NFL

Roger Goodell revela que 14 cidades querem receber o draft de 2018; veja as manchetes da quinta-feira

NFL draft na Filadélfia

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Roger Goodell, comissário da NFL, revelou que representantes de 14 cidades participaram as instalações do draft na Filadélfia nesta semana para explorar uma potencial candidatura para sediar o evento em 2018. Além disso, ele minimizou o relato da ‘ESPN’ de que Dallas era a cidade favorita a receber o evento no próximo ano.

“Eu não sei quem veio com isso, mas há 14 cidades que não concordam com isso. Eles realmente amam o draft. Eu acho que eles veem a oportunidade aqui. Há muita concorrência por isso e acho que a Filadélfia elevou o nível. Uma das coisas que queremos tirar dessa experiência o que deu certo e ver o que deu errado e o que podemos melhorar”, declarou Goodell sobre o draft.

– David Parry, defensive lineman do Indianapolis Colts, se declarou culpado das acusações de conduta desordeira e tentativa ilegal de utilizar meio de transporte relativas à sua prisão em Scottsdale, Arizona. O advogado do jogador declarou que o atleta de linha defensiva deverá ser condenado a um período probatório supervisionado. Parry poderá vir a ter que pagar uma multa de US$ 300 mil e ter sua liberdade condicional transferida para outro estado.

– Apesar de poder vir a ser trocado, Jimmy Garoppolo, quarterback reserva do New England Patriots, não está preocupado. “Sem problemas. Estou apenas tentando aproveitar o jogo com caras esta noite. É uma coisa especial”.

– Independentemente do que o San Francisco 49ers fizer no draft, Brian Hoyer está agindo como se fosse ser o titular em 2017. “Sim, com certeza. Acho que foi para isso que me trouxeram para fazer neste momento. E uma coisa que eu realmente aprendi nessa profissão e na vida é não se preocupar com as coisas que você não pode controlar. Eu não posso controlar quem vão draftar com a segunda escolha e eu não vou viver minha vida preocupado com isso”.

– Scot McCloughan, ex-general manager do Washington Redskins, está disponível para ajudar as equipes da NFL, mas não como executivo. De acordo com Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, McCloughan voltou a prestar serviços de olheiro.

– Após dizer que as equipes “teriam que viver com as consequências” caso ele fosse draftado após Mitchel Trubisky, o quarterback Deshaun Watson declarou que seria “um tapa na cara” ver o atleta de North Carolina ser escolhido antes que ele.

– Três general manager da National Football League previram que o cornerback Gareon Conley, de Ohio, será escolhido na terceira rodada, disseram fontes para Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– Charles Woodson já concordou em ceder o número que ele utiliza há 11 anos nos Raiders para Marshawn Lynch. “Eu perguntei para ele antes mesmo de Marshawn ter falado de voltar ou algo do tipo Ele veio em um dos nossos eventos e eu disse: ‘Hey, Charles, se Marshawn voltar para os Raiders ele pode usar a 24?””, revelou a mãe do running back.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top