NFL

SAFA: Síndrome de Abstinência de Futebol Americano

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Passaram-se 71 dias desde o último Super Bowl. Bem, pode parecer muito pouco tempo, mas posso te dizer com propriedade que não é. O mercado na NFL já teve seus dias mais agitados e a contagem regressiva para o draft deste ano indica que faltam 24 dias e algumas horas para a cerimônia de recrutamento de jogadores universitários, um dos eventos mais importantes da inter-temporada da principal liga esportiva dos Estados Unidos.

Bom, mas você, leitor do QUINTO QUARTO e fã da bola oval, deve estar se perguntando neste momento aonde estou querendo chegar com esse início de texto, certo? Bom, nessa semana, resolvi deixar o sentimentalismo falar e gostaria de tratar sobre como o futebol americano faz falta na vida de um verdadeiro apaixonado pelo esporte. Dias sem tackles, touchdowns e interceptações são bastante custosos para nós que respiramos futebol americano.

Como vai ser legal ver Robert Griffin III dando passes para DeSean Jackson anotar TDs e arrancar sorrisos do rosto da torcida do Washington Redskins, como vai ser interessante ver Jairus Byrd defendendo passes dos times adversários do New Orleans Saints, como vai ser instigante ver se o Seattle Seahawks de Russell Wilson vai manter o poderio da temporada passado ou se o Denver Broncos de Peyton Manning vai ser capaz de juntar os cacos depois de uma derrota humilhante no Super Bowl XLVIII.

Enquanto a brincadeira não começa para valer, em setembro, resta a nós acompanharmos o draft e vermos quais serão os primeiros jovens atletas a serem escolhidos. Nomes como Jadeveon Clowney, Johnny Manziel e Derek Carr estão na classe de 2014 e devem desembarcar em grandes equipes da liga.

Mas o draft também não chegou e restam mais de três semanas para a tradicional cerimônia. Enquanto isso, vamos acompanhar os bastidores, as declarações dos jogadores na offseason e acompanhar todo o mundo que cerca a NFL. Vale tudo para matar a saudade de ver a bola oval voar. Vale até, e principalmente, jogar Madden no videogame.

Eu até chamaria tudo isso de SAFA, uma sigla de acabei de inventar para Síndrome de Abstinência de Futebol Americano. Mas não adianta reclamar. Pelo menos estamos em ano de Copa do Mundo e teremos um evento grandioso para compensar essa falta que a bola oval nos faz sentir. Acompanhar o futebol da bola redonda vai ser bastante divertido…

Comments
To Top