NFL

Robert Kraft sobre suspensão de Josh Gordon: “isso nos deixa tristes”

Josh Gordon, wide receiver do New England Patriots

(Crédito: Twitter/reprodução)

O New England Patriots fez uma grande contratação no meio da temporada 2018, trazendo o wide receiver Josh Gordon, adquirido em troca com o Cleveland Browns, e ele teve impacto imediato no ataque do time. Contudo, agora, às vésperas dos Pats entrarem em campo para disputar o Super Bowl LIII, o wideout está longe de seus companheiros.

E pode ser que ele nem volte a vestir a camisa da franquia de Foxborough.

A diretoria dos Patriots falou em tom de despedida nesta última terça-feira (29) ao se referir a Gordon, que foi suspenso por tempo indeterminado pela NFL por violar os termos de sua reintegração sob a política de abuso de substâncias da liga.

“Ele foi um cara realmente bom e havia uma conexão. Infelizmente, pessoas assim precisam de tutela quando são mais jovens, mas quando se torna vício, vício é algo muito além do nosso (…) Nós lhe demos um tremendo apoio diariamente, e ele era digno disso. Mas eu acho que nós, como sociedade, temos que tentar ajudar esses jovens a não se tornarem viciados, em primeiro lugar. E essa é a parte triste disso. Ele é um cara bom, um cara muito bom. Isso nos deixa tristes”, declarou Robert Kraft, proprietário dos Patriots, no programa Boston Sports Tonight, da ‘NBC Sports Boston’.

A transferência de Gordon de Cleveland para New England deveria ter rendido dividendos enormes para um time que precisava de um recebedor para rotas longas. E, quando estava disponível, o talentoso WR correspondeu às expectativas e foi um dos membros mais importantes do grupo.

Em 11 jogos como titular dos Patriots na temporada regular de 2018, o camisa 10 fez 40 recepções para 720 jardas e três touchdowns.

A suspensão a Gordon, anunciada no dia 20 de dezembro, foi revelada pouco depois que o próprio wide receiver revelou que estava se afastando do futebol americano para focar em sua saúde mental. E esse foi o mais recente desdobramento de uma longa série de suspensões para Gordon e a segunda vez que ele se afastou voluntariamente da NFL apenas em 2018. A outra foi quando ele ficou fora da maior parte do training camp do Cleveland Browns.

Apesar de tudo, Gorden ainda tem chances de demonstrar todo seu talento na NFL. Caso ele consiga se manter longe dos problemas extracampo e tudo mais, ele é um dos melhores de sua posição. E vale considerar que os bons números que ele conseguiu com a camisa dos Patriots se deram mesmo com Gordon lidando com uma lesão no dedo da mão que dificultava nas recepções.

Jonathan Kraft, presidente dos Patriots, inclusive elogiou o caráter de Gordon, deixando claro que ele estava longe de ser um problema no vestiário.

“Ele não cresceu com nenhum sistema de apoio. Ele viu outras pessoas fazendo isso, e isso volta lá à nossa maneira de crescer – e isso não significa que as pessoas não ficam viciadas em todas as classes sociais – mas você fica exposto a isso de uma forma completamente diferente quando você vem de onde Josh Gordon veio. Ele é um garoto muito bom”, frisou.

Agora, o futuro vai nos dizer se ele vai receber uma nova oportunidade nos Patriots e na NFL. A nós, cabe torcer que Josh Gordon encontre o seu caminho de recuperação.

Comments
To Top