NFL

Ryan Shazier quer reformulação das regras dos contratos de calouros; veja as manchetes do fim de semana

Ryan Shazier, linebacker do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Os jogadores calouros assinam contratos com duração e valor predeterminado quando entram no draft e atletas que são escolhidos na primeira rodada ficam mais tempo presos ao seu primeiro contrato do que quem é escolhido em outras rodadas, o que permite alguns assinarem um contrato melhor antes do que outros. Com esse cenário, Ryan Shazier, linebacker do Pittsburgh Steelers, quer mudanças nas regras.

“Sim, é uma droga. Às vezes os caras têm que esperar cinco anos (escolhas de primeira rodada quando a opção é aceita). Outros caras não. Mas foi isso que eles concordaram no (acordo trabalhista) passado. Na próxima vez, nós precisamos fazer um trabalho melhor para estruturar o que queremos”.

– Mark Ingram, running back do New Orleans Saints, se mostrou animado para trabalhar com Adrian Bell. “Esse cara é um dos melhores tailbacks que já andou neste planeta, especialmente nesta geração. Eu o admirei desde que ele era calouro em Oklahoma. Estamos no mesmo backfield agora e estamos competindo, nos aprimorando. É exatamente isso que é”.

– Depois de sofrer lesão na parte posterior da coxa, o ex-quarterback da NFL Vince Young foi dispensado pelo Saskatchewan Roughriders, equipe da liga canadense de futebol americano. Se espera que Young não possa jogar por entre quatro a seis semanas.

– O safety Glover Quin acredita que está melhorando cada vez mais e espera ser pago pelo Detroit Lions. “Trinta e um anos como safety, você provavelmente é melhor porque vê o jogo como um quarterback agora. Os quarterbacks realmente atingem seu auge entre os 28 e 31 anos, porque eles veem as coisas diferentes. Na posição de safety, meio que é assim também”.

– A NFL mudou o tempo da sua prorrogação e Dean Blandino, ex-vice-presidente de arbitragem da liga, disse que é favorável ao término do overtime. “Quando você acaba com isso e diz: ‘ok, você tem que ganhar no tempo regulamentar’, eu acho que, em última análise, seria uma coisa boa”.

– James Harrison, veterano linebacker do Pittsburgh Steelers, foi poupado dos treinos em campo durante o minicamp e ficou mais na academia e o treinador de linebackers explicou o porquê. “É com para os jovens receber repetições. No momento, não queremos pedir que ele faça muitas coisas. A defesa está aprendendo, ficando confortável”, disse Joey Porter.

– T.J. Watt assinou o seu contrato de calouro, que tem valor de US$ 9,3 milhões. Agora o irmão J.J Watt quer que o linebacker do Pittsburgh Steelers comece a pagar os jantares. “Sua vez de pagar o jantar”, escreveu o atleta do Houston Texans no Twitter.

Comments
To Top