NFL

Scramble #1: Patriots garantem #1 na AFC e Browns terminam temporada 0-16

Jabrill Peppers, safety do Cleveland Browns

(Crédito: Instagram/reprodução)

New England Patriots (13-3) 26 x 6 New York Jets (5-11)

O cara do jogo: Dion Lewis (26 carregadas para 93 jardas e 1 TD e 6 recepções para 40 jardas e 1 TD)

Frio é pouco para definir o que estava no Gillette Stadium em Foxborough neste dia de dezembro. E como habitual de outros dezembros, os Patriots nem deram chances para os Jets sonharem. Os Pats garantiram a melhor campanha da AFC com uma vitória fácil contra seus rivais de divisão e agora só saem de casa em uma possível ida para o Super Bowl. Além do posicionamento, o jogo serviu para ver que James Harrison quer jogo; o veterano teve dois sacks e quatro tackles pelo seu novo time.

Logo na primeira campanha os Patriots fizeram um TD, com Brady achando Amendola em momentos importantes e Dion Lewis correndo para a end zone. Já do outro lado Bryce Petty novamente não mostrou muita coisa, com 19 passes certos de 36 tentados, 232 jardas e um sack sofrido na end zone para sofrer um safety no fim da partida. Tom Brady teve dois passes para TD, sendo o primeiro deles seu 550º na carreira, incluindo pós-temporada. Com 21 a 3 no placar no intervalo, todos sabiam que o segundo tempo seria um tédio e duro foi para o torcedor esquentar enquanto via Petty de um lado atirando sem acertar e até Brian Hoyer fazendo uma aparição para Brady ser poupado.

Detroit Lions (9-7) 35 x 11 Green Bay Packers (7-9)

O cara do jogo: Matthew Stafford (20 de 29 para 323 jardas e 3 TDs)

Em um dos poucos jogos que não valia absolutamente nada, o Detroit Lions terminou a temporada pelo menos com um resultado positivo: uma vitória bastante folgada contra os Packers. Já Green Bay só pode lamentar um ano que teve várias lesões, sendo especialmente abatido pela lesão de Aaron Rodgers, e que pode gerar mudanças.

Matthew Stafford passou para três touchdowns – Golden Tate, Marvin Jones Jr. e Kevin Golladay – enquanto no time de Wisconsin, Brett Hundley, teve um passe para TD, mas duas interceptações, Joe Callahan passou sete vezes, acertando cinco para apenas 11 jardas e até Randall Cobb tentou e acertou um passe em um jogo que o torcedor dos Packers não irá lembrar depois de amanhã.

Pittsburgh Steelers (12-3) 28 x 24 Cleveland Browns (0-16)

Cara do jogo: JuJu Smith-Schuster (nove recepções para 143 jardas e um touchdown)

É oficial! Um ano após escapar de um vexame histórico, o Cleveland Browns se tornou a segunda equipe na história a ter campanha de 0-16, se igualando ao Detroit Lions de 2008. O feito negativo veio mesmo com o Pittsburgh Stelers poupando jogadores. Landry Jones completou 23 dos seus 27 passes para 239 jardas, um touchdown e uma interceptação. JuJu Smith-Schuster foi o nome do jogo. No lado da franquia de Ohio, DeShone Kizer só completou 16 passes para 314 jardas, dois TDs e uma interceptação. Ele foi sackado seis vezes. Jabrill Peppers teve sua primeira interceptação na NFL.

Minnesota Vikings (13-3) 23 x 10 Chicago Bears (5-11)

Cara do jogo: Latavius Murray (111 jardas terrestres e dois touchdowns)

O Minnesota Vikings garantiu a semana de bye nos playoffs ao vencer o Chicago Bears em uma tarde inspirada de Latavius Murray. O time de Minneapolis ficou como seed 2 (segunda cabeça de chave) da NFC. A partida deve ter marcado a última de John Fox como comandante do time de Illinois. Stefon Diggs e Adam Thielen fizeram seis recepções cada para, respectivamente, 65 e 61 jardas. Mitchell Trubisky encerrou sua temporada de calouro sem sofrer turnover, completando 20 de 36 passes para 178 jardas.

Indianapolis Colts (4-12) 22 x 13 Houston Texans (4-12)

Cara do jogo: Frank Gore (24 corridas para 100 jardas)

No jogo que marcou o fim da era Chuck Pagano, o Indianapolis Colts venceu o Houston Texans. O triunfo encerrou a sequência de seis derrotas consecutivas da franquia de Indianapolis. Já a franquia texana chegou a sua sexta derrota seguida e a nona nas últimas dez partidas. Em um jogo marcado por grande atuação de Frank Gore, Jacoby Brissett completou 15 de 25 passes para 114 jardas e um touchdown. No outro lado, T.J. Yates foi 14/24 para 137 jardas e uma interceptação.

New York Giants (3-13) 18 x 10 Washington Redskins (7-9)

O cara do jogo: Orleans Darkwa (20 carregadas para 154 jardas e 1 TD)

É quase irônico que o jogo corrido, que há anos não funciona com eficiência em Nova York, tenha rendido em um jogo esquecível como este. Orleans Darkwa basicamente deu a vitória aos Giants com suas 154 jardas, 22 a mais que Eli Manning conseguiu acertando apenas 10 passes de 28 tentados.

Kirk Cousins, na que pode ser sua última partida pelos Redskins, foi horroroso, com três interceptações e 20 passes certos em 37 tentados. Pelo menos os Giants venceram e não perderam a segunda posição do Draft de 2018.

Philadelphia Eagles (13-3) 0 x 6 Dallas Cowboys (9-7)

O cara do jogo: Ezekiel Elliott (27 carregadas para 103 jardas)

Pense em um jogo horroroso. Coloque este nessa categoria. Eagles e Cowboys jogaram na gélida Filadélfia e a pontuação só saiu no último período. Este foi o primeiro jogo desde Denver Broncos x Chicago Bears em 2011 que foi para o intervalo sem pontos marcados. Até que Dak Prescott encontrou Brice Butler para um TD de 20 jardas que Dan Bailey errou o extra point. Aliás o kicker também odiou esta partida: ele também errou um field goal de 23 jardas.

Os Eagles pouparam vários titulares, seja completamente ou deixando eles no banco durante o jogo. Nick Foles jogou e de novo foi mal, com apenas quatro passes certos em 11 tentados para 39 jardas e uma interceptação. Os Eagles já tinham garantido a melhor campanha na NFC e vai ser o anfitrião no divisional round no dia 13 ou 14 de janeiro.

Comments
To Top