NFL

Scramble #2: Broncos e Panthers vencem e garantem o mando de campo; Seattle massacra Arizona

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Scramble: resumos e resultados desta segunda leva de jogos deste domingo na NFL

Arizona Cardinals (13-3) 6 x 36 Seattle Seahawks (10-6)

Em um uma partida onde tudo deu certo para um time e errado para o outro, o Seattle Seahawks foi até o deserto de Glendale enfrentar o anfitrião Arizona Cardinals e surpreendeu com uma incrível, e até fácil, vitória por 36 a 6. A defesa e o ataque terrestre dos visitantes doutrinaram o adversário e fizeram a diferença para a franquia do Seahawks, que já vencia por 30 a 6 no intervalo.

O duelo das equipes da NFC Oeste não valia tanta coisa, já que ambos os times entraram em campo garantidos nos playoffs, os Cardinals como campeões da divisão e os Seahawks no wild card. Contudo, os donos da casa ainda tinham a esperança de terminar como primeiros colocados da NFC, garantindo assim o mando de campo até o Super Bowl. Porém, logo de cara, o Seattle mostrou que não foi até o University of Phoenix Stadium para passear.

Já no primeiro quarto, os visitantes abriram 10 a 0 e a defesa já acumulava uma interceptação, sem ceder grandes avanços para o poderoso ataque dos Cardinals. Contudo, no meço do segundo período, com um touchdown de Larry Fitzgerald, os anfitriões pareciam que iam fazer jogo duro. Até que o ataque dos Seahawks encaixou uma sequência de 20 pontos consecutivos em menos de 10 minutos, devastando as chances do Arizona antes mesmo do intervalo.

Com o duelo praticamente perdido, os donos da casa voltaram com Drew Stanton no lugar de Carson Palmer como quarterback, poupando assim seu signal-caller titular, que ainda sofre com um problema no indicador direito. Deste modo, com muitos reservas já em campo, os Seahawks apenas administraram o resultado e sacramentaram seu triunfo por 36 a 6. Agora, o Seattle aguarda o resultado do Sunday Night Football, entre Green Bay Packers e Minnesota Vikings para saber quem irá enfrentar no Wild Card.

Carson Palmer acertou apenas 12 de 25 passes tentados para 129 jardas, um TD e uma interceptação. Larry Fitzgerald acumulou seis recepções para 55 jardas e um TD, estabelecendo assim seu novo recorde pessoal e da franquia de recepções em uma temporada com 109. Por outro lado, Russell Wilson conectou 19 de 28 passes tentados para 197 jardas e três TDs. Christine Michael foi a surpresa da partida, correndo 17 vezes para 102 jardas.

Denver Broncos (12-4) 27 x 20 San Diego Chargers (4-12)

Com a volta do veterano Peyton Manning, o Denver Broncos conseguiu bater, de virada, o San Diego Chargers por 27 a 20 e, com a derrota do New England Patriots neste domingo, a franquia do Colorado conseguiu terminar a temporada regular na primeira colocação da AFC, garantindo o mando de campo nos playoffs.

Os Broncos entraram em campo com Brock Osweiler de titular e Manning no banco, o que até estava dando certo no primeiro quarto, já que os anfitriões estavam vencendo por 7 a 3. Contudo, o ataque parou de funcionar e, se não fosse pela defesa, os Chargers teriam aberto uma vantagem ainda maior do que a que conseguiu, de 13 a 7. Assim, no meio do terceiro quarto, Peyton saiu do banco e foi para o jogo, aclamado pela torcida.

Com uma energia diferente, Manning conduziu o Denver a marcar mais 20 pontos, mesmo sem fazer muitos passes, acertando cinco de nove arremessos tentados para 69 jardas. Deste modo, com a ajuda da defesa, os donos da casa venceram o duelo por 27 a 20.

Brock Osweiler conectou 14 de 22 passes tentados para 232 jardas, um TD e duas interceptações. Ronnie Hillman correu 15 vezes para 117 jardas e um TD, enquanto Demaryius Thomas fez cinco recepções para 117 jardas e um TD. Pelo lado do San Diego, Philip Rivers acertou 21 de 35 passes tentados para 228 jardas, dois TDs e uma interceptação. Tyrell Williams fez duas recepções para 90 jardas e um TD.

Carolina Panthers (15-1) 38 x 10 Tampa Bay Buccaneers (6-10)

Com 24 pontos em apenas um quarto, o Carolina Panthers bateu o rival da NFC Sul, Tampa Bay Buccaneers, por 38 a 10 e garantiu, assim, a vantagem do mando de campo durante todo os playoffs da NFL, já que terminou a temporada regular na primeira colocação da NFC, com uma campanha quase perfeita.

Os Buccaneers até chegaram a assustar os Panthers, abrindo 3 a 0 ainda no primeiro quarto. Porém, Cam Newton mudou o rumo do duelo no segundo quarto, liderando o Carolina a marcar 24 pontos em menos de 12 minutos. Assim, com a defesa segurando o corredor Doug Martin, que não conseguiu passar das 50 jardas, os anfitriões só precisaram administrar o jogo no segundo tempo para garantir o bom triunfo por 38 a 10.

Cam Newton conectou 21 de 26 passes tentados para 293 jardas e dois TDs, além de anotar mais dois TDs corridos. Devin Funchess surpreendeu com sete recepções para 120 jardas e um TD. Em contrapartida, Jameis Winston acertou 29 de 47 passes tentados para 325 jardas e duas interceptações. Mike Evans foi um dos poucos destaques do Tampa, com quatro recepções para 99 jardas.

Kansas City Chiefs (11-5) 23 x 17 Oakland Raiders (7-9)

No duelo da AFC Oeste, o Kansas City Chiefs, já classificado aos playoffs, venceu o Oakland Raiders por 23 a 17, mesmo com uma apresentação pouco segura do quarterback Alex Smith. Assim, a franquia do Missouri irá encarar, fora de casa, o Houston Texans no duelo de wild card no próximo final de semana.

Com o apoio de sua torcida, os Chiefs abriram 14 a 0 já no primeiro quarto, com boas jogadas do ataque aéreo e terrestre.  Contudo, no segundo período, os Raiders mostraram que ainda estavam vivos, interceptando duas vezes consecutivas Alex Smith, e retornando uma delas para touchdown, deixando o duelo 14 a 10.

Na volta do intervalo, o Kansas City voltou a mostrar seu melhor jogo e, com a defesa e o ataque superiores, voltou a marcar pontos, abrindo 23 a 10 na liderança do marcador. Nos minutos finais, os Raiders até chegaram a diminuir o placar para 23 a 17, mas a reação parou por aí e os Chiefs ficaram com a vitória.

Alex Smith acertou 14 de 24 passes tentados para 156 jardas, dois TDs e duas interceptações. Destaque para a defesa dos donos da casa, que conseguiu seis sakcs e uma interceptação. O kicker brasileiro Cairo Santos não teve oportunidades para chutar um field goal, mas apareceu com um passe conectado para três jardas. Derek Carr conectou 21 de 33 passes tentados para 194 jardas, um TD e uma interceptação.

San Francisco 49ers (5-11) 19 x 16 Saint Louis Rams (7-9)

Na prorrogação, o San Francisco 49ers bateu o rival de divisão, Saint Louis Rams, por 19 a 16 em duelo que já não valia nada nesta temporada da NFL. Contudo, a partida foi bem disputada entre as defesas, que conseguiram parar os ataques, que juntos marcaram apenas dois touchdowns na partida.

Vindo de uma boa vitória contra o Seattle Seahawks, os Rams entraram motivados na partida, indo para o intervalo vencendo por 16 a 10, mesmo atuando fora de casa. Contudo, com dois field goals de Phil Dawson, um no terceiro e outro no quarto período, os 49ers conseguiram levar o confronto para a prorrogação. Assim, mais uma vez o veterano Dawson apareceu e deu a vitória ao San Francisco com um chute de 23 jardas.

Blaine Gabbert acertou 28 de 44 passes tentados para 354 jardas, um TD e uma interceptação. DeJuan Harris foi o líder de jardas corridas e recebidas dos 49ers, carregando a bola 16 vezes para 67 jardas e fazendo oito recepções para 86 jardas. Case Keenum conectou 22 de 37 passes tentados para 231 jardas. Kenny Britt foi o destaque ofensivo fazendo três recepções para 81 jardas.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top