NFL

Scramble #1: Foles se garante e Eagles batem Giants, Panthers vencem Packers e mais

Alshon Jeffery Philadelphia Eagles

Crédito: Instagram/reprodução

Carolina Panthers (10-4) 31 x 24 Green Bay Packers (7-7)

O cara do jogo: Cam Newton (21 de 31, 242 jardas e 4 TDs)

A tarde não foi nada fácil para Aaron Rodgers e os Packers em Charlotte, mas poderia ter escapado com algo melhor após um onside kick dar certo. Só que Geronimo Allison sofreu um fumble e o Carolina Panthers confirmou uma vitória vital para seguir na luta pela NFC South e também por uma vaga nos playoffs.

Rodgers foi interceptado três vezes e em diversos momentos pareceu sentir falta de ritmo. Enquanto isso, os Panthers souberam explorar a defesa dos Packers, em tarde bastante ruim. Cam Newton passou para quatro touchdowns e Greg Olsen fez a festa com nove recepções para 116 jardas e 1 TD. Depois de abrir 31 a 17, parecia que o final seria tranquilo, mas Rodgers conseguiu uma rápida campanha com dois passes, inclusive o decisivo para Richard Rodgers.

E a sorte parecia do lado dos cabeças de queijo com o onside kick dando certo após Christian McCaffrey pular em cima da bola mas não conseguir segurar. Só que Allison, marcado por James Bradberry, não conseguiu segurar após o tapa do cornerback e soltou a bola. Com a derrota, os Packers agora precisam torcer contra o Atlanta Falcons, que joga na segunda contra o Tampa Bay Buccaneers.

Jacksonville Jaguars (10-4) 45 x 7 Houston Texans (4-10)

O cara do jogo: Blake Bortles (21 de 29, 326 jardas e 3 TDs)

Blake Bortles foi ridicularizado por toda a liga diversas vezes. Agora chegou a hora de elogiar: o camisa 5 errou apenas oito passes e teve três passes para touchdowns no atropelamento dos Jaguars contra o Houston Texans. E a franquia da Flórida garantiu assim a vaga nos playoffs, algo que não acontecia desde 2007.

Uma das grandes razões para a vitória dos Jaguars foi a explosão do calouro Keelan Cole, que teve sete recepções para 186 jardas e 1 TD na partida. Jaydon Mickens também teve grande partida, com dois touchdowns recebidos. E outra grande razão, claro, foi o Texans estar tão desfalcado e precisar colocar T.J. Yates em campo. O quarterback teve apenas 12 passes certos em 31 tentados contra a sufocante defesa dos Jaguars, que agora vai poder provar toda a sua força na pós-temporada.

Minnesota Vikings (11-3) 34 x 7 Cincinnati Bengals (5-9)

Cara do jogo: Case Keenum (20/23, 236 jardas e dois touchdowns)

O Minnesota Vikings garantiu o título da NFC North após vencer o Cincinnati Bengals. Além da classificação para os playoffs, a partida foi marcada pelo retorno do quarterback Teddy Bridgewater quase dois anos após sofrer uma grave lesão no joelho (veja o vídeo dele sendo ovacionado pela torcida e seus companheiros de equipe abaixo). O jogo foi marcado por uma grande atuação de Case Keenum, que errou apenas três passes. Os running backs Latavius Murray e Jerick McKinnon tiveram 37 toques somados e ganharam um total de 242 jardas na partida. Eric Kendricks teve um pick six quando o jogo estava 7 a 0.

McKinnon se tornou o primeiro running back dos Vikings a ter um jogo com mais de 100 jardas passadas desde Onterrio Smith em 26 de setembro de 2004. Andy Dalton (11/22, 113 jardas e duas interceptações) deixou a desejar e acabou sendo substituído por AJ McCarron no final da partida. Além disso, o jogo corrido dos Bengals teve apenas 46 jardas. A derrota do time de Ohio veio após a notícia de que o head coach Marvin Lewis não deve seguir no cargo vir à tona.

New Orleans Saints (10-4) 31 x 19 New York Jets (5-9)

Cara do jogo: Mark Ingram (74 jardas terrestres e dois touchdowns, além de cinco recepções para 77 jardas)

Com uma grande partida de Mark Ingram, o New Orleans Saints bateu o New York Jets e manteve a liderança da NFC South com a mesma campanha do Carolina Panthers. A equipe da Louisiana anotou 17 pontos em suas três primeiras campanhas. Michael Thomas recebeu para 93 jardas e um TD e se tornou o segundo jogador na NFL a ter, pelo menos, 90 recepções nas suas duas primeiras temporadas. Alvin Kamara somou 89 jardas e anotou um touchdown. Drew Brees foi 26/36 para 285 jardas, duas pontuações e uma interceptação.

Um destaque negativo no lado dos Saints foi Brandon Coleman, que sofreu dois fumbles.  Pelo lado do New York Jets, que já está fora da briga por playoffs, Bryce Petty fez sua primeira partida como titular no ano. Ele foi 19/39 para um TD e duas interceptações. Bilal Powell correu para 44 jardas e um TD.


Claveland Browns (0-14) 10 x 27 Baltimore Ravens (8-6)

Cara do jogo: Joe Flacco (26/42, 288 jardas e um touchdown, e correu para anotar um TD)

Em confronto marcado por boa atuação de Joe Flacco, o Baltimore Ravens se manteve vivo na disputa pelos playoffs após vencer o Cleveland Browns e agora precisa vencer suas últimas duas partidas para garantir vaga na pós-temporada. Com o resultado, o time de Ohio, que não venceu nenhum dos seus oito jogos em casa na temporada, só tem mais dois jogos para evitar repetir a campanha de 0-16 do Detroit Lions de 2008.

Os comandados de Hue Jackson sofreram com os turnovers, que quase sempre culminaram em pontuações da franquia d Maryland. A principal ocasião foi um fumble que se tornou touchdown, o primeiro anotado na carreira do defensive tackle Brandon Williams.

O calouro DeShone Kizer continua sofrendo e sofreu duas interceptações e só completou 20 de 37 passes para 146 jardas. Todos os dez pontos dos Browns foram anotados no segundo quarto, quando o jogo já estava 17 a 0. Pelos Ravens, Javorius Allen correu para 70 jardas e Mike Wallace e Benjamin Watson receberam, respectivamente, para 89 e 74 jardas.

Buffalo Bills (8-6) 24 x 16 Miami Dolphins (6-8)

O cara do jogo: LeSean McCoy (20 carregadas para 50 jardas e um TD, 4 recepções para 46 jardas e um TD)

Em duelo da AFC East, o Buffalo Bills fez uma grande força para sua campanha para voltar aos playoffs e ainda tirou o Miami Dolphins de consideração. LeSean McCoy mais uma vez foi o grande nome do time, com um touchdown terrestre e outro aéreo, além de ter chegado a 10 mil jardas corridas.

Após uma partida sensacional contra o New England Patriots, Jay Cutler regrediu como esperado e teve três interceptações, duas em campanhas seguidas no começo do segundo tempo e mais uma depois que os Dolphins tinham conseguido recuperar um onside kick. Os Bills agora tem chance de encerrar sua seca de 17 anos de playoffs, mas necessita ir até New England e Miami para garantir o fim do jejum.

New York Giants (2-12) 29 x 34 Philadelphia Eagles (12-2)

O cara do jogo: Nick Foles (24 de 38 para 237 jardas e 4 TDs)

O New York Giants só tinha a motivação de estragar a temporada do Philadelphia Eagles. E abriu vantagem de 14 pontos logo no começo da partida. Mas Nick Foles mostrou que os Eagles não estão mortos após a lesão de Carson Wentz e os special teams foram especiais, com três bloqueios: em um punt, field goal e extra point. E assim os Eagles garantiram uma folga na primeira rodada dos playoffs, após já ter garantido o título da divisão na semana passada.

Foles passou para Nelson Agholor, Zach Ertz, Alshon Jeffery e Trey Burton para os touchdowns, mas os Giants seguiram de perto, com Eli Manning passando para mais de 400 jardas (434).  Mas com uma campanha de 14 jogadas que tirou sete minutos do relógio e devolveu a bola com menos de quatro minutos para os Giants, rendendo um field goal, os Eagles basicamente garantiram a vitória e conseguiram parar Manning finalmente.

Washington Redskins (6-8) 20 x 15 Arizona Cardinals (6-8)

Cara do jogo: Kirk Cousins (18/26, 196 jardas e dois touchdowns)

Kirk Cousins teve uma boa partida na vitória do Washington Redskins, mas o grande destaque foi a defesa. Anthony Lanier conseguiu um sack que se tornou fumble na primeira posse do jogo. Posteriormente, o time da capital anotou a bola depois do turnover. Além disso, o defensive end desviou três passes e teve dois sacks. Preston Smith, que recuperou o fumble, ainda interceptou Blaine Gabbert (16/41 para 189 jardas) uma vez. O destaque dos Cardinals o kicker Phil Dawson, que acertou os cinco field goals que chutou.

Comments
To Top