jardas)

O Cardinals finalmente ganhou de um time com mais vitórias do que derrotas na temporada e os Jaguars vão lamentar essa derrota amargamente. Com um field goal de 57 jardas de Phil Dawson, o mais longo de sua carreira, o time de Arizona ainda sonha com pós-temporada, apesar de ter perdido seu quarterback e running back/estrela com lesões.

O último quarto foi louco. Liderando por 16 a 10, Blaine Gabbert, ex-Jaguars, perdeu a bola e Calais Campbell, ex-Cardinals, retornou para touchdown. Gabbert conseguiu se recuperar com um passe para TD de 52 jardas para Jaron Brown e uma conversão de 2 para Larry Fitzgerald. Blake Bortles, que já tinha um TD corrido no jogo, correu para outro, este de 14 jardas e empatou a partida. Mas Gabbert, com uma campanha rápida, colocou o veterano Dawson em posição de pontuar. E ele venceu a partida para os Cardinals, fazendo os Jaguars dividirem a liderança da AFC South com o Tennessee Titans.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top