NFL

Scramble #1: Steelers viram contra os Jaguars, Colts atropelam Titans e mais

steelers-big-ben

Jacksonville Jaguars (3-7) 16 x 20 Pittsburgh Steelers (7-2-1)

O cara do jogo:  Antonio Brown (5 recepções, 117 jardas e 1 TD)

Por quase três quartos inteiros parecia que os Steelers mais uma vez sofreriam uma humilhação nas mãos dos Jaguars. O time estava zerado, com o placar mostrando 16 a 0, James Conner não conseguiu ativar o ataque terrestre e Ben Roethlisberger tinha três interceptações, no mesmo estádio que um ano atrás ele saiu com 5 na conta. Mas a virada no último quarto teve Big Ben como herói, entrando na end zone (por muito pouco) faltando cinco segundos para o fim da partida para vencer o jogo.

Tudo começou com um TD de 78 jardas para Antonio Brown e achou Vance McDonald para um touchdown com 2:23 faltando. Mas o time de Pittsburgh ainda estava atrás por três pontos. Mas novamente os Jaguars esbarraram em um problema: Blake Bortles. O QB teve pífias 104 jardas aéreas e previsível durante toda a reta final, a equipe teve um three and out. Roethlisberger entrou para a campanha da vitória e conseguiu.

Atlanta Falcons (4-6) 19 x 22 Dallas Cowboys (5-5)

Cara do jogo: Ezekiel Elliott (23 carregadas para 122 jardas e um touchdowns, além de sete recepções para 79 jardas)

Com uma grande partida de Ezekiel Elliott, o Dallas Cowboys conseguiu sua segunda vitória fora de casa e segue vivo na NFC East. Dark Prescott (22/32 para 208 jardas) fez um jogo sem erros e teve em seu running back o seu principal alvo, seguido de Cole Beasley (51 jardas recebidas). Leighton Vander Esch fez a interceptação que permitiu o time de Arlington abrir vantagem e Brett Maher foi perfeito ao converter três field goals, sendo o mais longo de 50 jardas e o da vitória, apesar de ter errado um extra point.

Julio Jones foi o destaque dos Falcons com 118 jardas recebidas e um touchdowns. O jogo corrido parou em 80 jardas, sendo 58 de Tevin Coleman. Matt Ryan foi 24/34 para 291 jardas, um TD e uma interceptação.

Depois do time da Geórgia terminar a primeira metade do jogo vencendo por 6 a 3, o Dallas Cowboys voltou muito bem para os últimos dois quartos. Após empatar na sua campanha inicial depois do intervalo, o time de Jason Garrett forçou um three and out, anotou um touchdown, conseguiu uma interceptação e voltou a anotar um TD. Contudo, Matt Ryan encontrou Julio Jones na end zone com 1min25 para o fim, empatando o jogo, e Maher apareceu como o herói no último lance do jogo.

New York Giants (3-7) 38 x 35 Tampa Bay Buccaneers (3-7)

Cara do jogo: Saquon Barkley (27 carregadas para 142 jardas e dois touchdowns, além de duas recepções para dez jardas)

Shaquon Barkley carregou o New York Giants em seu terceiro triunfo na temporada ao anotar três touchdowns. Eli Manning foi quase perfeito acertando 17 dos 18 passes que tentou para 231 jardas e dois TDs. Odell Beckham Jr. fez quatro recepções para 74 jardas e uma pontuação. Alec Ogletree teve uma pick six, enquanto seus companheiros Curtis Riley, Michael Thomas e B.W. Webb tiveram uma interceptação cada.

Ryan Fitzpatrick (12/21, 167 jardas) sofreu três interceptações e foi sacado para a entrada de Jameis Winston, que foi 12/16 para 199 jardas, dois TDs e uma interceptação. Peyton Barber correu para 106 jardas e uma pontuação. Mike Evans e OJ. Howard tiveram 120 e 78 jardas recebidas cada.

O Big Blue começou o jogo com dois touchdowns após aproveitar um turnover on downs. Apesar disso, os Bucs chegaram a anotar um touchdown e foi para o intervalo perdendo por 14 a 7. Aproveitando duas interceptações nas duas primeiras posses do time da Flórida, os Giants abriram 24 a 7. O último quarto foi marcado por cinco touchdowns e o placar ficou com três pontos de diferença, mas Winston foi interceptado na última chance dos Buccaneers.

Indianapolis Colts (5-5) 38 x 10 Tennessee Titans (5-5)

Cara do jogo: Andrew Luck (23/29, 297 jardas e três touchdowns)

Liderado por Andrew Luck, que nunca perdeu para o Tennessee Titans em 10 jogos, o Indianapolis chegou a sua quarta vitória consecutiva, o que não acontecia desde novembro de 2014. Marlon Mack e Jordan Wilkins tiveram um TD corrido cada. T.Y. Hilton teve nove recepções para 155 jardas e dois touchdowns. Darius Leonard e Quincy Wilson tiveram uma interceptação cada.

Marcus Mariota (10/13 para 85 jardas e uma interceptação), do Tennessee Titans, deixou a partida no último minuto do primeiro quarto após lesionar novamente seu cotovelo direito. O coordenador defensivo Dean Pees também foi levado a um hospital local após ter ido para a tenda ser atendido. Blaine Gabbert foi 11/16 para 118 jardas, um TD e uma interceptação.

Depois de não pontuar em sua primeira posse, os Colts anotaram pontos em suas quatro campanhas seguintes e foram para o intervalo vencendo por 24 a 3. Aproveitando a segunda interceptação dos Titans, o time da casa ampliou o placar e ainda anotaria outro TD na segunda metade. O time visitante fez sete pontos em sua última posse.

Detroit Lions (4-6) 20 x 19 Carolina Panthers (6-4)

O cara do jogo: Kenny Golladay (8 recepções, 113 jardas e 1 TD)

O jogo foi uma montanha-russa de emoções e só poderia terminar com uma jogada maluca: com um TD de Cam Newton para DJ Moore, os Panthers empatariam o jogo com um extra point faltando pouco mais de um minuto. Mas o time tentou a conversão para vencer o jogo no tempo regulamentar e Newton não acertou o passe para Jarius Wright.

Os Lions sairam com a vitória depois de três derrotas seguidas e possivelmente ter perdido um dos pontos positivos da temporada, o running back Kerryon Johnson. Ele teve 87 jardas em 16 carregadas e um TD até machucar seu joelho esquerdo no terceiro quarto e não voltar mais. Matthew Stafford, pelo menos, conseguiu salvar o dia com um passe para Kenny Golladay para colocar os Lions à frente com cinco minutos faltando. E a defesa, mesmo não tendo impedido o touchdown dos Panthers, segurou a vitória impedindo a conversão de dois.

Baltimore Ravens (5-5) 24 x 21 Cincinnati Bengals (5-5)

O cara do jogo: Gus Edwards (17 carregadas para 115 jardas e 1 TD)

Lamar Jackson venceu em seu primeiro jogo como titular e teve impressionantes 27 carregadas, um número alto até para um running back, com 117 jardas pelo chão, 150 aéreas e uma interceptação em seus 19 passes (13 completos). Nem o terceiro quarto ruim, que foi quando aconteceu a interceptação, que virou um TD na jogada seguinte e mais um touchdown dos rivais derrubou o calouro.

Jackson liderou a campanha de 87 jardas logo depois dos Ravens ficarem com desvantagem (21 a 13), com Gus Edwards entrando na end zone e depois ainda fazendo a conversão. Já no último quarto, ele colocou o time na end zone, ainda teve um fumble, recuperado por ele mesmo, e deixou Justin Tucker na cara do gol para desempatar o placar com um field goal de 24 jardas.

Washington Redskins (6-4) 21 x 23 Houston Texans (7-3)

O cara do jogo:  Justin Reid (três tackles e uma pick six de 101 jardas)

A sétima vitória seguida do Houston Texans será marcada por um momento triste: no terceiro quarto, Alex Smith sofreu um sack e seu tornozelo quase saiu da perna. Não precisou ser um médico para saber que sua temporada estava encerrada ali.

No primeiro tempo, Justin Reid teve uma interceptação retornada 101 jardas para touchdown, abrindo 17 a 7 para os Texans. Os Redskins conseguiram cortar a vantagem, mesmo após a lesão de Smith e a entrada de Colt McCoy e chegaram a liderar (21 a 20) com o segundo TD de Adrian Peterson na partida. Mas um field goal de 54 jardas de Ka’imi Fairbarn colocou os Texans à frente de novo e mesmo com uma chance no fim, Dustin Hopkins não conseguiu acertar o improvável field goal de 63 jardas para vencer o jogo com 3s faltando.

Comments
To Top