NFL

Saints batem Panthers pela terceira vez na temporada e avançam nos playoffs

New Orleans Saints comemora

(Crédito: Twitter/reprodução)

Um é pouco, dois é bom e três é demais! O New Orleans Saints não deu chances mais uma vez para o rival Carolina Panthers e, na noite deste domingo (7), com uma bela vitória no Mercedes-Benz Superdome por 31 a 26, o time garantiu sua classificação e segue sonhando com seu segundo título de Super Bowl.

Com a vitória, o New Orleans Saints avança para a rodada de divisão dos playoffs e, agora, enfrenta o Minnesota Vikings na disputa por uma vaga na final da Conferência Nacional (NFC). O duelo será disputado no domingo (14), às 19h40 (de Brasília), no U.S. Bank Stadium.

Do lado do New Orleans Saints, o quarterback Drew Brees teve uma atuação de encher os olhos, acertando 23 passes de 33 para 376 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. A defesa é outro ponto a se destacar, com quatro sacks para uma perda total de 43 jardas.

Entre os wide receivers dos Saints, destaque para Michael Thomas (oito recepções para 131 jardas) e Ted Ginn Jr. (quatro recepções para 115 jardas e um TD).

Já pelo Carolina Panthers, o quarterback Cam Newton também foi bem, acertando 24 passes de 40 para 349 jardas e dois TDs, além de correr oito vezes para 37 jardas. Recebendo bolas, destaque para o tight end Greg Olsen (oito recepções para 107 jardas e um TD) e o running back Christian McCaffrey (seis recepções para 101 jardas e um TD).

Ao contrário dos dois jogos na temporada regular, a defesa da franquia da Carolina do Norte conseguiu conter bem o jogo terrestre do oponente, cedendo apenas 41 jardas pelo chão, com Alvin Kamara sendo limitado a 23 jardas em três carregadas, mas anotando um TD. Porém, o ataque aéreo comandado por Brees fez o serviço e facilitou bastante a missão.

A defesa dos Saints cedeu 413 jardas totais, mas conseguiu segurar os Panthers em momentos decisivos e pressionar Newton, especialmente quando as coisas apertaram no último quarto.

As primeiras campanhas dos dois times terminaram em punt e o Carolina Panthers teve uma chance preciosa de inaugurar o placar a 2min07s do final do primeiro quarto. Porém, o excelente kicker Graham Gano fez o improvável e errou um field goal de apenas 25 jardas.

Motivado pelo erro do rival, o time da casa abriu o placar duas jogadas depois, quando o quarterback Drew Brees acertou um belo lançamento longo para Ted Ginn e o touchdown de 80 jardas deixou o placar em 7 a 0 depois do extra point.

Os Panthers responderam na campanha seguinte, mas apenas com um field goal de 27 jardas convertido por Gano. O placar foi reduzido para 7 a 3.

Os Saints, contudo, estavam famintos. A 9min04s do término do segundo quarto, Brees finalizou uma campanha muito consistente com passe de nove jardas para Josh Hill, abrindo assim 14 a 3.

Carolina mais uma vez encaixou um drive longo em seguida, indo até a linha de 21 jardas do campo adversário, mas de novo não teve sucesso ao finalizar a campanha, tendo que se contentar com um field goal de 39 jardas convertido por Gano para trazer a diferença para 14 a 6.

O ataque de New Orleans estava impossível e, em oito jogadas e 2min04s, o time percorreu 75 jardas até a end zone. O drive teve um passe de 14 jardas de Brees para Michael Thomas e, em seguida, o fullback Zach Line correu uma jarda até a end zone para fazer 21 a 6.

Mesmo com poucos segundos restantes no segundo quarto, os Panthers avançaram bem em campo e Gano acertou um field goal de 58 jardas, com três segundos remanescentes, para reduzir a desvantagem dos Panthers para 21 a 9 antes da ida ao vestiário.

Os Panthers começaram o terceiro quarto recebendo a bola, mas voltaram a enfrentar os mesmos problemas na red zone e chutaram mais um field goal, de 29 jardas, que deixou o placar em 21 a 12.

Os Saints responderam na campanha seguinte, com um field goal de 57 jardas convertido pelo kicker Wil Lutz, e a diferença voltou a ser de 12 ponto (24 a 12). O terceiro quarto terminou sem mais alterações no placar.

O último quarto, contudo, reservava muitas emoções.

Logo no começo do período, a 12min47s para o final, os Panthers voltaram ao jogo com belo passe de 14 jardas de Newton para Greg Olsen, em um touchdown que trouxe a diferença para uma posse de bola (24 a 19).

Após uma campanha terminando em punt para cada lado, os Saints responderam com um drive explosivo de cinco jogadas e 62 jardas que terminou com touchdown corrido de duas jardas anotado por Alvin Kamara, trazendo a diferença novamente para 12 pontos (31 a 19).

Os Panthers precisavam ir para cima e chegaram ao TD a 4min09s do término, em bela conexão de Newton com Christian McCaffrey. O avanço de 56 jardas até a end zone deixou a desvantagem de Carolina novamente em uma posse.

New Orleans avançou até o campo de ataque e, em uma quarta descida para dois, o técnico Sean Payton novamente mostrou que é mesmo arrojado e arriscou, mas Brees foi interceptado por Mike Adams e os Panthers começaram a campanha seguinte da própria linha de 31.

Com a tensão tomando conta do Mercedes Benz-Stadium, Newton e seu ataque entraram em campo para buscar o TD que daria a vitória de virada. Porém, o QB dos Panthers foi pressionado, cometeu um intentional grounding e, para fechar as atividades, sofreu um sack para perda de 17 jardas. Vitória dos Saints selada e alívio na Louisiana.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top