NFL

Scramble #1: Saints atropelam, Steelers e Titans vencem apertado, Packers batem Bears

Mark Ingram Saints

Crédito: Instagram/reprodução

Buffalo Bills (5-4) 10 x 47 New Orleans Saints (7-2)

Cara do jogo: Mark Ingram (21 carregadas, 131 jardas e três touchdowns)

O New Orleans Saints chegou a sua sétima vitória consecutiva, empatando com o número de triunfos nos últimos três anos. O jogo corrido da equipe de Sean Patyon foi simplesmente avassalador. Além do grande jogo de Mark Ingram, Alvin Kamara teve 106 jardas corridas e um touchdown. Drew Brees foi 18/25 para 184 jardas e ele ainda anotou um TD correndo. Michael Thomas fez nove recepções para 117 jardas. Já o Buffalo Bills, que não chegou a 200 jardas totais, só anotou um field goal nos três primeiros quartos e um touchdown em sua última posse de bola na partida.

A equipe visitante anotou pontos em três das suas quatro primeiras posses de bola na primeira etapa e foi para o intervalo vencendo por 17 a 3. Nos últimos 30 minutos, os Saints fizeram três touchdowns nas suas três primeiras posses de bola e depois anotaram dez pontos no último quarto.

Indianapolis Colts (3-7) 17 x 20 Pittsburgh Steelers (7-2)

O cara do jogo: JuJu Smith-Schuster (5 recepções para 97 jardas e 1 TD)

Os Colts fizeram o possível. Mas o Pittsburgh Steelers arrancou no último quarto e conseguiu sua sétima vitória na temporada, a quarta seguida. Mas não parecia que o triunfo viria quando os Colts abriram 17 a 3 no terceiro quarto e conseguiram manter Le'Veon Bell e Antonio Brown bem marcados.

Isso só foi mudar no fim do terceiro quarto. Ben Roethlisberger achou JuJu Smith-Schuster para um TD de sete jardas e depois de uma interceptação de Ryan Shazier na linha de 10 jardas, Big Ben só completou para Vance McDonald. Com a partida empatada e a bola nas mãos, Big Ben fez o time caminhar 70 jardas, inclusive com um passe de 32 jardas para Brown (ele tinha apenas duas recepções para 15 jardas no jogo), para Chris Boswell vencer a partida para os Steelers, após errar um field goal de 37 jardas poucos minutos antes. E assim os Steelers continuam entre os melhores times da AFC.

Tennessee Titans (6-3) 24 x 20 Cincinnati Bengals (3-6)

O cara do jogo: DeMarco Murray (14 carregadas para 42 jardas e 2 TDs mais 4 recepções para 30 jardas e 1 TD)

Um TD de 70 jardas de Andy Dalton para A.J. Green deixou os Bengals com uma vantagem de 20 a 17 no placar faltando pouco mais de cinco minutos para o fim do jogo. Mas Marcus Mariota mais uma vez provou porque em Nashville hoje é ele quem manda. Em uma campanha de 12 jogadas, ele liderou o time e achou DeMarco Murray para o TD da vitória com 36 segundos faltando no relógio.

Murray, sofrendo com lesões durante a temporada, teve uma partida sensacional, com três touchdowns. E os Titans precisaram de cada um deles, já que os Bengals fizeram páreo duro – apesar de mais uma idiotice de Vontaze Burfict -, com Andy Dalton superando as 250 jardas (264) e A.J. Green e Brandon LaFell – respectivamente 115  e 95 jardas – se beneficiaram disso. Com a vitória, os Titans seguem com o mesmo número de vitórias do Jacksonville Jaguars, hoje os dois donos da AFC South.

 

Chicago Bears (3-6) 16 x 23 Green Bay Packers (5-4)

O cara do jogo: Davante Adams (cinco recepções para 90 jardas e 1 TD)

Os Packers ganharam a primeira desde que Aaron Rodgers saiu lesionado e foi logo na casa do maior rival. O time de Green Bay bateu os Bears com boa partida de Brett Hundley, com 212 jardas passadas e um passe para touchdown para Davante Adams, que teve bela partida. A defesa funcionou bem em momentos fundamentais: só Nick Perry teve três sacks. A pena para os vitoriosos foi Ty Montgomery (costela) e Aaron Jones (joelho), running backs dos Packers, saindo lesionados.

E John Fox ainda contribuiu para a vitória dos Packers: Benny Cunningham teve um ganho de 23 jardas e os árbitros marcaram sua saída de campo na linha de 2. Fox acreditava que o jogador tinha conseguido o touchdown, mas no replay, ficou provado que Cunningham perdeu o controle da bola antes de passar pelo pylon e ela saiu pela end zone, resultando em um touchback, ou seja, bola dos Packers na linha de 20 jardas. Mitchell Trubisky teve 297 jardas passadas, recorde em sua carreira, mas com apenas quatro terceiras descidas bem-sucedidas em 14 tentativas, os Bears não conseguiram bater seus maiores rivais.

Tampa Bay Buccaneers (3-6) 15 x 10 New York Jets (4-6)

O cara do jogo: Ryan Fitzpatrick (17 de 34, 187 jardas, 1 TD e uma interceptação)

Os Jets estavam fazendo uma temporada exemplar, muito acima das expectativas. Hoje, contra seu ex, o quarterback Ryan Fitzpatrick, a equipe de Nova York foi mais próxima do esperado antes da temporada, tendo uma péssima partida contra os Buccaneers, que jogaram desfalcados de Jameis Winston e Mike Evans. O ataque dos Jets foi especialmente ruim, com menos de 200 jardas até o garbage time, quando a equipe conseguiu seu único touchdown.

Fiztpatrick não teve um jogo brilhante, longe disso. Ele completou 17 passes de 34 tentados para 187 jardas, um TD e uma interceptação. Mas duas campanhas longas lideradas por ele foram fundamentais para a construção do placar: a primeira, de mais de sete minutos, rendeu um field goal no primeiro quarto. Outra, de 15 jogadas e 81 jardas, terminou com seu passe para touchdown para Chris Sims. Assim, o veterano se tornou o primeiro jogador a passar para touchdown por sete franquias diferentes: St. Louis Rams, Cincinnati Bengals, Buffalo Bills, Houston Texans, New York Jets, Tennessee Titans e agora os Bucs.

Detroit Lions (5-4) 38 x 24 Cleveland Browns (0-9)

Cara do jogo: Matthew Stafford (17/26, 249 jardas, três touchdowns e uma interceptação)

Até parecia que o Cleveland Browns poderia conseguir sua primeira vitória na temporada, mas não foi dessa vez. Além de ter aproveitando os dois turnovers do seu adversário, o Detroit Lions viu Stafford ter uma grande partida e ter como principal alvo Golden Tate, que fez seis recepções para 97 jardas e um TD. No jogo corrido, Ameer Abdullah correu para 52 jardas e um TD. Nevin Lawson fez uma recuperação de fumble e retornou para touchdown. Darius Slay fez uma interceptação no final da partida.

No outro lado, DeShone Kizer foi 21/37 para 232 jardas, um touchdown e uma interceptação. Além disso, o quarterback correu para 57 jardas e um TD. Já Isaiah Crowell teve 90 das 201 jardas terrestres e teve uma pontuação.

A primeira etapa poderia ter acabado em 10 a 10, entretanto um fumble se tornou um touchdown e os Lions foram para o intervalo vencendo por sete pontos. A diferença nos últimos 30 minutos foi que a franquia de Michigan anotou três TDs enquanto os Browns só chegaram duas vezes à end zone adversária.

Washington Redskins (4-5) 30 x 38 Minnesota Vikings (7-2)

Cara do jogo: Adam Thielen (oito recepções para 166 jardas e um touchdown)

Em uma partida marcada pelo retorno de Teddy Bridgewater, que se emocionou bastante, às margens do campo, o Minnesots Vikings conseguiu uma grande vitória sobre o Washington Redskins. Com Adam Thielen e Stefon Diggs (78 jardas aéreas e um TD) como principais recebedores, Case Keenum foi 21/29 para 304 jardas, quatro TDs e das interceptações, ambas feitas por D.J. Swearinger.

Já o Washington Redskins precisou correr atrás do placar e somou 327 jardas aéreas com Kirk Cousins, que passou para um TD e uma interceptação. Jamison Crowder e Vernon Davis tiveram 76 jardas aéreas cada. Maurice Harris fez uma das recepções mais espetaculares da temporada.

Depois das duas equipes terem anotado um TD em sua primeira posse de bola, os Vikings conseguiram chegar à end zona adversária três vezes no segundo quarto e foram para o intervalo vencendo por 28 a 17. No início do terceiro quarto, os visitantes anotaram mais um TD e viram sua vantagem cair quando já não jogava a todo vapor.

Jacksonville Jaguars (6-3) 20 x 17 Los Angeles Chargers (3-6)

Cara do jogo: A.J. Bouye (uma interceptação e quatro tackles)

Na prorrogação, o Jacksonville Jaguars venceu o Los Angeles Chargers e A.J. Bouye foi o cara do jogo por ter feito a interceptação que permitiu os mandantes vencerem. Blake Bortles foi 28/51 para 273 jardas, um touchdown e duas interceptações, ambas de Tre Boston. Allen Hurns somou 70 jardas e o ataque terrestre teve 135 jardas. No outro lado, Phillip Rivers foi 21/37 para 235 jardas, dois TDs e uma interceptação. Austin Ekeler teve cinco recepções para 77 jardas e dois TDs.

Depois de cinco campanhas acabaram em punt, o Jacksonville Jaguars abriu o placar com um TD, mas o extra point foi bloqueado. Antes do intervalo, o Los Angeles Chargers conseguiu a virada (7 a 6). Os visitantes retornaram do intervalo com mais um touchdown, contudo os mandantes empataram a partida ainda no terceiro quarto ano chegaram à end zona adversário e converterem a crucial conversão de dois pontos. Com o empate no placar, a partida foi para a prorrogação. Após fazer um punt, os Jags conseguiram uma interceptação e Josh Lambo fez o field goal da vitória.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top