NFL

Scramble #2: Raiders vencem 1ª, Kamara tem três TDs e mais

raiders comemoram

Crédito: Instagram/reprodução

Oakland Raiders (1-3) 45 x 42 Cleveland Browns (1-2-1) – prorrogação

O cara do jogo: Jared Cook (8 recepções, 110 jardas e 2 TDs)

Depois de três jogos perdidos nos momentos decisivos, os Raiders sentaram no divã, resolveram esse problema e conseguiram uma grande virada contra os Browns, empatando o jogo com um touchdown e uma conversão de dois pontos com menos de 40 segundos no relógio. Na prorrogação, mesmo errando um field goal na primeira posse, o time californiano conseguiu avançar novamente e Matt McCrane deu a primeira vitória a Jon Gruden desde sua volta à NFL.

Os Browns chegaram a liderar por 14 pontos no jogo com Baker Mayfield alternando bons e maus momentos. Seus quatro turnovers, sendo duas interceptações e dois fumbles perdidos custaram caro. Uma primeira descida que foi revertida e forçou os Browns a fazer um punt foi bastante polêmica e acabou favorecendo os Raiders. Mas uma corrida de Marshawn Lynch (130 jardas) que poderia ter terminado na end zone e foi parada por um apito nervoso do árbitro quando Lynch estava lutando para não cair com um tackle também é fruto de reclamação.

 

Los Angeles Chargers (2-2) 29 x 27 San Francisco 49ers (1-3)

O cara do jogo: Melvin Gordon (15 carregadas para 104 jardas e 7 recepções para 55 jardas e 1 TD)

Nós dissemos no Quinto Quarto Expresso de quinta que este era o típico jogo que os Chargers adorariam entregar. E logo no primeiro minuto, Philip Rivers teve uma pick six. Os Niners chegaram a abrir 17 a 6 no segundo quarto e C.J. Beathard teve 298 jardas no jogo. Porém, os Chargers conseguiram acordar a tempo.

Rivers teve três passes para touchdown, um para Melvin Gordon, outro para Austin Ekeler e o veteraníssimo Antonio Gates também teve o seu. Podendo virar o jogo, Beathard foi interceptado no campo de defesa e mostrou que sem Jimmy Garoppolo, a temporada caminha para o vinagre e mais uma escolha alta no Draft.

Arizona Cardinals (0-4) 17 x 20 Seattle Seahawks (2-2)

O cara do jogo:  Mike Davis (21 carregadas para 101 jardas e 2 TDs)

Josh Rosen acertou 15 de seus 27 passes para 180 jardas e um TD. Só que o veterano Phil Dawson não ajudou o calouro quando errou um field goal de 45 jardas faltando 1:50 para o fim do jogo e a defesa não segurou o ataque dos Seahawks, que avançou até Sebastian Janikowski entrar e chutar um field goal de 52 jardas para a vitória.

Não foi um jogo nada bom para os Seahawks, que ainda viu Earl Thomas sair com uma lesão que o tira da temporada. Russell Wilson teve 19 passes certos em 26 tentados para 172 jardas, mas contou com Mike Davis correndo para 101 jardas e 2 TDs. Janikowski tinha errado dois field goals antes de acertar o decisivo. Não foi uma apresentação linda, mas a vitória obrigatória contra a única equipe 0-4 veio.

New York Giants (1-3) 18 x 33 New Orleans Saints (3-1)

O cara do jogo: Alvin Kamara (19 carregadas, 134 jardas e 3 TDs, cinco recepções para 47 jardas)

Alvin Kamara e Drew Brees (18/32, 217 jardas) foram mais potentes que Eli Manning (31/41, 255 jardas e 1 TD) e Odell Beckham Jr. (7 recepções, 60 jardas) em um jogo onde as estrelas apareceram e os Saints esquentaram as turbinas nos últimos dois quartos para vencer a partida e ficar 3-1 depois de quatro jogos.

O primeiro tempo teve apenas um touchdown de foi de Manning para Sterling Shepard. Os Saints, entretanto, tiveram quatro field goals e foram para o intervalo liderando por 5 (12 a 7). No segundo tempo Kamara teve seus três TDs, um deles se retorcendo como se fosse de elástico e o último, antes do two minute warning, para matar o jogo.

 

Comments
To Top