NFL

Scramble #2: Cowboys surpreendem e atropelam Jaguars, Gurley lidera Rams e mais

dak prescott cowboys

Crédito: Instagram/reprodução

Dallas Cowboys (3-3) 40 x 7 Jacksonville Jaguars (3-3)

O cara do jogo: Dak Prescott (17/27 para 183 jardas e 2 TDs mais 82 jardas corridas e um TD)

Uma vitória dos Cowboys nesta partida já seria surpreendente. Enfiar 40 pontos em uma defesa considerada de elite e permitir apenas 7 é quase uma hecatombe. Mas ela aconteceu neste domingo no AT&T Stadium, com Dak Prescott não sendo um espetáculo passando – 183 jardas – mas com 82 jardas corridas, maior marca da carreira e um touchdown. No intervalo o placar mostrava chocantes 24 a 0.

E a razão para isso é que Bortles não conseguia avançar, com apenas 149 jardas no jogo e um TD no garbage time apenas. Leonard Fournette novamente não jogou (lesão na panturrilha) e faz imensa falta. Ezekiel Eliott teve 106 jardas em 24 carregadas e um TD, mas o destaque foi mesmo Prescott e Cole Beasley, que finalmente pode brilhar com dois touchdowns e mais de 100 jardas.

Chocante mesmo.

Denver Broncos (2-4) 20 x 23 Los Angeles Rams (6-0)

O cara do jogo: Todd Gurley (28 carregadas, 208 jardas e 2 TDs)

Jared Goff teve números parecidos com o de 2016, conseguindo apenas 14 passes certos, 201 jardas e nenhum touchdown. Mas o quarterback não precisou aparecer porque Todd Gurley foi incrível, somando sua maior marca na carreira em jardas (208) e entrando duas vezes na end zon na sexta vitória em seis jogos dos Rams. Agora o running back tem 11 touchdowns na temporada, maior marca disparado entre running backs e recebedores.

Os Broncos ficaram atrás por 20 a 3 no terceiro quarto antes de começar uma reação que teve a última pontuação com pouco mais de 1 minuto faltando, em TD de Case Keenum (25/41, 322 jardas, 2 TDs e uma INT) para Demaryius Thomas. Porém o onside kick não foi certeiro e a reação não completou a virada. A razão para isso foi o jogo à la 1980 dos Rams, que subiu nas costas de Gurley e correu a tarde inteira. Pareceu até um jogo de dezembro, já que o campo dos Broncos estava coberto de neve nesta manhã e a temperatura não passou o dígito único no domingo.

Tennessee Titans (3-3) 0 x 21 Baltimore Ravens (4-2)

O cara do jogo: a defesa inteira dos Ravens (11 sacks e 106 jardas cedidas)

Algumas vezes uma estatística pode explicar um jogo melhor que 30 parágrafos de relato: Marcus Mariota foi sackado 11 vezes, número maior que o seu de passes certos até um bom período do último quarto. Outra estatística matadora: 361 jardas de ataque e apenas um punt contra 106 jardas dos Titans.

Com essa inoperância ofensiva, de nada adiantou Joe Flacco ter sido interceptado uma vez. O camisa 5 teve tarde tranquila com 238 jardas e um passe para touchdown (Michael Crabtree) e viu Alex Collins entrar na end zone duas vezes e a defesa assumir o resto. Os Titans não tinham saído zerados de seu estádio desde a construção dele, em 1999. A defesa dos Ravens proporcionou essa honra e levanta esse time para ser uma das forças da AFC.

Comments
To Top