NFL

Ron Rivera entende revolta pós-jogo de Charles Johnson; veja manchetes desta segunda-feira

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Após partida do Carolina Panthers, Charles Johnson desabafou pelo Twitter sobre ter sido mandado para o banco no último quarto, entretanto o técnico Ron Rivera disse não se incomodar com as mensagens: segundo informações da ‘ESPN’ americana, o técnico planeja conversar com Johnson, mas entende a vontade do jogador de participar da partida inteira. Charles estava em sua terceira partida desde o retorno da lista de lesionados.

– Bryce Brown irá se juntar ao Seattle Seahawks mais uma vez: nesta segunda-feira (14), o repórter Adam Schefter, da ‘ESPN ‘americana, apurou que a franquia irá assinar contrato com o running back pela terceira vez apenas nesta temporada. Desta vez foi porque o running back Thomas Rawls teve uma lesão no tornozelo que causou o fim da temporada para ele.

– Damontre Moore, dispensado pelo New York Giants, é requisitado pelo Miami Dolphins: recentemente dispensado, o defensive end despertou o interesse da franquia da Flórida. A dispensa da equipe aconteceu na última sexta-feira, após ele ter se envolvido em uma briga com o (agora ex) colega de time Cullen Jenkins.

– Richard Sherman quer jornalistas que falaram que os Seahawks não ganhariam do Baltimore Ravens demitidos: no último domingo, a franquia de Seattle ganhou por um placar de 35 a 6 e, após a partida, o cornerback não conteve sua felicidade. “Seattle Seahawks, de volta fazendo o que faz. Vamos chamar aquelas pessoas que escreveram mal de nós e pedir o emprego delas”, disparou o astro da franquia.

– Charles Woodson, do Oakland Raiders, diz que vê semelhanças entre Khalil Mack e Derrick Thomas: lembrando de sua primeira partida pelos Raiders, o safety disse que Derrick Thomas conseguiu fazer seis sacks e, neste domingo, o defensive end Khalil Mack jogou de forma parecida com o falecido jogador do Kansas City Chiefs.

– Ted Ginn, wide receiver do Carolina Panthers, esbanja modéstia após vitória do time contra o Atlanta Falcons por 38 a 0: “devo todo o meu sucesso a Cam Newton. Sem ele, não existe Ted Ginn. Não posso dizer se é recíproco, mas nós definitivamente temos algo legal acontecendo”, disse o receiver.

– Dan Quinn, técnico do Atlanta Falcons, diz que derrota para o Carolina Panthers no último domingo foi inaceitável: no último domingo, o time perdeu por uma placar de 38 a 0 para o time do quarterback Cam Newton e o técnico ficou revoltado. “É totalmente inaceitável”, disse o técnico em entrevista ao jornal “Charlotte Observer”.

– Travis Benjamin não poupa elogios a Johnny Manziel: nesta segunda-feira (14), ele disse acreditar que o quarterback está se tornando aquilo que todos querem vê-lo se tornar. “quero continuar a ver Johnny melhorar e melhorar sempre”, acrescentou.

Comments
To Top