NFL

Robert Griffin III se diz um “jogador mais inteligente” após ano fora da NFL

Robert Griffin III, quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback Robert Griffin III ficou afastado da National Football League no ano passado e, agora, ele recebeu uma nova chance na liga com o Baltimore Ravens. O atleta garante que está mais preparado agora.

Após uma temporada longe dos gramados, RGIII se dedicou a assistir jogos, estudar ataques e aprender com os erros cometidos por outros quarterbacks. Por isso, Griffin sente que compreende muito mais como jogar futebol americano e o que os treinadores querem com ele.

“Isso me ajudou a me tornar um jogador mais inteligente. Eu tentei usar essa experiência para crescer. Eu sinto que cresci com isso e estou ansioso para poder mostrar isso”, declarou RGIII, em sua coletiva de apresentação nos Ravens, nesta quarta-feira (11).

Atualmente com 28 anos de idade, Griffin assinou um contrato de um ano com os Ravens na semana passada e chega para ser reserva de Joe Flacco.

Selecionado com a segunda escolha geral do draft de 2012 pelo Washington Redskins, Griffin foi eleito o Calouro Ofensivo do Ano da NFL e foi nomeado para o Pro Bowl logo em sua primeira temporada na liga. Naquele ano, ele acertou 65,6% de seus passes para 3.200 jardas, 20 touchdowns e apenas cinco interceptações, ainda correndo 120 vezes para 815 jardas e sete TDs.

Contudo, o signal caller originário da Universidade de Baylor sofreu com lesões e atuações abaixo do esperado em sua carreira na NFL até agora.

Os Redskins o cortaram em 2016 e o Cleveland Browns o dispensou após apenas uma temporada.

RGIII não sabia se voltaria a ter uma nova chance na liga depois de ficar afastado da NFL no ano passado.

Robert Griffin acredita que recebeu outra oportunidade devido ao seu teste nos Ravens no começo deste mês. Funcionários da franquia da Maryland disseram ao QB o quanto ficaram impressionados com sua preparação e vontade.

“Eu não estou me apoiando no que fiz no ano passado. Eu quero mostrar a eles o jogador que sou e o jogador que posso ser daqui em diante. É hora de deixar as coisas acontecerem e seguir adiante como um novo jogador, um jogador melhor, um jogador crescido”, observou.

Griffin, que nunca atuou em todos os 16 jogos de uma temporada regular desde que entrou na liga, garante que não há mais problemas de saúde persistentes.

“Sendo 100 por cento honesto, eu provavelmente não me sentia tão bem desde que saí da faculdade. Um ano longe do futebol americano pode fazer isso quando caminhões não estão caindo em cima de você a cada jogada”, frisou.

RGIII foi titular em 40 de 42 jogos de temporadas regulares que ele disputou na NFL durante sua carreira até agora. Entretanto, agora é o momento de ele se acostumar a ser o quarterback reserva de um time e esse será um novo desafio que ele está disposto a enfrentar.

“Eu sabia chegando nesta situação que este é o time de Joe (Flacco). Estou animado com a oportunidade de aprender com ele. Estou aqui para competir e melhorar a cada dia. Acho que eles viram isso da minha parte no treino e em nossas conversas gerais juntos. Eu acho que eles percebem que estou pronto para a oportunidade e estou pronto para este papel”, finalizou.

Em 42 partidas de temporadas regulares até agora em sua carreira profissional, Robert Griffin III acertou 766 passes de 1.210 lançados (63,3% de aproveitamento) para 8.983 jardas, 42 touchdowns e 26 interceptações. O QB também correu 275 vezes para 1.670 jardas e 10 TDs.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top