NFL

Sam Darnold está com mononucleose e ficará afastado; veja boletim de lesões

Sam Darnold, quarterback do New York Jets

O quarterback Sam Darnold, do New York Jets, ficará afastado por tempo indeterminado depois de ser diagnosticado com mononucleose, como anunciou o técnico Adam Gase nesta quinta-feira (12). Desta forma, Trevor Siemian será o titular no Monday Night Football contra o Cleveland Browns.

Os Jets, que perderam o wide receiver Quincy Enunwa pelo restante da temporada 2019 devido a uma lesão no pescoço, agora devem ficar sem Darnold por algumas semanas.

“Parece que sim. Ainda bem que temos uma semana de bye mais cedo”, frisou Gase.

A semana de folga dos Jets cai na semana 4, depois de um jogo fora de casa contra o New England Patriots. E a previsão mais provável de retorno de Darnold é na semana 5 contra o Philadelphia Eagles.

E tem mais alguma notícia ruim na franquia nova-iorquina? Inicialmente tinha, mas não tem mais.

O running back Le’Veon Bell passou por uma ressonância magnética nesta quinta para examinar o ombro, depois de sentir dores no local. Mas o próximo jogador confirmou que não tem nada demais.

“Eu recebi grandes notícias, meu ombro está bem, então sem preocupações… apenas tive que assegurar que tudo estava pronto para o Monday Night. Vamos lá”, escreveu o camisa 26.

Mais cedo, antes do exame, Gase não pareceu alarmado.

“Nós não achamos que seja qualquer coisa pior do que isso. Apenas estamos tentando ser um pouco mais cautelosos”, analisou.

Darnold recebeu o diagnóstico de mononucleoso, também conhecida como doença do beijo, no final da noite da última quarta, quando Gase, o coordenador ofensivo Dowell Loggains e um preparador compareceram ao apartamento do QB, perto das instalações dos Jets.

“Ele sabia que algo estava acontecendo quando Dowell e eu aparecemos”, disse Gase sobre o quarterback segundo anista, que não treinou na quarta por causa do que o time chamou de garganta inflamada. “Eu queria assegurar que (as notícias) fossem entregues por mim mesmo. Pensei que poderia ser o comunicador de más notícias neste caso”, completou.

Perda de peso e fadiga extrema são os sintomas mais comuns com a mononucleose, que pode durar vários meses em alguns casos. Recentemente, Darnold expressou preocupação com sua perda de peso e ele perdeu mais de dois quilos recentemente, de acordo com Gase.

O NY Jets enviou refeições ao apartamento de Darnold porque a franquia deseja que ele fique longe das instalações devido às chances de propagação da doença viral.

Agora, os Jets terão ainda mais pressão para se recuperarem de uma derrota de virada para o Buffalo Bills na estreia por 17 a 16. Os Jets chegaram a abrir 16 a 0.

Darnold não teve uma boa atuação no primeiro jogo, passando para apenas 175 jardas e um touchdown, mas ele não estava doente no domingo, de acordo com Gase.

Outros jogadores que estão no departamento médico e o NY Jets está monitorando são: o linebacker C.J. Mosley (virilha), o defensive tackle Quinnen Williams (tornozelo), o defensive end John-Franklin Myers (pé), o offensive tackle Kelvin Beachum (tornozelo) e o wide receiver Demaryius Thomas (músuclo posterior da coxa. Todos eles não treinaram.

O safety Jamal Adams (quadril) treinou com limitações.

Confira mais notícias de lesões e transações ao redor da NFL nesta quinta (12) de semana 2:

– No Washington Redskins, o running back Derrius Guice passou por cirurgia na manhã desta quinta para corrigir um problema no menisco. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. O procedimento foi realizado na Flórida pelo especialista Dr. James Andrews.

Guice ficará afastado por algumas semanas e Washington agora terá que considerar suas opções no elenco. O veterano Adrian Peterson, que não jogou na semana 1 por decisão do técnico Jay Gruden, deve ganhar mais espaço no backfield.

Derrius Guice ganhou apenas 18 jardas em 10 carregadas na derrota para o Philadelphia Eagles, no último domingo. A esperança inicial era a de que o RB não precisasse ir para a mesa de operação. Mas, segundo Rapoport, o joelho direito lesionado não estava melhorando.

Vale lembrar que Guice, selecionado na segunda rodada do draft de 2018, perdeu toda a sua temporada de calouro depois de romper o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo na pré-temporada.

Também nos Redskins, o defensive lineman Jonathan Allen (joelho) e o cornerback Quinton Dunbar (joelho) não treinaram. Já o safety Montae Nicholson (pé) e o tight end Jordan Reed (concussão) treinaram de forma limitada.

– O Minnesota Vikings colocou o wide receiver Josh Doctson na injured reserve devido a uma contusão no músculo posterior da coxa. A franquia de Minneapolis contratou o wideout pouco antes da temporada e ele ficou entre os inativos para a semana 1, quando os Vikings derrotaram o Atlanta Falcons. Doctson será um candidato a retornar mais adiante neste ano, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Também nos Vikings, o linebacker Anthony Barr (joelho) foi removido do relatório de lesionados. O guard Pat Elflein (joelho) treinou de forma limitada, após perder o treino de quarta. E o cornerback Mike Hughes (joelho) treinou de maneira limitada pelo segundo dia consecutivo.

– O Miami Dolphins recebeu uma péssima notícia, já que o offensive tackle Julie’n Davenport sofreu uma hiperextensão no joelho e uma pequena fratura na fíbula durante o treino desta quinta, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Ele ficará fora por várias semanas, mas deve retornar ainda nesta temporada.

Em uma decisão de elenco, os Dolphins trouxeram de volta o defensive end Tank Carradine. Os detalhes do acordo não foram divulgados. E, em uma decisão correspondente, a franquia da Flórida está colocando o defensive end Jonathan Ledbetter na injured reserve.

– No Denver Broncos, o técnico Vic Fangio disse aos repórteres de que está otimista de que o linebacker Todd Davis (panturrilha) poderá atuar no domingo contra o Chicago Bears. Visto que Davis está afastado desde o começo do training camp, é improvável que ele jogue muito, segundo James Palmer, da ‘NFL Network’.

Fangio acrescentou que o cornerback Bryce Callahan (pé) vai treinar de forma limitada. O guard Ronald Leary (quadríceps) também treinou com limitações.

– No San Francisco 49ers, o defensive end Nick Bosa (tornozelo) não treinou pelo segundo dia consecutivo antes do jogo contra o Cincinnati Bengals.

– No Buffalo Bills, o linebacker Tyrel Dodson será suspenso por seis jogos devido a uma violação da política de conduta pessoal da liga, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. A punição deriva de um acordo que o calouro não draftado aceitou para um delito de conduta desordeira. Ele estará elegível para retornar ao elenco ativo dos Bills na semana 8.

Também nos Bills, o wide receiver Cole Beasley (doença) perdeu o treino desta quinta, enquanto que o tight end Tyler Kroft (pé) treinou de forma limitada.

– No New England Patriots, o offensive lineman Marcus Cannon (ombro) treinou de forma limitada.

– No Philadelphia Eagles, o defensive tackle Fletcher Cox (dedo do pé) treinou de forma limitada.

– No Dallas Cowboys, o defensive end Tyrone Crawford (quadril), o guard Zack Martin e o safety Darian Thompson (tornozelo) treinaram de forma limitada.

– No Green Bay Packers, o cornerback Jaire Alexander foi adicionado ao relatório de lesionados com um problema no joelho. Ele treinou com limitações. O left tackle David Bakhtiari (costas) não treinou nesta quinta depois de treinar de maneira limitada na quarta, e o right tackle Bryan Bulaga treinou normalmente. O tight end Jimmy Graham (dedo da mão) treinou com limitações pelo segundo dia seguido, assim como o cornerback Kevin King (músculo posterior da coxa/peito).

– No Baltimore Ravens, o cornerback Marlon Humphrey (costas) e o wide receiver Marquise Brown (quadril) treinaram de forma limitada, enquanto que o cornerback Jimmy Smith (joelho) ficou de fora do treino pelo segundo dia seguido.

– No Oakland Raiders, a expectativa é a de que o cornerback Gareon Conley atue contra o Kansas City Chiefs no domingo, como disse o coordenador defensivo Paul Guenther aos repórteres nesta quinta. Isso é uma ótima notícia, apenas três duas depois de Conley assustar a todos ao sofrer uma lesão no pescoço durante a vitória sobre o Denver Broncos, no MNF.

Conley foi listado como limitado nos treinos no relatório de lesões desta quinta, mesma designação da última quarta.

Também nos Raiders, o defensive tackle Corey Liuget (joelho) treinaram de forma limitada.

– No New York Giants, três wide receivers ficaram de fora do treino com lesões: Cody Latimer (panturrilha), Sterling Shepard (concussão) e Darius Slayton (músculo posterior da coxa). O defensive tackle Dexter Lawrence (ombro) treinou de forma limitada.

– No Chicago Bears, o nose tackle Eddie Goldman (oblíquo) não treinou nesta quinta, depois de treinar de forma limitada na quarta. O tight end Trey Burton (virilha) treinou de forma limitada pelo segundo dia seguido, depois de não atuar na abertura da temporada.

– No Los Angeles Chargers, o wide receiver Mike Williams não treinou pelo segundo dia seguido com uma lesão no joelho, assim como o cornerback Michael Davis (músculo posterior da coxa). Já o kicker Michael Badgley (virilha) e os linebackers Denzel Perryman (tornozelo) e Jatavis Brown (tornozelo) novamente treinaram com limitações.

– No Pittsburgh Steelers, o wide receiver JuJu Smith-Schuster (dedo do pé), o running back James Conner (doença), o safety Terrell Edmunds (glúteo) e o linebacker T.J. Watt (quadril) treinaram normalmente nesta quinta, depois de participarem de forma limitada na quarta. O center Maurkice Pouncey (tornozelo) perdeu treino pelo segundo dia seguido.

– No Los Angeles Rams, o safety Eric Weddle (concussão) treinou de forma limitada, assim como o linebacker Clay Matthews (costas), que retornou após ficar fora das atividades de quarta. O defensive lineman Michael Brockers (ombro) não treinou pelo segundo dia seguido e o offensive tackle Andrew Whitworth não treinou, mas não foi algo relacionado a uma lesão.

– No New Orleans Saints, o wide receiver Ted Ginn (doença) voltou aos treinos. O defensive tackle Mario Edwards (músculo posterior da coxa), o linebacker Craig Robertson (músculo posterior da coxa), o defensive tackle Sheldon Rankins (tendão de Aquiles), o safety Marcus Williams (virilha) e o offensive tackle Ryan Ramczyk (coxa) treinaram de forma limitada.

– No Arizona Cardinals, o defensive lineman Jonathan Bullard (músculo posterior da coxa) e o offensive lineman Lamont Gaillard (joelho) não treinou nesta quinta.

– No Tampa Bay Buccaneers, antes mesmo de uma pausa devido à possibilidade de raios atrapalhar a partida, o linebacker calouro Devin White saiu de campo com uma lesão no joelho e foi descartado para o restante da partida contra o Carolina Panthers. O jogador, selecionado na primeira rodada do draft de 2019, se lesionou na primeira campanha ofensiva dos Panthers. Em seis snaps em campo, White somou dois tackles.

Após a partida, o técnico Bruce Arians disse aos jornalistas que não acredita que a contusão de White seja grave.

Também nos Bucs durante o TNF, o cornerback Jamel Dean sofreu uma lesão na parte inferior da perna e não retornou para o restante da vitória por 20 a 14.

Comments
To Top